• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.88.2001.tde-24062015-204006
Documento
Autor
Nome completo
Denise de Oliveira Vaz
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Carlos, 2001
Orientador
Banca examinadora
Mattoso, Luiz Henrique Capparelli (Presidente)
Fonseca, Carla Maria Nascimento Polo da
Gregório Filho, Rinaldo
Título em português
Estudos sobre a dopagem de polianilina depositada sobre substratos poliméricos
Palavras-chave em português
Não disponível
Resumo em português
Compósitos formados por polímeros condutores depositados sobre substratos flexíveis, tais como plásticos ou elastômeros, têm sido estudados na última década, porque combinam as propriedades de ambos os materiais que lhes deram origem, formando novos materiais condutores de eletricidade, transparentes, flexíveis, resistentes e de baixo custo. Neste trabalho, foram obtidos filmes de polianilina (PANI) obtida pela síntese química diluída a temperatura ambiente, depositados sobre filmes de policarbonato de bisfenol-A (PC) e poli(tereftalato de etileno) (PET). Os compósitos foram desdopados com NH4OH 0,1M e redopados com ácido clorídrico (HCI 1M), ácido trifluoracético (TFA 1M), ácido ptoluenosulfônico (TSA 1M), descarga corona negativa e positiva. Esses materiais foram caracterizados por espectroscopia no infravermelho com transformada de Fourier (FTIR), espectroscopia Raman Ressonante, espectroscopia de foto-elétrons excitados por raios-X (XPS), espectroscopia de luz na região do ultravioleta e visível (UV-vis), microscopia ótica (MO), microscopia eletrônica de varredura (MEV), microscopia de força atômica (AFM), termogravimetria (TG), testes de aderência (ASTM 0-3359-B), medidas de condutividade elétrica, testes de redopagem e de solubilidade. A condutividade elétrica dos compósitos dopados com ácidos foi da ordem de 2 S/cm e a dos dopados com descarga corona foi em tomo de 0,3 S/cm. Quando esses materiais sofreram tratamento térmico observou-se que a aderência da PANI ao substrato aumentou e que a condutividade elétrica diminuiu. Os estudos da morfologia da PANI sobre os substratos revelaram morfologia do tipo granular, sendo que o tamanho e altura dos grãos parecem também serem influenciados pelo tipo de dopagem, sendo maiores os grãos de amostras dopadas com HCI IM. Foi aplicado um novo software desenvolvido na Embrapa lnstrumentação Agropecuária para observar a estabilidade da dopagem na PANI. Com este software foram testadas amostras dopadas com descarga corona positiva e negativa e dopadas com ácido clorídrico e observou-se que a dopagem das amostras dopadas com descarga corona é mais estável do que as dopadas com o ácido
Título em inglês
Not available
Palavras-chave em inglês
Not available
Resumo em inglês
Composites made of conducting polymers deposited onto flexible substrates, as plastics or elastomers, have been studied in the last decade, since the properties from both components lead to new electrically conducting materials, which are transparents, flexibles and with low cost. In this work, polyaniline (PANI) films, synthezised by the chemical synthesis at room temperature and deposited onto bisphenol-A polycarbonate (PC) and poly(ethylene terephthalate) (PET), were obtained. The composites were dedoped with NH4OH 0,1M and redoped with HCI 1M, trifluoracetic acid (TFA 1M), p-toluenesulfonic acid (TSA 1M), negative and positive corona discharge. These materials were characterized by Fourier Transform Infrared Spectroscopy (FTIR), Raman spectroscopy, X-rays photo-electron spectroscopy (XPS), ultraviolet and visible absorption spectroscopy (UV-vis), optical microscopy, scanning electron microscopy (SEM), atomic force microscopy (AFM), termogravimetric analysis (TGA), adherence tests (ASTM D-3359-B), electrical conductivity measurements, redoping tests and solubility tests. The electrical conductivity of the composites doped with acids is around 2 S/cm and those doped with corona discharge - 0,3 S/cm. When these materials were thermally treated it was observed that the PANI adherence onto the substrate was increased and the electrical conductivity was decreased. The studies of the morphology of the PANI onto the substrates revealed granular morphology. It seems that the size and the height of the grains can be infiuenced by the dopant, been greater the grains of the samples doped with the HCI 1M. A new software developed by Embrapa Instrumentação Agropecuária was applied to observe the stability of the PANI doped with positive and negative corona discharge and samples doped with HCI. It was observed that the doping with corona discharge is more stable than the samples doped with protonic acids.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
DeniseOliveiraVazM.pdf (13.82 Mbytes)
Data de Publicação
2015-08-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.