• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.9.2003.tde-19032015-095415
Documento
Autor
Nome completo
Bety Chen
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2003
Orientador
Banca examinadora
Hirata, Mario Hiroyuki (Presidente)
Muñoz, Daniel Romero
Otto, Paulo Alberto
Título em português
Estudo dos polimorfismos das regiões hipervariáveis HV1 e HV2 do DNA mitocondrial da população brasileira aplicado à identificação humana
Palavras-chave em português
Análise química do sangue (aplicações; aspectos legais)
Bioquímica clínica
DNA mitocondrial (estudo; aplicações)
Polimorfismo (estudo; aplicações)
Química forênsica
Resumo em português
Com o intuito de avaliar os polimorfismos de mtDNA e a diversidade genética na população brasileira, foram estudados 84 indivíduos não aparentados: 49 caucasóides e 35 negróides da região sudeste do Brasil. As amostras de sangue obtidas por punção da polpa digital foram colocadas em papel de filtro e o mtDNA extraído pelo método orgânico. Foram amplificadas as regiões hipervariáveis HV1 a partir do nucleotídeo 16.051 até 16.365 e HV2 entre os nucleotídeos 71 e 340. O fragmento foi purificado e após a reação de seqüenciamento, as fitas sense e anti-sense foram alinhadas com a seqüência de Anderson e sobrepostas para confirmação. Foram encontradas 108 posições contendo transições, 15 transversões, 11 deleções e 4 inserções. Nove regiões apresentaram duas variantes de seqüência polimórfica. A maioria das seqüências foi observada uma única vez e em 84 indivíduos foram observados 80 haplótipos distintos. O índice de diversidade genética e a probabilidade de semelhança entre duas seqüências escolhidas ao acaso foram respectivamente de 0,9714 e 0,0286 para os negróides e de 0,9788 e 0,0212 para os caucasóides. Ao realizar análise pareada dos haplótipos, a média de nucleotídeos diferentes entre as seqüências foi de 14,36 ± 5,68 bases em um total de 3.486 pares comparados, indicando uma alta diversidade entre haplótipos nesta população. Os resultados demonstraram que o mtDNA é informativo para identificação humana e o conhecimento da freqüência dos haplótipos na população de interesse tem utilidade significativa na aplicação Forense, principalmente para se avaliar estatisticamente os resultados, fornecendo maior precisão, exatidão e dados contundentes nas investigações.
Título em inglês
Polymorphism study of hypervariable regions HV1 and HV2 of the mitochondrial DNA of the population applied to human identification
Palavras-chave em inglês
Blood chemistry analysis (applications; legal aspects)
Clinical biochemistry
Forensic chemistry
Mitochondrial DNA (study; applications)
Polymorphism (study; applications)
Resumo em inglês
In order to evaluate the mtDNA polymorphism and demonstrate the sequence diversity in Brazilians, we established a database of 84 unrelated individuals, 49 Caucasians and 35 negroids from the southeast of Brazil. The samples were collected on a whatman paper by finger punction, the mtDNA was extracted by organic method and hipervariable regions, HV1 from 16.051 to 16.365 bp and HV2 from 71 to 340 bp were amplified. Both sense and anti-sense strands were sequenced. When compared to Anderson sequence, 108 transitions, 15 transversions, 11 deletions and 4 insertions were found. Nine positions exhibited two variants of polymorphic sequence. The majority of the sequences were observed once, and in 84 sequences, 80 haplotypes were observed. The sequence diversity and the probability for two individuals randomly matching over two hypervariable regions were 0.9714 and 0.0286 for persons of color and 0.9788 and 0.0212 for Caucasians. In pair wise comparison, the mean sequence difference of 14,36 ± 5,68 nucleotides over 3,486 pairs compared, indicates a high diversity in this population. The data demonstrates that mtDNA sequencing can be informative in forensic cases, but it is of crucial importance to know the frequency of the mtDNA haplotypes to statistically evaluate the results.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
BetyChen_M.pdf (4.62 Mbytes)
Data de Publicação
2015-03-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.