• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Ricardo José dos Santos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2005
Orientador
Banca examinadora
Rodriguez, Maria Ines Genovese (Presidente)
Lajolo, Franco Maria
Mercadante, Adriana Zerlotti
Título em português
Efeito do armazenamento de polpas de frutas congeladas sobre os teores de flavonóides, vitamina C e atividade antioxidante
Palavras-chave em português
Ácido ascórbico
Armazenagem de alimentos (Efeitos)
Armazenagem em atmosfera modificada (Efeitos)
Armazenamento
Atividade antioxidante
Conservação de alimentos
Flavonóides
Frutas (Armazenagem; Efeitos)
Polpa de fruta
Resumo em português
As frutas deteriorarem-se em poucos dias, tendo sua comercialização in natura dificultada a grandes distâncias. Além disso, estima-se que as perdas pós-colheita variem de 15 a 50% do total. Desta forma, a produção de polpas de frutas congeladas se tornou um meio favorável para o seu aproveitamento integral na época da safra, evitando os problemas ligados à sazonalidade. Os flavonóides e o ácido ascórbico presente em frutas apresentam atividade antioxidante, associada à menor incidência de crônico-degenerativas. Os objetivos deste trabalho foram avaliar o efeito do armazenamento em condições comerciais (-18 ºC) de polpas de frutas (acerola, açaí, amora e morango) e o efeito do processamento artesanal para sua obtenção sobre os teores de flavonóides, vitamina C e atividade antioxidante in vitro. A composição dos flavonóides e os teores de vitamina C foram determinados por CLAE, o teor de fenólicos totais através do método Folin-Ciocalteu, e a atividade antioxidante pelo método de co-oxidação do β-caroteno/ácido linoléico e através do seqüestro de radicais livres do DPPH. Os resultados mostraram que o efeito do processamento para obtenção das polpas de frutas congeladas sobre os teores de compostos fenólicos e vitamina C varia de acordo com o fruto. No caso do morango e da amora, as polpas apresentaram teores similares aos seus respectivos frutos. Já para acerola, a separação do epicarpo e das sementes durante o processo de despolpamento ocasionou um aumento do teor de vitamina C e diminuição do teor de flavonóides na polpa. O armazenamento de polpas congeladas de morango, amora, açaí e acerola em condições comerciais (-18 ºC), por até um ano, não afeta os teores de flavonóides, vitamina C, fenólicos totais e atividade antioxidante.
Título em inglês
Effect of storage of frozen fruit pulps on the levels of flavonoids, vitamin C and antioxidant activity
Palavras-chave em inglês
Antioxidant activity
Ascorbic acid
Flavonoids
Food preservation
Food storage (Effects)
Fruit (Storage; Effects)
Fruit pulp
Storage
Storage in a modified atmosphere (Effects)
Resumo em inglês
The fruits become deteriorated in few days, therefore their commercialization is difficult for long distances. Thus, production of frozen fruits pulps become a favorable method for utilization of the integral fruit. The fruits containing flavonoids and ascorbic acid that are bioactive compounds that present antioxidant activity due to their ability of reducing the formation of free radicals, besides the possible effects in reducing the incidence of chronic degenerative diseases. The objective of this work was to verify the effect of the storage at commercial conditions (-18°C) of frozen fruits pulps (acerola, açaí, blackberry and strawberry) and the effect of the artisan processing on the flavonoids, vitamin C contents and antioxidant activity. Flavonoids and vitamin C contents were determined by HPLC, total phenolics contents through the Folin-Ciocalteu method, and the antioxidant activity was evaluated by the linoleic acid/β-carotene system and by measuring DPPH free-radical scavenging capacity. The results showed that the effect of processing for obtainment of frozen fruits pulps on total phenolics and vitamin C changed according to the fruit analysed. The fruits pulps of strawberry and blackberry showed similar contents to their respective fruits. In acerola, epicarp and seeds separation during the processing increased the vitamin C contents and decreased the flavonoids contents in pulp. In conclusion, the storage of frozen fruits pulps of acerola, açaí, strawberry and blackberry at commercial conditions (-18ºC) during a year, did not affect the flavonoids, vitamin C, phenolics total contents and antioxidant activity.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-01-31
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.