• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.89.2015.tde-17112015-170114
Documento
Autor
Nome completo
Irene Akamine Saito
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Damasceno, Nágila Raquel Teixeira (Presidente)
Cyrillo, Denise Cavallini
Bandoni, Daniel Henrique
Título em português
Impacto da atividade física, da dieta e dos aspectos sociodemográficos e econômicos nos fatores de risco cardiovascular de trabalhadores de um hospital
Palavras-chave em português
Atividade física
Avaliação nutricional
Obesidade
Risco cardiovascular
Síndrome metabólica
Resumo em português
INTRODUÇÃO: As doenças cardiovasculares (DCV) constituem a principal causa de morbimortalidade, impactando na saúde e na produtividade do trabalhador. Assim, identificar os fatores de riscos das DCV nos trabalhadores é de grande relevância, pois permite subsidiar ações educativas e intervenções direcionadas à redução desses. OBJETIVO: Avaliar o impacto do nível da atividade física, de componentes dietéticos e do perfil sociodemográfico e econômico nos fatores de risco para DCV de trabalhadores de um hospital. METODOLOGIA: Estudo transversal, observacional, com 280 funcionários de ambos os sexos, de três turnos de trabalho, de um hospital em SP. Aplicou-se questionários socioeconômico e clínico, de atividade física e de consumo alimentar, coletou-se exames bioquímicos, medidas antropométricas (peso, altura, circunferência da cintura), medidas de pressão arterial sistêmica e de impedância bioelétrica. Os dados de consumo alimentar foram corrigidos quanto à variabilidade intrapessoal e ajustado pela energia. Foram usados os testes estatísticos de qui-quadrado, Mann Whitney, Kruskall Wallis, regressão linear múltipla e modelos lineares generalizados, com nível de significância de p< 0,05 e IC=95%. RESULTADOS: O excesso de peso no sexo masculino foi de 66,3% e no feminino de 61,6%. A prevalência de dislipidemia, hipertrigliceridemia, HDL-baixo, síndrome metabólica, hipercolesterolemia isolada e hiperlipidemia mista, foram respectivamente: 54,3%; 16,8%; 18,9%; 13,4%; 7,5% e 3,1% . O sexo masculino apresentou um perfil mais aterogênico, maior consumo diário de calorias, lipídeos, carboidratos, proteínas e colesterol, porém teve um maior nível de atividade física no lazer e locomoção (ALL) e maior consumo de fibras. A ALL teve associação negativa com a CC (r²=0,062; p<0,001). A chance de um indivíduo com circunferência da cintura muito aumentada ter diabetes foi 4,2 vezes a de um indivíduo com CC normal ou aumentada (IC=1,3; 15.8). A média de triacilgliceróis foi 1,5 vezes maior (IC=1,3; 15.8) em portadores de CC muito aumentada que os de CC normal. Trabalhadores com CC muito aumentada, a média de LDL/HDL foi 1,31 vezes maior (IC=1,2;1,4%) que naqueles com CC normal ou aumentada. As chances de se ter hipertrigliceridemia foi 2,2 vezes maior (IC=1,1; 4,8) naqueles com renda familiar abaixo de 10 salários mínimos (SM), comparados aos que ganham mais de 10 SM. As chances de se ter hipertrigliceridemia foi 2,4 vezes maior (IC=1,2; 4,9) no sexo masculino, em relação ao feminino e aumentou conforme a idade. A razão LDL-C/HDL-C foi 1,3% (IC=1,2; 1,4) vezes maior em pessoas com CC muito aumentada, em relação a CC normal ou aumentada e também foi 1,3% (IC=1,2;1,4%) maior no sexo masculino que no feminino. CONCLUSÃO: Trabalhadores do sexo masculino, com maior idade, menor escolaridade e renda, tiveram maior risco cardiovascular. As pessoas que exerciam atividade física no lazer e locomoção apresentaram um perfil nutricional melhor e tiveram menos chances de terem dislipidemia e síndrome metabólica. A medida da CC foi o índice de adiposidade mais sensível em identificar as dislipidemias e o diabetes. O consumo alimentar de fibras e ω-3, se associaram a um melhor perfil nutricional, enquanto o consumo de gorduras trans e de colesterol, se associaram a um perfil pró-aterogênico.
Título em inglês
Impact of physical activity, diet and socio-demographic and economic factors in cardiovascular risk factors of hospital workers
Palavras-chave em inglês
Cardiovascular risk
Metabolic syndrome
Nutritional assessment
Obesity
Physical activity
Resumo em inglês
INTRODUCTION: Cardiovascular diseases (CVD) are the leading cause of morbidity and mortality, affecting health and worker productivity. So identify the CVD risk factors in workers is of great importance because it allows support educational activities and interventions aimed at reducing these. OBJECTIVE: To evaluate the impact of level of physical activity, dietary components and socio-demographic and economic profile in risk factors for CVD of hospital workers. METHODOLOGY: Cross-sectional, observational study, with 280 employees of both genders, from three shifts in a hospital in SP. Applied socioeconomic and clinical questionnaires, physical activity and food intake, collected up biochemical tests, anthropometric measurements (weight, height, waist circumference), blood pressure measurements and bioelectrical impedance. The food consumption data were corrected for intrapersonal variability and adjusted for energy. They used the statistical test Chi-square, Mann Whitney, Kruskal Wallis, multiple linear regression and generalized linear models, with a significance level of p <0.05 and 95% CI. RESULTS: Overweight among men was 66.3% and female 61.6%. The prevalence of dyslipidemia, hypertriglyceridemia, low HDL, metabolic syndrome, isolated hypercholesterolemia and mixed hyperlipidemia, were, respectively, 54.3%; 16.8%; 18.9%; 13.4%; 7.5% and 3.1%. Males had a more atherogenic profile, higher daily consumption of calories, lipids, carbohydrates, proteins and cholesterol, but had a higher level of physical activity in leisure and locomotion (ALL) and higher fiber intake. ALL had a negative association with CC (r² = 0.062; p <0.001). The chance of an individual with very large waist circumference have diabetes was 4.2 fold that of an individual with normal or increased DC (CI = 1.3, 15.8). The average triglycerides was 1.5 (CI = 1.3, 15.8) greatly increased in patients with CHD the normal DC. Workers with greatly increased DC, the mean LDL / HDL ratio was 1.31 times (CI = 1.2, 1.4%). higher than those with normal or increased DC. The chances of having hypertriglyceridemia was 2.2 fold that (CI = 1.1, 4.8) in those with a family income below 10 minimum wages (SM), compared to those who earn more than 10 SM. The chances of having hypertriglyceridemia was 2.4 fold (CI = 1.2, 4.9) in males, compared to females and increased with age. The LDL-C / HDL-C was 1.3% (IC = 1.2, 1.4) fold in individuals with greatly increased CC in relation to normal or enhanced DC and it was also 1.3% (CI = 1.2, 1.4%) higher in males than in females. CONCLUSION: Male workers with higher age, lower education and income, had higher cardiovascular risk. People who practiced leisure physical activity and locomotion had a better nutritional profile and were less likely to have dyslipidemia and metabolic syndrome. WC measurement was the most sensitive adiposity index in identifying dyslipidemia and diabetes. Dietary fiber intake and ω-3, were associated with a better nutritional profile, whereas the consumption of trans fats and cholesterol, were associated with a pro-atherogenic profile.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-12-09
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.