• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Maria Gabriela Borracha Gonçalves
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Storpirtis, Silvia (Presidente)
Cipriano, Sonia Lucena
Melo, Daniela Oliveira de
Pereira, Leonardo Régis Leira
Título em português
Serviços farmacêuticos em Unidades de Saúde no Município de São Paulo: diagnóstico situacional e proposta de sistemática para o acompanhamento farmacoterapêutico
Palavras-chave em português
Acompanhamento farmacoterapêutico
Atenção básica
Cuidado farmacêutico
Serviços farmacêuticos
Resumo em português
Os serviços farmacêuticos envolvem ações integradas do farmacêutico com a equipe de saúde, focadas no usuário, por meio dos serviços de clínica farmacêutica, atividades de gestão e técnico-pedagógicas. A implantação destes serviços na Atenção Básica deve buscar a adaptação e a reorganização do processo de trabalho dos farmacêuticos. Um dos serviços farmacêuticos mais complexos e completos é o acompanhamento farmacoterapêutico de pacientes. O objetivo do trabalho foi desenvolver uma proposta de sistemática para o acompanhamento farmacoterapêutico de pacientes atendidos nas Redes de Atenção Básica e de Especialidades no Município de São Paulo. Para isso foi realizado um estudo observacional descritivo por meio de um diagnóstico situacional dos serviços farmacêuticos realizados em unidades de saúde de SP e propondo-se critérios de seleção de pacientes e uma sistemática de acompanhamento farmacoterapêutico. O diagnóstico situacional foi realizado utilizando publicações da SMS-SP e as respostas auto-referidas de 45 farmacêuticos que atuam em unidades de saúde de SP a um questionário aplicado on line. A proposição dos critérios de seleção de pacientes baseou-se em dados disponíveis na literatura e na avaliação do diagnóstico situacional. A proposta da sistemática para o acompanhamento farmacoterapêutico foi elaborada tendo como base a revisão da literatura, o modelo adotado pelo MS e o modelo empregado na FARMUSP. No diagnóstico situacional observou-se que 64% dos farmacêuticos realizam atividades clínicas mas que somente 38% utilizavam algum tipo de formulário específico; 75% participam de grupos terapêuticos/ educacionais e 88% desenvolvem alguma atividade de educação em saúde. Os farmacêuticos que trabalham em unidades AMA/UBS e UBS tiveram cerca da metade do tempo de trabalho destinado a atividades técnicopedagógicas, seguidas das atividades de gestão (40%) e clínicas (10%). O principal critério de seleção relatado foi o encaminhamento por outros profissionais de saúde, seguido pelos pacientes que participam de algum grupo terapêutico da unidade. Foi proposta uma sistemática de acompanhamento farmacoterapêutico em 4 etapas com o apoio de formulários para o registro e análise de dados. Concluiu-se que as atividades clinicas são realizadas, mas não são de forma sistmática e documentada e que o número inadequado de recursos humanos e a estrutura inadequadadas unidades de saúde são barreiras para a implantação das atividades clínicas. A proposta elaborada é o início do processo de implantação do serviço de acompanhamento farmacoterapêutico, sendo a capacitação dos farmacêuticos fundamental para o desenvolvimento das habilidades necessárias para a realização deste serviço.
Título em inglês
Pharmaceutical services in Primary Health Care Units in the city of São Paulo: situational diagnosis and systematic method for pharmacotherapeutic follow-up
Palavras-chave em inglês
Pharmaceutical Care
Pharmaceutical Services
Primary Health
Resumo em inglês
The pharmaceutical services involve integrated actions of the pharmacist with the health team, focused on the user, through the services of pharmaceutical clinic, management, and technical-pedagogical activities. The implementation of these services in Primary Care should seek the adaptation and reorganization of the work process of pharmacists. One of the most complex and complete services of the pharmaceutical care is the pharmacotherapeutic follow-up. The objective of the project was developing a systematic method for the pharmacotherapeutic follow-up to patients of the Primary Helth Care of the city of São Paulo. For this, a situational diagnosis of the pharmaceutical services performed in health centers was developed and a selection criteria of patients and a systematic pharmacotherapeutic follow-up was proposed. The situational diagnosis was carried out using the SMS-SP publications and information obtained through the responses of 45 pharmacists who work in health care centers to the questionnaire applied on line. The selection criteria of patients was based on data available in the literature, on the situational diagnosis, in the criteria used in a project developed by MS and in the practice adopted in some health centers in the city of São Paulo. The systematic method proposed for the pharmacotherapeutic follow-up was elaborated based on the literature review and the models adopted by the MS and FARMUSP. The situational diagnosis observed that 64% of pharmacists performed clinical activities, but only 38% use standard form; 75% participate in educational groups and 88% participated in health educational activities. Pharmacists working in AMA / UBS and UBS units had about half the time spent working on technical-pedagogical activities, followed by management activities (40%) and clinical activities (10%). The main selection criterion reported was referral by other health professionals, followed by patients participating in some therapeutic groups. A systematic pharmacotherapeutic follow-up method was proposed in 4 stages with the support of forms for data recording and analysis. It was concluded that clinical activities are performed, but are not in a systematic and documented way. The inadequate number of human resources and inadequate structure of health units are barriers to the implementation of clinical activities. The proposal elaborated is the beginning of the process of implementation of the pharmacotherapeutic follow-up, and the qualification of pharmacists is fundamental for the development of the necessary skills to carry out this service.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-11-30
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.