• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.9.2000.tde-02022009-223441
Documento
Autor
Nome completo
Luciano dos Santos Bersot
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2000
Orientador
Banca examinadora
Destro, Maria Teresa (Presidente)
Landgraf, Mariza
Pinto, José Paes de Almeida Nogueira
Título em português
Freqüência de Listeria monocytogenes em Mortadelas e Comportamento Durante o Processamento Industrial e Estocagem
Palavras-chave em português
Alimento pronto para consumo
Alimentos (Microbiologia)
Higiene de alimentos
Listeria monocytogenes
Mortadela
Processamento
Processamento de mortadelas
Sobrevivência
Resumo em português
A importância da Listeria monocytogenes como patógeno veiculado por alimentos, causador de grave quadro de infecção é bem conhecida. Devido a sua grande capacidade de sobrevivência às condições adversas do ambiente, o presente trabalho teve como objetivos verificar a freqüência de L. monocytogenes em mortadelas comercializadas no município de São Paulo, SP; avaliar o comportamento de 2 níveis de inóculos de L. monocytogenes frente ao processamento térmico de mortadelas de 2 formulações em diferentes condições de estocagem e avaliar o comportamento de L. monocytogenes naturalmente presente em mortadelas fatiadas, embaladas a vácuo, comercializadas e estocadas sob refrigeração, durante sua vida de prateleira. As amostras foram analisadas pelos métodos de Presença/Ausência ou NMP/g. Verificou-se que 26,7% das amostras de mortadelas analisadas foram positivas para L. monocytogenes. O processamento térmico convencional aplicado na cocção das mortadelas (74ºC no ponto mais frio) foi suficiente para redução dos inóculos em até 3 ciclos log independente da formulação do produto. A temperatura de estocagem, refrigeração ou temperatura ambiente, não interferiu na recuperação do microrganismo. Nas mortadelas fatiadas e embaladas a vácuo foi observado aumento médio de 2,5 ciclos log do NMP de L. monocytogeneslg durante a vida de prateleira do produto, com níveis de L. monocytogenes próximos a 2,0 log NMP/g no final da vida de prateleira do produto. De acordo com os resultados obtidos concluiu-se que L. monocytogenes é um patógeno freqüente em mortadelas; o tratamento térmico de mortadelas é suficiente para redução de até 3 ciclos logarítmicos de L. monocytogenes, não tendo sido observada presença do microrganismo durante estocagem por 30 dias e que mortadelas fatiadas e embaladas a vácuo mantidas sob refrigeração são susceptíveis a multiplicação de L. monocytogenes durante sua estocagem refrigerada, representando um risco à população susceptível.
Título em inglês
Listeria monocytogenes: frequency and behavior in "mortadella" during commercial processing and storage
Palavras-chave em inglês
Food hygiene
Foods (Microbiology)
Listeria monocytogenes
Mortadella processing
Ready-to-eat meat
Resumo em inglês
L. monocytogenes is an important foodborne pathogen that can cause life threating infections. The importance of L. monocytogenes as a foodborne pathogen is well known. Its capacity to resist to adverse environmental conditions makes this microorganism a cause of concern for the food industry. The objectives of this study were to evaluate: the incidence of L. monocytogenes in mortadella samples commercialised in São Paulo, SP, BR; the behaviour of 2 leveis of L. monocytogenes during the processing of 2 formulations of the product stored at difterent conditions and the behaviour of indigenous L. monocytogenes present in vaccum-packed sliced mortadella during the shelf life of the product. Samples were analised by the Presence/Absence technique or By MPN. 26.7% of the mortadella samples were positive for L. monocytogenes. The conventional cooking process (74°C in the coldest point) was sufficient to reduce the population of the microorganism in up to 3 log and the formulation of the product did not interfere with this reduction. L. monocytogenes was not detected during storage of the product for up to 30 days under cold storage (5-8°C) or room temperature (25°C). The vaccum-packed sliced product showed a mean increase of 2.5 log of MPN/g during its shelf life with the bacterium reaching populations around 2 log MPN/g by the end of the período It could be concluded that L. monocytogenes is very frequent in mortadellas; for this product the cooking process is sufticient to reduce up to 3 log of L. monocytogenes. This microorganism could not be recovered during storage for up to 30 days, indicating no sub-Iethal damage. The vaccum-packed sliced product stored under refrigeration is susceptible to L. monocytogenes growth and can be considered risky to susceptible population.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Bersot_Mestrado.pdf (2.60 Mbytes)
Data de Publicação
2013-04-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.