• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.9.2002.tde-30072015-172320
Documento
Autor
Nome completo
Wania de Oliveira Vianna
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2002
Orientador
Banca examinadora
Bacchi, Elfriede Marianne (Presidente)
Carvalho, João Ernesto de
Gloria, Beatriz Appezzato da
Hayashi, Lia Siguemi Sudo
Silva, Geraldo Alves da
Título em português
Estudo farmacognóstico e farmacológico de Philodendron bipinnatididum Schott (ARACEAE)
Palavras-chave em português
Araceae (Estudo; Farmacologia)
Droga vegetal (Estudo)
Estudo farmacognóstico
Estudo farmacológico
Farmacognosia
Imbé
Philodendron bipinnatifidum
Resumo em português
Philodendron bipinnatifidum Schott é populannente conhecida como cipó-imbé, filodendro, imbé, guaimbé, banana-de-macaco, costela-de-Adão, entre outras denominações populares. Apesar de ser reconhecida como planta tóxica por muitos, existem relatos de sua utilização em erisipela, inflamações reumáticas, orquite; as folhas são aplicadas sobre úlceras. A raiz em pó é conhecida como purgativo drástico. Para as análises anatômicas foram utilizadas as partes aéreas floridas e as raízes aéreas de plantas adultas. A raiz aérea escora apresenta duetos secretores (resiníferos) de origem esquizógena, cilindro vascular lobado, laticíferos entre cordões de floema de tamanho conspícuo Na lâmina foliar, as epidermes em vista frontal apresentam cutícula espessa sem ornamentações, na face adaxial as células epidérmicas possuem paredes retas com ausência total de tricomas e estômatos. Na face abaxial as células são de contorno levemente sinuoso e ocorrem estômatos do tipo paracítico. O parênquima esponjoso mostra uma organização colunar das células do mesofilo e no meio deste, ocorrem grandes idioblastos contendo ráfides. No pedalo, como na nervura central e no caule, existem grandes cavidades de ar alongadas longitudinalmente, delimitadas por uma camada de células, entre as quais ocorrem idioblastos contendo ráfides que se projetam para o interior das mesmas. A triagem química revelou a presença de flavonóides, mucilagens, compostos esteroidais, alcalóides, saponinas (4,52% e 2,52%, para órgãos aéreos e raízes aéreas escoras, respectivamente) e taninos (5,46% e 21,13%, para órgãos aéreos e raízes aéreas escoras, respectivamente). O extrato fluido e a fração hidroalcoólica 50% foram ensaiadas através de indução aguda de úlcera por etanol e ácido clorídrico. Os resultados foram significativos apenas no nível de ulceração IH. Foi realizado teste de toxicidade aguda com os extratos fluidos liofilizados de órgãos aéreos e raízes aéreas escoras de P. bipinnatifidum Schott em dose única de 5000 mglkg, por via oral, em camundongos Swiss, machos e fêmeas, observados por um período de 14 dias. O ensaio de toxicidade subcrônica do extrato fluido liofilizado de raízes aéreas escoras foi realizado em dose diária de 800 mg/kg, por via oral, durante 38 dias consecutivos. Os resultados analisados em função da variação do peso dos animais, do consumo de água e ração e do peso relativo do baço, figado, rins e pulmões, não foi significativo, ou seja, nas condições experimentais não houve variação em relação ao controle. A atividade antiinflamatória foi avaliada, sendo os modelos utilizados: edema de pata induzido pela carragenina e dermatite induzida pelo óleo de cróton, no entanto, não foram obtidos resultados significativos. Os extratos liofilizados de órgãos aéreos e raízes aéreas escoras não apresentaram atividade antimicrobiana.
Título em inglês
Pharmacognostic and pharmacological study of philodendron bipinnnatididum Schott (ARACEAE)
Palavras-chave em inglês
Araceae (Study; Pharmacology)
Bipinnatifidum philodendron
Imbé
Pharmacognosy
Pharmacological study
Vegetable drug (Study)
Resumo em inglês
Philodendron bipinnatifidum Schott is populary known as Cipo-imbé, Filodendro, Imbé, Guaimbé, Banana-de-macaco, Costela-de-Adão, Bananeira do brejo. Nevertheless it is recognized as a toxic plant, there are reports about utilization in erysipela, rheumatic inflammations, orchits; the leaves are applied on ulcers. The powdered root is a drastic purgative. Aerial parts and aerial roots have been employed for the anatomic analyses. Phytochemical screening showed the presence of flavonoids, steroids, saponins, alkaloids, essential oilJs and mucilages. The crude extract and the 50% hydroalcoholic fraction were tested against ulcer through acute induction by ethanol and hydrochloric acid. Results were significant only at level mulceration. The acute toxicity was tested with the dose of 5000mg/kg, and the subchronic toxicity, with 800 mg/kg, of the crude extract, orally administred, and the subchronic toxicity was performed during 38 days. The weight variation ofthe animals, food and water consumption and the relative weight of the spleen, liver, kidneys and lungs, were not significant. The results of the antiinflammatory test were not significant.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-07-30
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.