• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.86.2000.tde-19032012-164504
Documento
Autor
Nome completo
Rafael Mario Laureiro Agorio
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2000
Orientador
Banca examinadora
Mielnik, Otavio (Presidente)
Jannuzzi, Gilberto de Martino
Reis, Lineu Belico dos
Título em português
Introdução de bens públicos no processo de regulação de energia elétrica no Uruguai
Palavras-chave em português
energia elétrica
Resumo em português
O processo de reestruturação e reforma do setor de energia elétrica no Uruguai encontra-se em fase de implantação. Em junho de 1997, foi aprovado um novo marco regulatório, que introduziu o mercado como principal mecanismo de alocação de recursos. Além disso, este marco regulatório estabeleceu uma agência independente para a regulação do setor de energia elétrica. O objetivo deste trabalho é propor mecanismos institucionais visando o fornecimento de bens públicos associados ao uso de energia elétrica no novo contexto institucional do Uruguai. Para isso, são analisadas, em primeiro lugar, as características da reforma do setor de energia elétrica em vários países e a aplicação de políticas de interesse público associadas ao uso da eletricidade. Em segundo lugar, considera-se a experiência internacional no fornecimento desses bens públicos após a implantação da reforma no setor de energia elétrica. Em terceiro lugar, analisam-se as condições histórico-institucionais sob as quais tem ocorrido o fornecimento desses bens públicos no Uruguai. Em seguida, examinam-se as oportunidades para a aplicação, no Uruguai, de políticas de interesse público no âmbito da reforma do setor de energia elétrica. Por último, são propostos mecanismos institucionais para garantir o fornecimento dos bens públicos analisados.
Título em inglês
Introduction of public goods in the regulation of electricity in Uruguay
Palavras-chave em inglês
electric power
Resumo em inglês
Electricity industry restructuring and reform is underway in Uruguay. Since June 1997, a new regulatory framework introduced the resource market allocation and an independent regulatory agency in the country´s power sector. This work provides institutional mechanisms for the supply of power sector-related public goods. For purposes of this analysis, we first considered the power sector reform institutional features in some countries and the use of power sector-related public-purpose policies. At a second stage, we consider the international experience in these public goods´supply in light of electricity reform. Next, we explore the historical and institutional conditions under which some of those public goods have been supplied in Uruguay. Finally, we examine the current opportunities for development of power sector-related public-purpose policies in Uruguay and propose some institutional mechanisms to ensure the supply of public goods in the country´s electricity industry restructured.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
RafaelMarioAgorio.PDF (9.29 Mbytes)
Data de Publicação
2012-04-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.