• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.85.2014.tde-17122014-111515
Documento
Autor
Nome completo
Sergio Hideo Yamaguishi
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Zouain, Desirée Moraes (Presidente)
Graça, Carlos Alberto
Magalhães, Adriana Braz Vendramini Bicca
Politano, Rodolfo
Silva, Devanildo Damião da
Título em português
Gestão da inovação na indústria farmacêutica no Brasil: estudo de múltiplos casos
Palavras-chave em português
Brasil
desenvolvimento
farmacêutico
gerenciamento
inovação
medicamento
pesquisa
Resumo em português
A indústria farmacêutica brasileira é caracterizada por atraso tecnológico como resultado do baixo investimento em pesquisa, desenvolvimento e inovação (PD&I) desde décadas passadas. O paradigma tecnológico histórico favoreceu a busca de industrialização mais intensiva, concentrada em produção e comercialização, em detrimento das atividades de PD&I e produção de farmoquímicos. O mercado brasileiro cresceu e ocupa a 6ª posição no ranking mundial, porém ainda é deficiente em termos de inovações. O objetivo desta pesquisa é identificar como processos internos de inovação são gerenciados nas organizações estudadas; destacar as melhores práticas observadas e indicar quais estratégias podem ser adotadas pelas indústrias farmacêuticas no país. A metodologia inclui um estudo de múltiplos casos em nível exploratório, com abordagem qualitativa. O universo da pesquisa inclui duas empresas privadas (Biolab e MSD), dois institutos de pesquisa (Instituto Butantan e IPEN) e um parque tecnológico (Parque Tecnológico da Vida). A partir dos estudos de caso, foi possível identificar os processos de inovação, estrutura organizacional, práticas e ferramentas utilizadas. Foram também observadas suas deficiências em termos de estrutura organizacional ou falta de procedimentos, por exemplo. Em perspectiva geral, é possível concluir que as empresas privadas nacionais ou multinacionais, independentemente de sua orientação estratégica, apresentaram: gestão de projetos bem estruturada; aplicam mecanismos de prospecção para a busca de oportunidades; foco em marketing e nos médicos mais bem conceituados no mercado. Por outro lado, as instituições públicas, em geral, concentram seus esforços em: atividades de P&D; realizam mais parcerias tecnocientíficas; apresentam maior deficiência na gestão de projetos; o progresso depende do pesquisador-líder; as decisões são fortemente baseadas em aspectos tecnocientíficos; o financiamento dos projetos é baseado no modelo público. O parque tecnológico, como modelo de ambiente de inovação, apresenta, respeitando as devidas proporções, aspectos positivos tanto por parte das empresas privadas quanto das instituições públicas. Em síntese, as instituições públicas de pesquisa devem considerar melhorias em sua estrutura organizacional, uso de técnicas e ferramentas de gerenciamento de projetos. As empresas privadas devem concentrar-se na cópia de produtos inovadores para proporcionar aprendizado e evolução em sua trajetória de inovação, enquanto continuam a realizar prospecção de oportunidades de parceria. Os parques tecnológicos devem manter e procurar ampliar sua rede para permitir acesso à infraestrutura tecnológica para a incubação de novos projetos de pesquisa.
Título em inglês
Managing innovation in the brazilian pharmaceutical industry: a multiple case study
Palavras-chave em inglês
Brazil
development
drug
innovation
management
research
Resumo em inglês
The Brazilian pharmaceutical industry is characterized by technological underdevelopment as a result of low investment in research, development and innovation (RD&I) since past decades. The historical technological paradigm favored the search for more intensive industrialization, concentrating on production and marketing, rather than RD&I activities and production of active pharmaceutical ingredients. The Brazilian market has grown and currently ranks 6th in the world 2011 ranking, but is still deficient in terms of innovation generated in the country. The goal of this research is to identify how internal innovation processes are managed in the organizations studied; it highlights the best practices observed and indicates what strategies can be adopted by pharmaceutical companies in the country. The methodology considers a multiple case study in exploratory level with qualitative approach. The research universe included two private companies (Biolab and MSD), two research institutes (Butantan Institute and IPEN) and a technology park (Technology Park of Life). From the fieldwork, it is possible to identify the detailed innovation process, organizational structure, practices, procedures and tools applied. It is also being highlighted the deficiencies, in terms of organizational structure or lack of procedures, for example. In general perspective, it can be concluded that the private national or multinational companies, regardless of their different roles on the R&D in Brazil, present well-structured project management; apply mechanisms of prospection for searching opportunities in the market; focus on marketing and concentrate their efforts on the physicians. In the other hand, public institutions, in general, concentrate effort on R&D activities and perform more technical and scientific partnership; present deficiency on project management; progresses are highly dependent on researcher-leader; decisions are heavily based on technical and scientific aspects; funding is based on public model. However, technology parks could meet, respecting the right proportions, both positive aspects from private companies and public institutions. In summary, public research institutions should implement project management structure, techniques and tools. Private companies should focus on copying innovative products to provide evolution on their innovation trajectory while prospecting for opportunities of partnership. Technology parks should extend and maintain their network to allow technological infrastructure for incubation of new research projects.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2014-12-22
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.