• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.89.2012.tde-21032013-123948
Documento
Autor
Nome completo
Elisabeth Maciel
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Cyrillo, Denise Cavallini (Presidente)
Monteiro, Carlos Augusto
Nishijima, Marislei
Título em português
O gostoso e o saudável: uma análise da utilização de apelos de saúde na rotulagem de alimentos e sua convergência com o conteúdo nutricional
Palavras-chave em português
Apelos de saúde
Informação nutricional
Legislação
Marketing
Rotulagem
Resumo em português
Introdução. A epidemia global de obesidade e suas consequências ocorrem simultaneamente a uma maior consciência quanto às escolhas que promovem a saúde, padrões estéticos cada vez mais magros e oferta crescente de alimentos industrializados de alta densidade calórica, saborosos e práticos. Este cenário estimula a indústria de alimentos a utilizar apelos de saúde como estratégia de concorrência. Objetivo. Analisar a utilização de apelos de saúde e outras estratégias de incentivo ao consumo presentes na rotulagem de alimentos industrializados, sua coerência com os teores de calorias, gorduras, açúcares e sal presentes nesses alimentos e sua convergência com a legislação pertinente. Metodologia. A definição de teores elevados de calorias, gorduras, açúcares e sódio e dos quesitos que nortearam a análise foi feita a partir da legislação pertinente e da literatura. Um formulário foi criado e a análise baseou-se nas informações declaradas na rotulagem pelo fabricante. A categoria estudada foi Biscoitos e Salgadinhos. Os produtos foram escolhidos pela análise do gasto das famílias paulistanas com alimentação a partir da base de micro dados da Pesquisa de Orçamento Familiar (POF), da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE). Foram identificadas 64 marcas e adquiridos 209 produtos em supermercados da cidade de São Paulo. Foram avaliados densidade calórica, teores de açúcar, gorduras saturada e trans, e sódio. Quatro dos quesitos tratam de diversas formas de estímulo ao consumo (apelos de saúde, selos de certificação, brindes e prêmios e apresentação do produto); o último trata da obrigatoriedade de informar os teores de gorduras, açúcar e sódio em destaque. Produtos com um ou mais teores elevados não deveriam apresentar nenhuma ação relativa aos quatro primeiros quesitos, e todos deveriam atender ao último, por ser exigência legal. Resultados. A totalidade dos produtos apresentou densidade calórica elevada e para 99% a quantidade de Kcal/100g foi maior que o dobro do limite; 48% não informaram os teores de açúcar separadamente; 22% declararam quantidades elevadas de açúcar; 64% apresentaram teores elevados de gordura saturada. Mais da metade dos produtos continha gordura vegetal, mas declarou 0% de gordura trans na porção; 35% eram alimentos livres de gordura vegetal; 53% apresentaram teores de sódio elevados sendo 17% entre 50% e 100% acima e 20%, mais que o dobro do limite. Noventa e quatro por cento dos produtos apresentaram teores concomitantemente elevados; 27%, calorias, gordura saturada e sódio; 20%, calorias e sódio e 17%, calorias e gordura saturada. Setenta e um por cento dos produtos com um ou mais dos teores elevados utilizaram apelos de saúde na sua rotulagem; 4%, selos de certificação de sociedades médicas; 6% bonificações, prêmios ou brindes e 16%, embalagens especiais; 66% dos produtos não apresentaram teores de gorduras, açúcar e sódio em destaque apesar de esta ser exigência legal. Conclusão. Os produtos estudados apresentaram um ou mais dos teores avaliados acima dos parâmetros estabelecidos; apelos de saúde e outras estratégias de marketing nutricional foram identificados em produtos que não deveriam ser associados a uma alimentação saudável ou ter seu consumo incentivado.
Título em inglês
The tasty and the healthy: an analysis of the use of health claims in food labeling and its convergence with the nutritional content
Palavras-chave em inglês
Food labeling
Health claims
Legislation
Marketing
Nutritional facts
Resumo em inglês
Introduction. The global epidemic of obesity and its consequences occur simultaneously to a greater awareness of the choices that promote health, aesthetic standards increasingly thin and an increasing availability of foods of high caloric density, tasty and practical. This scenario encourages the food industry to use health claims as competitive strategy. Objective. To analyze the use of health claims and other strategies to boost consumption present in food labeling, the consistency with the levels of calories, fat, sugar and salt in these products and its convergence with relevant legislation. Methodology. The definition of high levels of calories, fats, sugars and sodium and the questions that guided the analysis were based was based on the relevant legislation and the literature. A form was created and the analysis was based on the information declared on the label by the manufacturer. The category studied was Cookies and Snacks. Products were chosen by the analysis of the household spending from Sao Paulo city with food from the Household Budget Survey (POF) database, run by Economic Research Institute Foundation (FIPE). Sixty four brands were identified and 209 products were purchased in supermarkets in the city of São Paulo. Energy density, sugar content, saturated and trans fats, and sodium were evaluated. Four of the questions dealt with various forms of promotion (health claims, certification, gifts and prizes and product presentation) and one with the obligation to highlight the levels of fat, sugar and sodium. Products with high levels of one or more of these contents should not present any elements relating to the first four questions, and all of them should serve the latter, because it is a legal requirement. Results. All the products showed high caloric density and for 99% of them the amount of Kcal/100g was higher than twice the threshold; 48% did not report sugar levels separately; 22% informed high amounts of sugar; 64% had elevated levels of saturated fat. More than half of the products contained vegetable fat, but stated 0% trans-fat per portion; 35% were vegetable fat free products; 53% of the sample showed elevated levels of sodium; 17% informed sodium levels between 50% and 100% above while 20% report more than double the limit . Ninety-four percent of the products showed high levels simultaneously; 27%, calories, sodium and saturated fat; 20%, calories and sodium and 17%, saturated fat and calories. Seventy-one percent of the products with one or more elevated levels used health claims in its labeling; 4% presented medical societies seal certification, 16% used special packaging and 6% offered bonuses, prizes or giveaways; 66% of the products did not show the levels of fat, sugar and sodium highlighted despite it being a legal requirement. Conclusion. The products included in this study had one or more of the assessed levels above established parameters; health claims and other marketing strategies were identified in nutritional products that should not be associated with healthy eating or have their consumption encouraged.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-04-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.