• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.9.2013.tde-01072015-121645
Documento
Autor
Nome completo
Tamiris Invencioni Moraes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2013
Orientador
Banca examinadora
Hirata, Rosario Dominguez Crespo (Presidente)
Santos, Rosa Ferreira dos
Villares, Sandra Mara Ferreira
Título em português
Relação entre polimorfismos dos genes LEP, FTO, APOA5, ADRB3, TCF7L2, ENPP1, CYP11B2 e PPARG e a síndrome metabólica
Palavras-chave em português
Genes
Polimorfismos
Síndrome metabólica
Resumo em português
A síndrome metabólica (SM) é um conjunto de alterações metabólicas caracterizadas por três de cinco fatores sendo estes; obesidade abdominal, resistência à insulina, hiperglicemia, dislipidemia e hipertensão. As alterações fisiopatológicas da SM são importantes fatores de risco para a doença cardiovascular que tem alta prevalência na maioria das populações. Estudos genéticos têm mostrado que polimorfismos em genes envolvidos em vias do metabolismo glicídico e lipídico estão relacionados com maior predisposição à SM, porém há poucos dados na nossa população. O objetivo deste projeto é estudar a relação entre polimorfismos nos genes LEP, FTO, APOA5, ADRB3, TCF7L2, ENPP1, CYP11B2 e PPARG e a SM. Foram avaliados parâmetros antropométricos, composição corporal, perfil metabólico e de adipocinas, em 167 indivíduos com SM e 262 sem SM, 321 mulheres e 108 homens, e idade entre 30 e 70 anos. Amostras de sangue periférico foram utilizadas para extração de DNA e determinações de perfil lipídico, glicêmico e de adipocinas. Os polimorfismos FTO (rs1421085 T>C, rs1558902 T>A, rs17817449 T>G, rs8050136 C>A, rs9939609 T>A e rs9930506 A>G), LEP rs7799039 G>A, APOA5 rs662799 T>C, ADRB3 rs4994 T>C, TCF7L2 rs7903146 C>T, ENPP1 rs1044498 A>C, CYP11B2 rs1799998 A>G e PPARG rs2972162 C>T foram analisados por PCR em tempo real. As frequências gênicas e alélicas dos polimorfismos estudados foram similares entre os grupos com e sem SM (p>0,05). O haplótipo FTO TTTCAG foi mais frequente no grupo SM (4,2%) do que sem SM (<1,0%, p=0,003), sugerindo que os portadores deste haplótipo tem maior risco de desenvolver síndrome metabólica. Maiores valores de índice de massa corporal (IMC), circunferência abdominal (CA) ou razão cintura-quadril (RCQ) foram observadas nos portadores dos polimorfismos FTO rs1481085 (alelo C), FTO rs1558902 (alelo A), FTO rs17817449 (alelo G), FTO rs8050136 (alelo A), FTO rs9939609 (alelo A), LEP rs7799019 (alelo A), TCF7L2 rs7903146 (alelo C) em comparação com os portadores de genótipos ancestrais (p<0,05), principalmente no grupo SM. Além disso, o polimorfismo FTO rs9930506 (alelo G) foi relacionado com maior teor de gordura corporal (p=0,040), no grupo SM. O SNP CYP11B2 rs1799998 (alelo G) foi relacionado com maior concentração sérica de LDL colesterol e menor concentração de apoAI (p<0,05), grupo SM. Enquanto que a variante ENPP1 rs1044498 (alelo C) foi associada com menor trigliceridemia (p=0,024), no grupo sem SM. Portadores do alelo A do SNP LEP rs7799019 tiveram maior insulinemia e maiores valores de HOMA-β e HOMA-IR que os portadores do genótipo GG (p<0,05), em ambos os grupos, sugerindo a relação desta variante com resistência a insulina. Menores concentrações de leptina foram observadas nos portadores dos SNPs LEP rs7799019 (alelo A) (p=0,031) e ENPP1 rs1044498 (alelo C) (p=0,021) grupo SM; e FTO rs9939609 (alelo A) (p=0,047) no grupo sem SM. A variante FTO rs9930506 (alelo G) foi relacionada com maior adiponectinemia (p<0,05), no grupo SM. Enquanto o SNP ENPP1 rs1044498 (alelo C) foi relacionado com menor concentração sérica de adiponectina nos grupos com (p=0,010) e sem (p=0,006) SM. Em síntese, polimorfismos FTO, LEP e TCF7L2 tem importante papel na adiposidade associada com a síndrome metabólica, em nossa população, e junto com as variantes CYP11B2 ENPP1 contribuem para a variabilidade do perfil metabólico e de adipocinas principalmente em indivíduos com SM.
