• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Marisilda de Almeida Ribeiro
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2002
Orientador
Banca examinadora
Cozzolino, Silvia Maria Franciscato (Presidente)
Marchini, Julio Sérgio
Moreno, Fernando Salvador
Rosias, Maria Fernanda Georgina Gine
Salzen, Andreas Martens-von
Título em português
Biodisponibilidade do zinco de dieta brasileira utilizando a técnica com isótopos estáveis
Palavras-chave em português
Biodisponibilidade
Dieta (Análise) Brasil
Isótopos estáveis
Zinco (Disponibilidade)
Resumo em português
A associação entre distúrbios metabólicos e carência dietética de zinco mostra-se relacionada com o desequilíbrio de nutrientes na dieta, apontado como um fator interferente na biodisponibilidade desse mineral. Este trabalho teve por objetivo, avaliar a biodisponibilidade do zinco em dieta brasileira, adequada em energia e macronutrientes, utilizando técnica com isótopos estáveis. Depois de identificado o perfil alimentar de 12 indivíduos, do sexo masculino, com idade entre 19 e 42 anos, o grupo consumiu, durante 7 dias, uma dieta experimental, equilibrada e variada. No 8° dia do experimento cada indivíduo recebeu uma dose intravenosa de 70Zn e a refeição do almoço marcada, extrinsecamente, com 67Zn, ambos enriquecidos. Os voluntários, com 68 ± 5kg e 1,73 m, apresentavam-se eutróficos (IMC=23 ± 1) e clinicamente saudáveis, tendo-se constatado um consumo usual de dieta hiperproteica e hiperlipídica, para a maioria do grupo. A análise direta das dietas consumidas revelou que foi atendida 95% da recomendação de energia para o grupo (2809 ± 198,54 kcal), distribuída em 16, 26 e 58% para proteínas, lipídios e carboidratos, respectivamente. Ao contrário do Ca (712 ± 79 mg), as concentrações de Zn (11,62 ± 1,55mg) e Fe (10,65 ± 1,47mg) superaram as recomendações, e as frações IP5 e IP6 do fitato não foram detectáveis (<0,01). Das análises das concentrações de zinco no plasma, eritrócitos e urina, conclui-se que o estado nutricional, relativo ao zinco, da maioria dos voluntários mostrou-se satisfatório, uma vez estar de acordo com os padrões de referência. O enriquecimento dos isótopos 67Zn e 70Zn na urina de cada indivíduo foi determinado pela técnica de espectrometria de massa por plasma induzido (ICP-MS), revelando percentual de absorção de 30%, com variações entre 11 e 47%. Os resultados indicam que a biodisponibilidade do zinco na dieta avaliada pode ser classificada como sendo de moderada a alta, segundo critérios da OMS.
Título em inglês
Bioavailability of zine in the Brazilian diet by the use of a stable isotope technique
Palavras-chave em inglês
Bioavaliability
Diet (Analysis) - Brazil
Stable isotopes
Zinc (Availability)
Resumo em inglês
This research aimed to evaluate the bioavailability of zine in the Brazilian diet, containing the required energy and macronutrients, by the use of a stable isotope technique. Twelve male eutrophic healthy individuals in age between 19 - 42 years were enrolled in the study. The group consumed an experimental diet for a week, corresponding to 95% of the energy requirement (RDA-1989) and composed of 16% protein, 26% fat and 58% carbohydrate. In day eighth of the experiment, an intravenous injection of 70Zn was given to each individual and the meal consumed at lunch was extrinsically labeled with 67Zn, in that both stable isotopes were enriched. The percentage increase, or enrichment, of 67Zn and 70Zn in the urine of each individual was evaluated by Inductively Coupled Plasma Mass Spectrometry (ICP-MS) and showed an average zinc absorption of 30%, variation from 11 to 47%, and a bioavailability from modest to high, according to the WHO criteria.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-09-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.