• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.84.2011.tde-18122012-105148
Documento
Autor
Nome completo
Fabio Tatei
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Orientador
Banca examinadora
Cacciamali, Maria Cristina (Presidente)
Chahad, Jose Paulo Zeetano
Pamplona, João Batista
Título em português
Desigualdades no mercado de trabalho da América Latina: a discriminação por sexo entre os trabalhadores com ensino superior no Brasil e México
Palavras-chave em português
Brasil
Discriminação de renda
Mercado de trabalho
México
Trabalho feminino
Resumo em português
Este trabalho se constitui em uma contribuição à análise empírica da discriminação salarial contra as mulheres que possuem ao menos o nível superior completo no Brasil e no México. A escolha do tema deve-se ao fato de que a discriminação salarial negativa contra as mulheres no mercado de trabalho diminuiu lentamente nos últimos 20 anos, mas persiste na maioria dos países a despeito do aumento expressivo de mulheres no mercado de trabalho, inclusive ocupadas que possuem formação educacional de nível superior. Os países em tela, por sua vez, foram selecionados por dois motivos. O primeiro em virtude de ambos apresentarem economias dinâmicas e estruturas produtivas diversificadas, mas com elevadas desigualdades sociais e de gênero. O segundo motivo refere-se à disponibilidade de fontes de microdados compatíveis que permitem a construção de amostras comparáveis entre os dois países, em período e categorias de análise similares - da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) e Encuesta Nacional de Ocupación y Empleo (ENOE) no ano de 2008. Esse fato possibilitou mensurar os determinantes e impactos da discriminação por sexo no mercado de trabalho. Aplicou-se a técnica de Oaxaca-Blinder para a estimativa do grau de discriminação em cada um dos países, e os principais resultados revelam que, para ambos os países, o componente de discriminação é menor entre os trabalhadores com ensino superior completo do que para o restante da população, apesar dessa categoria apresentar hiatos de renda superiores perante os demais trabalhadores. Ademais, verificou-se que a discriminação entre os trabalhadores ocupados em postos compatíveis com sua qualificação é relativamente inferior, sobretudo no México.
Título em inglês
Inequalities in the labor market of Latin America: sex discrimination among workers with high education in Brazil and Mexico
Palavras-chave em inglês
Brazil
Income discrimination
Labor market
Mexico
Working women
Resumo em inglês
This work constitutes a contribution to the empirical analysis of wage discrimination against women who have at least a bachelor's degree in Brazil and Mexico. The choice of this issue was due to the fact that the negative wage discrimination against women in the labor market slowly declined over the past 20 years, but persists in most countries despite the significant increase of women in the labor market, including who have higher educational level. The countries, in turn, were selected for two reasons. The first one is because both exhibit dynamic economies and diversified production structures, but with high social and gender inequalities. The second reason relates to the availability of compatible sources of microdata that allow the construction of samples comparable between the two countries in the same period and similar categories of analysis Pesquisa Nacional de Amostra de Domicílios (PNAD) and Encuesta Nacional de Occupación y Empleo (ENOE) in 2008. This fact made it possible to measure the determinants and impacts of sex discrimination in employment. The method applied to estimate the degree of discrimination in each country, was based on the Oaxaca-Blinder technique and the main results show that for both countries the discriminations coefficient is lower among workers with higher educational level, although they have a higher wage differential. Moreover, it was found that discrimination is lower among the workers in occupations compatible with their academic degree, especially in Mexico.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
2011_FabioTatei.pdf (2.17 Mbytes)
Data de Publicação
2012-12-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.