• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Lúcia Regina de Araújo Cavalcanti Teixeira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Zezell, Denise Maria (Presidente)
Azevedo, Luciane Hiramatsu
Gomes, Anderson Stevens Leonidas
Ribeiro, Martha Simões
Título em português
Tomografia por coerência óptica para avaliação de lesões vasculares na face e cavidade oral
Palavras-chave em português
Doppler
hemangiomas
lesões vasculares
tomografia por coerência óptica
Resumo em português
As lesões vasculares estão entre as anormalidades congênitas e neonatais mais comuns. Cerca de 60% estão localizadas na região da cabeça e pescoço. A identificação e a classificação adequadas de cada tipo de lesão, tem um impacto direto no diagnóstico e, no tratamento destes pacientes. A técnica de Tomografia por Coerência Óptica (Optical coherence tomography: OCT) obtém imagens em alta resolução, geradas em tempo real que permitem visualizar de forma não invasiva, estruturas celulares e extracelulares, com uma resolução espacial da ordem de 10μm, que é 20 vezes maior que a de um ultrassom, aproximando-se do nível histológico convencional, razão pela qual é considerada biópsia óptica. Com o objetivo de fornecer imagens que possibilitassem avaliar as diferenças na arquitetura dos vasos em diferentes tipos de lesões localizadas, no tecido cutâneo e na mucosa, em regiões da cabeça e pescoço, foram tomadas imagens de lesões de 27 pacientes usando um sistema de OCT com Doppler (1325nm). Os resultados deste estudo clínico comprovaram a viabilidade da OCT permitindo distinguir entre a pele normal e a pele com lesão. Na má-formação capilar, os vasos sanguíneos tiveram diâmetro médio de 114\μm ± 92μm e apresentaram uma profundidade média de 304 μm ± 99 μm. Os hemangiomas apresentaram vasos sanguíneos com diâmetro médio de 39μm ± 19 μm e profundidade média de 298 μm ± 133 μm. Nas lesões diagnosticadas pelo clínico como Hemangioma da mucosa labial, medimos diâmetro médio dos vasos de 45μm ± 16 μm com profundidade média de 520,5μm ± 189,5μm. Na má-formação linfática de lábio, os vasos sanguíneos apresentaram diâmetro médio de 157,5μm ± 90μm e, uma profundidade média 695μm ± 136μm. Na má-formação vascular de lábio, os vasos sanguíneos apresentaram diâmetro médio de 128μm±63μm e, uma profundidade média 689 μm ± 217μm. Com estas informações obtidas das imagens de OCT indicando fluxo, foi possível avaliar diferenças peculiares da lesão de cada paciente, promovendo o diagnóstico diferencial das lesões vasculares da superfície tecidual da pele e mucosa oral.
Título em inglês
Optical coherence tomography for the evaluation of vascular lesions in the face and oral cavity
Palavras-chave em inglês
Doppler
hemangiomas
optical coherence tomography
vascular lesions
Resumo em inglês
Vascular lesions are among the most common congenital and neonatal abnormalities. About 60% are in the head and neck region. The proper identification and classification of each type of lesion has a direct impact on the diagnosis and consequently on the treatment of these patients. The Optical Coherence Tomography (OCT) technique obtains high resolution, real time generated images that allow non-invasive visualization of bio tissue structures with a spatial resolution of the order of 10μm, which is 20 times greater than that of an ultrasound, approaching the conventional histological level. That is why it is considered an optical biopsy. In this thesis, images of lesions from 27 patients were obtained using a Doppler OCT system operating at 1325nm, with the purpose of providing images that allowed to evaluate the differences in the architecture of the vessels in different types of lesions located in the cutaneous and mucosa tissue in head and neck regions. The results of this clinical study proved the viability of OCT to distinguish between normal skin and lesioned skin. In vascular malformation, the blood vessels had an average diameter of 114 μm ± 92 μm and had a mean depth of 304,3 μm ± 99 μm. The skin hemangiomas had blood vessels with a mean diameter of 38,6 μm ± 19 μm and a mean depth of 297,8 μm ± 132 μm. In the lesions clinically diagnosed as oral mucosa hemangioma (lips), the mean vessel diameter was 45 μm ± 16 μm and a mean depth of 520,5 μm ± 189,5 μm. In lip lymphatic malformation, the blood vessels had a mean diameter of 157,5 μm ± 90 μm and a mean depth of 695 μm ± 136 μm. In lip vascular malformation, the blood vessels had a mean diameter of 128 μm ± 63 μm and a mean depth of 689 μm ± 217 μm. With this information obtained from the Doppler OCT images indicating flow, it was possible to evaluate peculiar differences of the lesion of each patient, promoting the differential diagnosis of vascular lesions of the tissue surface of the skin and oral mucosa.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-06-28
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.