• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.9.2004.tde-05072007-153036
Documento
Autor
Nome completo
Alvaro Augusto Feitosa Pereira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2004
Orientador
Banca examinadora
Tenuta Filho, Alfredo (Presidente)
Muradian, Ligia Bicudo de Almeida
Zenebon, Odair
Título em português
Avaliação de condições de consumo da sardinha fresca, descongelada e processada, através de substâncias que reagem com o ácido tiobarbitúrico e do nitrogênio de bases voláteis totais
Palavras-chave em português
Bromatologia
Sardinha: Controle de qualidade
Resumo em português
O presente trabalho foi motivado pelas condições de comercialização da sardinha verdadeira (Sardinella brasiliensis) fresca, descongelada e processada no município de São Paulo-SP, aparentemente não adequadas. Amostras de sardinhas foram analisadas usando como parâmetros os valores de substâncias que reagem com o ácido tiobarbitúrico (TBARS) e nitrogênio de bases voláteis totais (N-BVT). As amostras foram coletadas e analisadas em três momentos diferentes da cadeia produtiva: ao desembarque na CEAGESP (Companhia de Entrepostos e Armazens Gerais do Estado de São Paulo), durante a comercialização em feiras-livres antes da vigência do defeso da espécie e durante a comercialização em feiras-livres na vigência do defeso da espécie (dezembro a março). Para a sardinha desembarcada na CEAGESP, foram observados os seguintes valores médios ± desvio-padrão: TBARS= 0,18 ± 0,17 mg de aldeído malônico (AM)/ kg e N-BVT= 15,75 ± 2,39 mg/ 100 g. Para a sardinha comercializada em feira-livre antes do defeso, os valores registrados foram TBARS= 0,82 ±0,63 mg AM/ kg e N-BVT= 27,06 ± 2,18 mg/ 100g. Para a sardinha comercializada em feira-livre durante o defeso foram detectados TBARS= 7,14 ± 5,36 mg AM/ kg e N-BVT= 27,69 ± 2,80 mg/ 100 g . Os resultados mostraram haver, para os valores de TBARS, diferença estatisticamente significativa entre a sardinha desembarcada na CEAGESP e a comercializada em feira-livre antes do defeso, bem como entre estas e as comercializadas na vigência do defeso. Já para os valores de N-BVT foi notada diferença estatisticamente significativa entre a sardinha desembarcada na CEAGESP e as comercializadas em feira-livre, porém não houve diferença estatisticamente significativa entre as sardinhas comercializadas em feira-livre antes e durante a vigência do defeso. Na sardinha salmourada foram verificados valores médios de TBARS= 4,07 ± 1,22 mg AM/ kg e N-BVT= 44,32 ± 14,38 mg/ 100 g quando não-lavada; e TBARS= 1,25 ± 0,23 mg AM/ kg e N-BVT= 39,63 ± 4,00 mg/ 100 g quando lavada. Para a sardinha anchovada foram detectados os valores médios de TBARS= 3,71 ± 0,77 mg AM/ kg e N-BVT= 62,96 ± 9,33 mg/ 100 g. Foram ainda comparados valores de TBARS e lisina biodisponível, não se observando correlação significativa entre eles (R2= 0,1732). Apenas a sardinha fresca comercializada na CEAGESP apresentou condição aceitável de consumo.
Título em inglês
Evaluation of consumption conditions of fresh, defrosted and processed sardines through thiobarbituric acid reacting substances and total volatile base nitrogen
Palavras-chave em inglês
Bromatology
Sardine: Quality control
Resumo em inglês
This work was motivated by the observation of the apparently not adequate trade conditions of the fresh, defrosted and processed Brazilian sardine (Sardinella brasiliensis) in the city of São Paulo-SP. Sardine samples were analysed for thiobarbituric acid reacting substances (TBARS) and total volatile base nitrogen (TVB-N). The samples were collected and analysed at three different times in the production chain: on landing at CEAGESP (the Central Warehouse Company of the State of São Paulo), while on sale at the street markets before the species-catching prohibition and while on sale at the street markets during the species-catching prohibition period (December-March). The following results were observed for the sardine landed at CEAGESP (mean ± standard deviation): TBARS= 0.18 ± 0.17 mg malondialdehyde (MDA)/ kg and TVB-N= 15.75 ± 2.39 mg/ 100 g. For the sardines collected at the street markets before the prohibition period, the results were TBARS= 0.82 ± 0.63 mg MDA/ kg and TVB-N= 27.06 ± 2.18 mg/ 100 g. The values detected for the samples collected at the street markets during the prohibition period were TBARS= 7.14 ± 5.36 mg MDA/ kg and TVB-N= 27.69 ± 2.80 mg/ 100 g. The results show a statistically significant difference between the TBARS values for the samples collected at CEAGESP and the ones collected at the street markets before the prohibition period and between the latter and the ones collected at the street markets during the prohibition period. On the other hand, a statistically significant difference was noticed between the TVB-N values for the sardines collected at CEAGESP and the ones collected at the street markets, but there was not any statistically significant difference between the samples collected at the street markets before and during the prohibition period. In unwashed brined sardines the following values were recorded: TBARS= 4.07 ± 1.22 mg MDA/ kg and TVB-N= 44.32 ± 14.38 mg/ 100 g, while for the washed samples the results were TBARS= 1.25 ± 0.23 mg MDA/ kg and TVB-N= 39.63 ± 4.00 mg/ 100 g. For ripened sardine values of TBARS= 3.71 ± 0.77 mg MDA/ kg and TVB-N= 62.96 ± 9.33 mg/ 100 g were detected. TBARS values were also compared to available lysine and no significant correlation was found (R2= 0.1732). Only the fresh sardines landed at CEAGESP showed acceptable condition for consumption.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
alvaro.pdf (374.19 Kbytes)
Data de Publicação
2007-07-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.