• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.84.2012.tde-18122012-104158
Documento
Autor
Nome completo
Regiane Nitsch Bressan
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Balbachevsky, Elizabeth (Presidente)
Holzhacker, Denilde Oliveira
Mariano, Karina Lilia Pasquariello
Veiga, João Paulo Candia
Villa, Rafael Antonio Duarte
Título em português
A integração sul-americana e a superação da pobreza: uma abordagem pela percepçao das elites
Palavras-chave em português
América do Sul
Elites
Integração regional
Pobreza
Relações internacionais
Resumo em português
O estudo das percepções das elites de Argentina, Bolívia, Brasil, Chile e Venezuela sobre a integração sul-americana e o apoio à superação da pobreza no contexto regional, consistiram nos principais objetivos deste trabalho. Fundamentando-se na definição de elites da corrente pluralista, foram analisadas as percepções de cinco categorias: governos, partidos políticos, empresários, sindicatos e atores sociais. As teorias de integração regional definem as elites como os principais condutores destes processos. Estes atores são responsáveis por difundir os valores e expectativas positivas da integração regional para toda sociedade, contribuindo ao desenvolvimento dos blocos regionais. Para compor o estudo, foram utilizados dados das entrevistadas realizadas com 829 membros das elites sul-americanas, aplicadas em 2008, ademais dados de fontes primárias foram utilizados para enriquecimento da análise. A década de 2000 foi marcada pela ascensão de governos de inclinação esquerdista, quando novas lideranças emergiram no papel das elites sul-americanas. Ademais, neste cenário foi identificada a conformação de um regionalismo baseado menos em questões comerciais, privilegiando as dimensões políticas e sociais, que vem sofrendo críticas pelos seus opositores. A partir da análise desta tese, o estudo contemplou quatro objetivos específicos: 1. demonstrar o interesse de cada segmento sobre a integração regional; 2. conhecer o apoio ao combate à pobreza e desigualdade por cada grupo de elite; 3. revelar quais políticas de redução da pobreza obtêm maior sustentação no âmbito regional; 4. apontar as principais divergências nas percepções das elites sobre a conformação destas políticas e sobre o aprofundamento da integração regional. As principais conclusões alcançadas resumem-se em alguns pontos. Os valores e percepções das elites são norteados por crenças político-ideológicas, os quais resultam na discordância entre elas em algumas questões. As elites empresariais se identificaram com a vertente política de direita, foram as mais propensas a apoiarem as organizações internacionais em detrimento do regionalismo, e também foram as elites menos predispostas na distribuição igualitária das riquezas entre toda população. Em oposição, os sindicatos se identificaram com o prisma político de esquerda, sendo os mais favoráveis à integração regional, bem como à distribuição de riquezas entre toda população. Por sua vez, as elites partidárias, governamentais e atores sociais demonstraram diferenças de percepção no cerne dos seus próprios segmentos, denotando discordâncias que dificultam ainda mais a consolidação da integração regional e o enfrentamento em conjunto da pobreza no cenário sul-americano.
Título em inglês
The South American integration and poverty reduction: an approach by the perception of the elites
Palavras-chave em inglês
Elites
International relations
Poverty
Regional integration
South America
Resumo em inglês
The study of the perceptions of the elites in Argentina, Bolivia, Brazil, Chile and Venezuela considering the South American integration and the support to overcome poverty in the regional context, consisted in the main goals of this work. It is grounded by the pluralist conception of elites. The perceptions were analyzed in five categories: governments, political parties, entrepreneurs, labor unions and social actors. The regional integration theories define the elites as the main conductors of these processes. Thus, these actors are responsible for spread out the values and positives expectations of the regional integration all over society, contributing to the development of the regional blocks. To compose this study, data based upon interviews were used, accomplished with 829 members of the South American elites, applied in 2008, further, primary data sources were used to the analysis enrichment. The first decade of 2000s was marked by the rise of the leftist governments, when new leaderships emerged in the role of the South Americans elites. Furthermore, in this scenery was identified the conformation of a regionalism based less in commercial matters, privileging the political and social dimensions, which has been suffering critics by the opponents. From the analysis of this thesis, the study addresses four specific goals: 1. to demonstrate the interest of each segment on the regional integration; 2. to know the efforts to combat poverty and inequality by each elite group; 3. To reveal which poverty reduction policies obtain larger support in the regional scope; 4. to evince the main divergences between the elite perceptions and the conformity of these polices to the regional integration improvement. The main conclusions are summarized in some aspects. The values and perceptions of the elites are guided by political and ideological beliefs, which result in disagreement in some matters. The managerial elites identify with right-wing policies, opting for international organizations interest instead of the regionalism, and they also were the less inclined elites in the equitable growth and income distribution. However, labor unions identify with the left-wing policies, being the most favorable to the regional integration, as well as the equitable growth and income distribution. Nevertheless, the political parties, government and social actors demonstrate differences in perceptions of their own interest area, causing disagreements that jeopardize the regional integration improvement and also the equitable growth and poverty reduction in South American.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-12-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.