• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.9.2006.tde-17092006-020055
Documento
Autor
Nome completo
Silvio Barberato Filho
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2006
Orientador
Banca examinadora
Silveira, Maria Amélia Barata da (Presidente)
Barreiro, Eliezer Jesus de Lacerda
Furtado, João Eduardo de Morais Pinto
Millan, Rubén Dario Sinisterra
Storpirtis, Silvia
Título em português
Pesquisa e desenvolvimento de fármacos no Brasil: estratégias de fomento
Palavras-chave em português
Desenvolvimento de fármacos
Gestão tecnológica
Indústria farmacêutica
Pesquisa de fármacos
Resumo em português
Pode-se afirmar que no século XX originou-se uma indústria farmacêutica multinacional com extraordinária capacidade de pesquisa e desenvolvimento para produzir novos fármacos. Porém, contradizendo este potencial inovador, o número de fármacos introduzidos no mercado vem declinando desde 1960 e as oportunidades abertas com os avanços da biologia molecular, da genômica, da bioinformática e da química ainda não trouxeram os resultados esperados. No Brasil, a pesquisa científica tem obtido resultados de grande relevância, mas encontra muitas dificuldades para levar novos produtos ao mercado. O objetivo principal deste trabalho é discutir estratégias de fomento para a pesquisa e desenvolvimento de fármacos no país, procurando conciliar os requisitos técnicos e econômicos deste processo com as competências preexistentes. O referencial metodológico adotado enfatiza o papel determinante das relações econômicas na pesquisa e desenvolvimento de fármacos e procura encontrar caminhos compatíveis com a realidade nacional. Para tanto, discute as características técnicas e econômicas desta atividade, bem como a estratégia das empresas inovadoras e algumas experiências brasileiras nesta área do conhecimento. Fundamentado na análise de 766 novos fármacos introduzidos no mercado mundial entre 1984-2003, nos pilares econômicos do processo de inovação e no contexto político-institucional da pesquisa e desenvolvimento de fármacos, propõe alternativas para aprimorar o desenvolvimento científico e tecnológico do setor farmacêutico brasileiro. Muitas atividades relacionadas com a pesquisa e desenvolvimento de fármacos são realizadas no país, mas encontram-se dispersas nas principais universidades, centros e institutos de pesquisa. O mapeamento destas competências representa o ponto de partida para a criação de uma rede de inovação no setor farmacêutico. Um dos gargalos identificados neste trabalho é a fragilidade do suporte institucional para negociações de alta tecnologia, do qual fazem parte as patentes, os acordos de cooperação e a transferência de tecnologia. Para viabilizar, no Brasil, a incorporação de ferramentas de alta tecnologia empregadas no desenvolvimento de fármacos foi proposta a criação do Laboratório Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento de Fármacos. Além de garantir sofisticação técnica, este Laboratório Nacional atuaria como instituição aberta, multidisciplinar, assumindo o papel de um centro de articulação das iniciativas voltadas para o desenvolvimento de fármacos, podendo gerar recursos para financiar a pesquisa e contribuir para o desenvolvimento científico e tecnológico. Acordos de cooperação com empresas inovadoras e organismos internacionais fazem parte das estratégias para captação de recursos. Linhas de pesquisa alinhadas com as necessidades do Sistema Único de Saúde e com outras políticas do setor público também devem nortear a pesquisa e desenvolvimento de fármacos no país. A exploração de novos alvos moleculares, articulada com projetos genômicos, inovações incrementais, doenças negligenciadas e produtos naturais são apontados como áreas estratégicas. A afirmação de que o Brasil reúne as condições necessárias para participar do processo de desenvolvimento de fármacos - hipótese primária deste trabalho - encontra sustentação nos argumentos apresentados e revela que as condições para a inovação tecnológica nunca foram tão favoráveis quanto agora. Estimular o debate acerca de estratégias que possam fomentar o desenvolvimento científico e tecnológico da pesquisa e desenvolvimento de fármacos no país representa a contribuição almejada por este trabalho.
Título em inglês
Drug research and development in Brazil: fomentation strategies
Palavras-chave em inglês
Drug development
Drug research
Pharmaceutical industry
Technology management
Resumo em inglês
It can be asserted that in the twentieth century a multinational pharmaceutical industry with extraordinary research and development capacity to produce new drugs arose. However, contradicting this innovative potential, the number of new chemical entities introduced in the market is declining since 1960 and the opportunities open with the progresses of molecular biology, genomics, bioinformatics and chemistry haven't brought the expected results yet. In Brazil, the scientific research has been obtaining results of great relevance, but a lot of difficulty is found to introduce new products into the market. The main purpose of this work is to discuss fomentation strategies for the drug research and development in the country, trying to reconcile technical and economic requirements of this process with the pre-existent competences. The adopted methodological referential emphasizes the decisive role of economic relationships in drug research and development and tries to find out compatible ways with the national reality. For that, it discusses the technical and economic characteristics of this activity, as well as the strategy of innovative companies and some Brazilian experiences in this knowledge area. Based on the analysis of 766 new chemical entities introduced in world market among 1984 to 2003, in economic pillars of the innovation process and in political-institutional context of drug research and development, alternatives are proposed to straighten out the scientific and technological development of Brazilian pharmaceutical sector. Many activities related to the drug research and development are accomplished in the country, but they are scattered in the main universities, research centers and institutes. The charting of these competences represents the start up to create an innovation net in the pharmaceutical section. One of the bottlenecks identified in this work is the fragility of institutional support for high technology negotiations, of which patents, cooperation agreements and technology transference make part. To make it possible, in Brazil, incorporation of high technology tools used in drug development, creation of National Laboratory of Drug Research and Development was proposed. Besides guaranteeing technical sophistication, this National Laboratory would act as an open institution, multidisciplinary, shouldering the role of an articulation center of initiatives aiming drug development, being able to generate resources to finance research and to contribute to scientific and technological development. Cooperation agreements with innovative companies and international organisms are part of strategies to raise funds research fields aligned with the needs of the Brazilian Unique Health System (SUS) and with other policies of Public Sector also must direct the drug research and development in the country. New molecular targets evaluation articulated in genomic process, incremental innovations, neglected diseases and natural products are pointed out as strategic areas. The statement that Brazil has conditions of participating in the process of drug development - primary hypothesis of this work - finds back-up in reported arguments and reveals that conditions for technological innovation have never been as favorable as now. To stimulate the debate concerning strategies that can foment scientific and technological development of drug research and development in the country represents the contribution aimed for this work.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Barberato-Filho.pdf (722.28 Kbytes)
Data de Publicação
2007-02-15
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.