Título em inglês
Relationship between polymorphisms of the LEP, FTO, APOA5, ADRB3, TCF7L2, ENPP1, PPARG and CYP11B2 and metabolic syndrome.
Palavras-chave em inglês
Genes
Metabolic syndrome
Polymorphisms
Resumo em inglês
Metabolic syndrome (MS) is a group of metabolic disorders characterized by three of five factors, which are: abdominal obesity, insulin resistance, hyperglycemia, dyslipidemia and hypertension. The pathophysiological changes of MS are important risk factors for cardiovascular disease that has a high prevalence in most populations. Genetic studies have shown that polymorphisms in genes involved in pathways of glucose and lipid metabolism are associated with increased predisposition to MS, but there are few data on our population. The objective of this project is to study the relationship between polymorphisms in LEP, FTO, APOA5, ADRB3, TCF7L2, ENPP1, PPARG and CYP11B2 and the SM. We evaluated anthropometric parameters, body composition, metabolic profile and adipokines in 167 individuals with MS and 262 without MS, 321 women and 108 men, aged between 30 and 70 years. Peripheral blood samples were used for DNA extraction and determination of lipid profile, glycemic and adipokines. The polymorphisms FTO (rs1421085 T>C rs1558902 T>A rs17817449 T>G rs8050136 C>A rs9939609 T>A and rs9930506 A>G), LEP rs7799039 G>A APOA5 rs662799 T>C ADRB3 rs4994 T>C TCF7L2 rs7903146 C>T, ENPP1 rs1044498 A>C CYP11B2 rs1799998 A>G and PPARG rs2972162C G>T were analyzed by real-time PCR. Genic and allelic frequencies of polymorphisms were similar between the groups with and without MS (p> 0.05). The FTO TTTCAG haplotype was more frequent in the SM group (4.2%) than without MS (<1.0%, p = 0.003), suggesting that carriers of this haplotype have higher risk of developing metabolic syndrome. Higher values of body mass index (BMI), waist circumference (WC) or waist-hip ratio (WHR) were observed in carriers of the FTO rs1481085 polymorphism (C allele), FTO rs1558902 (allele A), FTO rs17817449 (G allele), FTO rs8050136 (allele A), FTO rs9939609 (allele A), LEP rs7799019 (allele A), TCF7L2 rs7903146 (C allele) compared with those with ancestral genotypes (p <0.05), especially in the SM group. In addition, FTO rs9930506 polymorphism (G allele) was associated with higher fat body mass (p = 0.040) in MS group. CYP11B2 SNP rs1799998 (G allele) was associated with increased serum concentration of LDL cholesterol and apoAI lower concentration (p <0.05) SM group. While the ENPP1 variant rs1044498 (C allele) was associated with lower plasma triglycerides (p = 0.024) in the group without MS. Carriers of the A allele of SNP rs7799019 LEP had higher insulin and higher HOMA-β and HOMA-IR than carriers of the GG genotype (p <0.05) in both groups, suggesting the relationship of this variant with insulin resistance. Lower concentrations of leptin were observed in carriers of the LEP SNPs rs7799019 (allele A) (p = 0.031) and ENPP1 rs1044498 (allele C) (p = 0.021) SM group, and FTO rs9939609 (allele A) (p = 0.047) in the group without MS. The variant FTO rs9930506 (G allele) was associated with higher adiponectinemia (p <0.05) in group SM. While the ENPP1 SNPs rs1044498 (C allele) was associated with lower serum concentration of adiponectin in groups with (p = 0.010) and without (p = 0.006) MS. In summary, polymorphisms FTO, TCF7L2 and LEP play an important role in adiposity associated with metabolic syndrome in our population, and along with the CYP11B2 ENPP1 variants contribute to the variability of the metabolic profile of adipokines, especially in individuals with MS.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-07-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.