• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.85.2012.tde-06032013-151412
Documento
Autor
Nome completo
Janio da Silva Mororó
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Osso Júnior, João Alberto (Presidente)
Dias, Carla Roberta de Barros Rodrigues
Senna, José Procópio Moreno
Título em português
Estudo de marcação do anticorpo monoclonal anti-PBP2a com 99mTc
Palavras-chave em português
99mTc
anticorpo monoclonal
diagnóstico
infecção hospitalar
MRSA
Resumo em português
Staphylococcus aureus é um dos principais microorganismos causadores de infecção em humanos, podendo causar inclusive bacteremia e endocardite nos indivíduos infectados. Diversas cepas desta bactéria apresentam resistência a diferentes tipos de antibióticos, dentre eles os antibióticos meticilina e amoxicilina, como no caso da bactéria Staphylococcus aureus resistente à meticilina (MRSA). A Proteína ligadora de Penicilina 2a (PBP2a) é a enzima responsável por conferir resistência para a MRSA aos antibióticos β-lactâmicos, sendo uma molécula promissora para terapia com AcM. No entanto, além das terapias os métodos de diagnóstico também são ineficientes, pois atualmente o diagnóstico leva vários dias para produzir um resultado confiável. O objetivo deste trabalho foi desenvolver um radiofármaco utilizando o AcM anti-PBP2a, desenvolvido em Bio-Manguinhos/FioCruz, marcado com 99mTc, para identificação in situ do foco infeccioso causado por MRSA. Neste trabalho, incialmente o AcM anti-PBP2a foi reduzido com o agente redutor 2-mercaptoetanol (2-ME), para gerar grupos sulfidrilas (- SH). Logo após foram utilizados dois diferentes métodos da Marcação Direta: o Método 1, utilizando o reagente tartarato e o ácido gentísico, que atuam como agente transquelante e estabilizador, respectivamente; e o Método 2, utilizando um kit comercial de MDP, no qual o MDP atua como agente transquelante. Após a marcação do anticorpo, o radiofármaco foi submetido a ensaios de avaliação funcional, utilizando os métodos de eletroforese em gel SDS-PAGE não redutor; Immunoblotting; ELISA e o Ensaio de Neutralização in vitro. Como resultado foi visto que a quantidade média de grupos sulfidrilas produzida por AcM foi considerada satisfatória, cerca de 5 grupos SH por IgG, utilizando para isto a relação molar de 6.500:1 de 2-ME:AcM. O Método 2 foi o método que obteve melhor rendimento de marcação, com 73,5%, apresentando boa estabilidade depois de 2 horas (73,2%). A melhor formulação utilizada foi a seguinte: 0,5 mg de AcM anti-PBP2a; 10 μL do kit do MDP, depois de ser resuspendido com 5 mL de solução salina; e 75,48 MBq (2,04 mCi) de 99mTc, a reação ocorrendo em 15 minutos. Os Ensaios de Avaliação Funcional demonstraram que o AcM manteve a especificidade e afinidade de ligação à PBP2a.
Título em inglês
The labelling of antibody anti-PBP2a with 99mTc
Palavras-chave em inglês
99mTc
diagnosis
hospital infecious
monoclonal antibody
MRSA
Resumo em inglês
Staphylococcus aureus is a major cause of life-threatening infections such as bacteremia and endocarditis. Unfortunately, many strains of this bacterial species have become resistant to certain antibiotics, including methicillin and amoxicillin. These strains are known as methicillin-resistant S. aureus (MRSA). The penicillin binding protein 2a (PBP2a) is the enzyme responsible for conferring resistance β-lactams antibiotics for MRSA, being one promising molecule for therapy with mAb. However, besides the therapy, the methods of diagnosis are also inefficient because the diagnosis currently takes several days to produce a reliable result. Taking into account, the objective of this research was radiolabeling one anti-PBP2a mAb developed by Bio-Manguinhos/FioCruz-RJ, utilizing 99mTc, for in situ diagnostic of the infectious caused by MRSA. First, anti-PBP2a mAb was reduced utilizing 2-mecaptoethanol (2-ME) for generate sulphydryl groups (-SH) and after to be labeled with 99mTc. In this work, were utilized two techniques of direct method: Method 1, using tartrate and gentisic acid reagents, acting like transchelant and stabilizer agents, respectively; and Method 2, using one commercial kit of MDP. Besides the radiolabeling, the mAb reduced and mAb labeled with 99mTc were submitted to immunoreactivity analysis, with SDS-PAGE non-reducing, Immunoblotting, ELISA and neutralization assay in vitro methods. The quantity produced of sulphydryl groups by mAb was satisfactory, approximately 5 per mAb, utilizing 6.500:1 of 2-ME:mAb molar ratio. The better labeling method was Method 2, with labeling yield of 73.5%, and showed a good stability after 2 hours (73.2%). The better formulation was: 0.5 mg of mAb anti- PBP2a, 10 μL of MDP kit, after resuspended with 5 mL of saline, and 75.48 MBq (2.04 mCi) of 99mTc, reacting by 15 minutes. The labeled mAb maintained the immunoreactivity, utilizing immunologic and in vitro experiments.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
2012MororoEstudo.pdf (2.44 Mbytes)
Data de Publicação
2013-03-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.