• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.85.2006.tde-06062007-164504
Documento
Autor
Nome completo
Renata Maciel e Rocha Cabral
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2006
Orientador
Banca examinadora
Zezell, Denise Maria (Presidente)
Bagnato, Vanderlei Salvador
Cordeiro, Rita de Cássia Loiola
Gomes, Anderson Stevens Leonidas
Rodrigues, Celia Regina Martins Delgado
Título em português
"Detecção de lesões de cárie por fluorescência: correlação entre a histologia e os resultados obtidos com o diagnodent e a espectroscopia"
Palavras-chave em português
fluorescência
lesões de cárie
métodos de detecção
Resumo em português
Os objetivos deste estudo foram desenvolver e testar in vivo e in vitro um método de detecção de lesões de cárie utilizando um espectrômetro portátil (EP); analisar o desempenho do EP e do equipamento comercial DIAGNOdent (Dd); correlacioná-los entre si, assim como com o padrão ouro, a área de secção e a profundidade das lesões. Os 66 sítios oclusais de pré-molares foram analisados in vivo com o Dd e, em seguida, a fluorescência induzida por um laser diodo (lexc ~ 657nm) foi coletada por fibra óptica, conduzida ao EP e analisada sob a forma de espectros, os quais foram normalizados e para os quais foi calculada a razão da área sob a curva dos espectros cariado e sadio (RACE). Os experimentos foram conduzidos in vitro nos mesmos sítios. O padrão ouro foi obtido por meio de microscopia de luz polarizada. Utilizou-se o índice de correlação linear de Pearson para comparar o Dd e o EP entre si e com a profundidade e área das lesões. A área sob a curva ROC, a sensibilidade, a especificidade e a acurácia foram calculadas e comparadas com o teste de McNemar. O Dd e a RACE apresentaram correlação significante com o padrão ouro (p < 0,01 para Dd e p < 0,05 para RACE) e entre si (r = 0,83 in vivo e r = 0,87 in vitro). Os equipamentos apresentaram baixa correlação, porém significante, com a profundidade das lesões tanto in vivo quanto in vitro (r = ~ 0,43). A área de secção transversal da lesão não influenciou nas medidas obtidas com o Dd e o EP. O Dd apresentou maior sensibilidade (0,76) do que o EP (0,60) in vivo (p < 0,05), embora isto não tenha aumentado o seu desempenho. In vitro, o EP apresentou maior sensibilidade (0,88) do que o Dd (0,79), mas essa diferença não foi significante. Os outros parâmetros também não apresentaram diferenças estatisticamente significantes (p < 0,05). O EP apresentou correlação positiva com o Dd, igual correlação com a profundidade da lesão e maior capacidade para detectar o tecido cariado in vitro, em relação ao Dd, o que sugere que com ponta convergente e angulada e software dedicado, o método será promissor para utilização em clínicas odontológicas em um futuro próximo.
Título em inglês
DETECTION OF OCCLUSAL CARIES LESIONS USING FLUORESCENCE: CORRELATION BETWEEN HISTOLOGY AND OBTAINED RESULTS FOR DIAGNOdent AND SPECTROSCOPY
Palavras-chave em inglês
caries lesions
fluorescence
method to detect lesions
Resumo em inglês
The aims of this study were to develop and test a method to detect caries lesions in vivo and in vitro, using a portable spectrometer (PS); to analyze the performance of PS as well as the commercial device DIAGNOdent (Dd); correlate them with the gold standard, their tranversal section areas and lesions depth and between themselves. 66 occlusal pre-molars sites were examined in vivo with Dd. Sequentially, fluorescence (lexc ~ 657nm) was collected by an optical fiber, conducted to PS and then analyzed as spectra, which were normalized and had calculated the Ratios of their Areas Under the Curves (RAUC) of carious and sound tissues. Experiments were conducted in vitro in the same sites. Gold Standard was obtained by polarized light microscopy. Pearson correlation was used to compare the devices with transversal section area, lesions depth and between themselves. The area under ROC curve, sensitivity, specificity as well as accuracy were calculated and verified with McNemar test. Dd and RAUC showed statistically significant correlation with gold standard (p < 0.01 for Dd and p < 0.05 for RAUC) and between themselves (r = 0,83 in vivo and r = 0,87 in vitro). Although it was significant, the devices showed low correlation with depth of lesions in vivo and in vitro (r = ~ 0.43). The transversal section area of the lesion had no influence on readings in both devices. Dd showed higher sensitivity (0.76) than PS (0.60) in vivo (p < 0.05), though this fact was not able to improve its performance. In turn, PS showed higher sensitivity (0.88) than Dd (0.79) in vitro, but this difference was not significantly. The other parameters did not show statistically significant differences (p < 0.05) between methods. PS showed positive correlation with Dd, equal correlation with lesions depth and higher ability of detecting the disease in vitro, what suggests that if accompanied with a conic and an angulated probe and a dedicated software, the PS method could be useful in clinics in the near future.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
RenataMRCabral.pdf (2.21 Mbytes)
Data de Publicação
2007-06-22
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.