• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.9.2004.tde-29012015-115141
Documento
Autor
Nome completo
Alessandra Xavier Pardini
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2004
Orientador
Banca examinadora
Vaz, Adelaide Jose (Presidente)
Almeida, Sandro Rogerio de
Livramento, José Antonio
Machado, Luis dos Ramos
Takei, Kioko
Título em português
Neurocisticercose humana: pesquisa de antígenos em amostras de líquido cefalorraquiano
Palavras-chave em português
Cisticercose (Estudo clínico)
Doenças do sistema nervoso central (Estudo clínico)
Doenças parasitárias (Estudo clínico)
Elisa (Aplicações)
Líquido céfalorraquidiano (Análise)
Resumo em português
A detecção de antígenos em amostras de líquido cefalorraquiano (LCR) de pacientes com neurocisticercose (NC) foi realizada empregando-se o teste ELISA com soros policlonais de coelhos imunizados com os antígenos total de Taenia solium (T-Tso), líquido vesicular de Taenia crassiceps (LV-Tcra) e peptídeos <30kDa de LV-Tcra. Os soros policlonais foram fracionados para a obtenção da fração IgG - IgG anti-Tso, IgG antiTcra e IgG anti-Tcra<30kDa. Também foi empregado o anticorpo monoclonal específico para o antígeno de excreção e secreção de Taenia crassiceps (ES-Tcra). A seleção dos clones foi realizada por ELISA empregando-se os antígenos T-Tso e LV-Tcra. Foram analisados diferentes grupos de amostras divididos em: grupo de pacientes com NC (grupo NC), incluindo pacientes em diferentes fases evolutivas da doença, grupo de pacientes "suspeito" de NC (grupo "suspeito" NC), grupo controle (grupo C) e grupo de outros patologias (grupo OP). No teste ELISA empregando-se as frações IgG anti-Tso, IgG anti-Tcra e IgG anti-Tcra<30kDa, a sensibilidade obtida foi de 70%, 82,5% e 95,8% e a especificidade de 82,5%, 98% e 100%, respectivamente nas amostras do grupo NC e grupo C. Nas amostras do grupo diferentes fases evolutivas da doença, não houve diferença significativa de reatividade entre as amostras com as frações empregadas. Para as 21 amostras do grupo NC - fase ativa da doença, com a fração IgG anti-Tcra e o anticorpo monoclonal anti-ES-Tcra, respectivamente, 13 e 16 amostras foram positivas para a pesquisa de antígenos. As amostras de LCR do grupo C não apresentaram reatividade com os anticorpos empregados nos ensaios. Também foram ensaiadas 68 amostras de LCR de pacientes com "suspeita" de NC. De acordo com as características citoprotéicas além da reatividade para a pesquisa de anticorpos anti-T solium, as amostras de LCR apresentaram, neste grupo, padrão de reatividade para a pesquisa de antígenos que variou também de acordo com a presença de anticorpos, além das alterações de proteína e/ou células, que as amostras apresentavam ou não. Frações de 14 e 18kDa foram identificadas pelo teste imunoblot somente nas amostras de LCR de pacientes com NC utilizando as frações IgG anti-Tso, IgG anti-Tcra e anticorpo monoclonal anti-ES-Tcra. O anticorpo monoclonal anti-ES-Tcra mostrou-se eficiente para a pesquisa de antígenos no teste de competição por ELISA nas amostras de LCR de pacientes com NC e o antígeno ES-Tcra.
Título em inglês
Neurocysticercosis human antigens research in cerebrospinal fluid samples
Palavras-chave em inglês
Central nervous system disorders (clinical study)
Cerebrospinal fluid (analysis)
Cysticercosis (clinical study)
Elisa (applications)
Parasitic diseases (clinical study)
Resumo em inglês
Antigen detection in cerebrospinal fluid (CSF) samples of patients with neurocysticercosis (NC) was performed through ELISA test using rabbits polyclonal sera immune with total antigens of Taenia solium (T-Tso) cysticercus, vesicular liquid of Taenia crassiceps (VL-Tcra) and vesicular liquid peptides (VLP-Tcra<30kDa) cysticercus. The polyclonal sera were separated obtaining IgG-lgG anti-Tso, IgG anti-Tcra and IgG anti-Tcra<30kDa fractions. A specific monoclonal antibody was also applied for reaching the excretion and secretion antigen of the T. crassiceps (ES-Tcra) larvae culture. Clones selection was performed through Elisa test applying the T-Tso and VL-Tcra antigens. When IgG anti-Tso, IgG anti-Tcra and IgG anti-Tcra<30kDa fractions were applied in the ELISA test, the accuracy obtained was 70%, 82,5% and 95,8% and the specificity of 82,5%, 98% and 100%, respectively, in samples of both NC and C groups. In the samples of the group in different stages of the disease there was no significant difference on reactivity between the samples when the fractions were applied. For the 21 samples of the NC group - active stage of the disease with IgG anti-Tcra fraction and the anti-ES-Tcra monoclonal antibody respectively, 13 and 16 samples were positive for antigen analyses. The CSF samples of the C group did not present reactivity with the antibodies applied in the tests. Tests for 68 CSF samples of "suspected" NC group, were also conducted. According to the cytoproteic characteristics besides the reactivity for the anti-T. solium antibody study, the CSF samples of this group showed standard reactivity for antigen detection ranging also in accordance with the presence of antibodies and of the protein and/or cell alterations that the samples would or not present. Fractions of 14 and 18kDa were identified by immunoblot test only in the CSF samples of patients with NC using the IgG anti-Tso IgG anti-Tcra fractions and the anti-ES-Tcra monoclonal antibody. The anti-ES-Tcra monoclonal antibody has shown to be efficient for analyzing antigens by a comparing method of the ELISA test in CSF samples of patients with NC and the ES-Tcra antigen.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-01-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.