• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.9.2018.tde-11092018-164136
Documento
Autor
Nome completo
Sílvia Ainara Cardoso Agibert
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Lannes, Suzana Caetano da Silva (Presidente)
Efraim, Priscila
Gioielli, Luiz Antonio
Pereira, Isabela Rosier Olimpio
Título em português
Adição de óleo de amendoim alto oleico encapsulado em chocolate amargo
Palavras-chave em português
Análises em microcápsulas
Chocolates
Encapsulamento
Óleo de amendoim alto oleico
Óleos nutricionais
Reologia
Resumo em português
Diante do aumento da incidência de doenças cardiovasculares no mundo, oferecer alimentos mais saudáveis ao mercado consumidor tem se tornado uma grande tendência na indústria de alimentos. Ao chocolate amargo 57%, alimento saudável e indulgente, objetivou-se adicionar microcápsulas de óleo de amendoim alto oleico, cujo valor nutricional está associado à presença do ácido oleico, um ácido graxo monoinsaturado considerado fundamental por suas propriedades benéficas na redução da oxidação do LDL-colesterol. O trabalho foi dividido em duas etapas: produção e caracterização de microcápsulas de óleo de amendoim alto oleico; formulação, produção e caracterização de chocolate amargo adicionado de óleo de amendoim alto oleico microencapsulado (5%, 7,5% e 10%) avaliando-se sua estabilidade ao longo de 112 dias de vida de prateleira, com vistas a um produto com qualidade nutricional e tecnológica. A emulsão preparada para a produção das microcápsulas em spray dryer de escala laboratorial apresentou estabilidade cinética a 18°C, pH de 4,82 ± 0,07, teor de sólidos solúveis totais de 14,7 ± 0,1 °Brix, 0,983 ± 0,010 de atividade de água, comportamento pseudoplástico ajustado ao modelo de Binghan e elevada tixotropia, mostrando-se adequada ao processo pretendido. O processo de microencapsulação apresentou 65% de rendimento em escala laboratorial. Tal qual obtido por outros autores, as microcápsulas de óleo de amendoim alto oleico apresentaram: 3,32% ± 0,03% de umidade, 0,244 ± 0,012 de atividade de água, 0,50 ± 0,02 g·mL-1 de densidade acomodada, e morfologia de superfície amorfa e típica das microcápsulas produzidas por atomização com goma arábica como agente encapsulante, o que indica a formação de um filme contínuo que garante menor permeabilidade a gases e maior proteção e retenção do recheio, indicando processo altamente bem sucedido. O chocolate amargo adicionado de 5% de microcápsulas foi considerado o mais adequado dentre as formulações avaliadas, pois apresentou menor teor de umidade (1,37% ± 0,2%) e maior teor de lipídios (33,95% ± 1,48%) e ácido graxo oleico (33,861% ± 0,014%), nesta fração lipídica, do que as amostras dos demais tratamentos, além de apresentar propriedades reológicas e calorimétricas compatíves à formulação controle, com comportamento pseudoplástico melhor ajustado ao modelo de Casson (R²>0,98) e estabilidade durante a vida de prateleira. As relevantes informações tecnológicas obtidas comprovaram a viabilidade tecnológica para a produção e comercialização de um produto alimentício de importância nutricional.
Título em inglês
Addition of high oleic peanut oil encapsulated in dark chocolate
Palavras-chave em inglês
Chocolates
Encapsulation
High oleic peanut oil
Nutritional oils
Rheology, Microcapsules analysis
Resumo em inglês
The increasing of cardiovascular diseases in the world is promoting the interest for science development in healthier foods to the consumer market, which has become a major trend in the food industry. The aim of this study was to add microcapsules of high oleic peanut oil in dark chocolate 57%, a healthy and indulgent food. The nutritional value of the high oleic peanut oil is associated with the presence of oleic acid, a monounsaturated fatty acid considered fundamental for its beneficial properties in reducing oxidation of LDL-cholesterol. The work was divided into two stages: production and characterization of microcapsules of high oleic peanut oil; formulation, production and characterization of dark chocolate with microcapsules of high oleic peanut oil added (5%, 7.5% and 10%) evaluating its stability during 112 days of shelf life, with a view to a product with nutritional and technological quality. The emulsion prepared to produce microcapsules in laboratory scale spray dryer showed kinetic stability at 18°C, pH of 4.82 ± 0.07, total soluble solids content of 14.7 ± 0.1 °Brix, 0.983 ± 0.010 of water activity, pseudoplastic behavior adjusted to the model of Binghan and high thixotropy, being suitable for the intended process. The microencapsulation process showed 65% yield in laboratory scale. As obtained by other authors, the high oleic peanut oil microcapsules were: 3.32% ± 0.03% moisture, 0.244 ± 0.012 water activity, 0.50 ± 0.02 g·mL-1 bulk density, and morphology of the amorphous and typical surface of the microcapsules produced by spray drying with gum arabic as the encapsulating agent, which indicates the formation of a continuous film that provides less permeability to gases and improved protection and retention of the filling, indicating highly successful process. The dark chocolate with 5% of microcapsules added was considered the most suitable among the evaluated formulations, since it presented lower moisture content (1.37% ± 0.2%) and higher lipid content (33.95% ± 1.48%) and oleic acid (33.861% ± 0.014%), in this lipid fraction, than the other treatments, besides having rheological and calorimetric properties compatible to the control formulation, with pseudoplastic behavior better adjusted to the Casson model (R²> 0.98) and stability over the shelf life. The relevant technological information obtained proved the technological feasibility for the production and commercialization of a food product of nutritional importance.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-09-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.