• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Noélle de Oliveira Freitas
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Rossi, Lidia Aparecida (Presidente)
Caballero, Jordi Alonso
Carvalho, Ana Maria Pimenta
Dantas, Rosana Aparecida Spadoti
Farina Junior, Jayme Adriano
Título em português
Adaptação cultural e validação do Perceived Stigmatization Questionnaire (PSQ) e do Social Comfort Questionnaire (SCQ) para brasileiros que sofreram queimaduras
Palavras-chave em português
Confiabilidade
Conforto social
Estigmatização
Estudos de validação
Queimaduras
Resumo em português
Este estudo metodológico teve como objetivos adaptar o Perceived Stigmatization Questionnaire (PSQ) e o Social Comfort Questionnaire (SCQ) e avaliar a validade e a confiabilidade, em uma amostra de brasileiros que sofreram queimaduras. O PSQ e o SCQ, avaliam, respectivamente, a percepção de estigmatização e o conforto social entre vítimas de queimaduras. O estudo foi aprovado pelos Comitês de Éticas das instituições envolvidas. Foram incluídos pacientes acima de 18 anos em fase de reabilitação, com ou sem necessidade de hospitalização, em duas Unidades de Queimados no Brasil. O processo de adaptação dos instrumentos foi realizado de acordo com as diretrizes internacionais. A validade de constructo relacionada à dimensionalidade dos instrumentos foi avaliada por meio das análises fatoriais exploratória (AFE) e confirmatória (AFC). A análise da confiabilidade foi realizada por meio do coeficiente alfa de Cronbach. A reprodutibilidade dos instrumentos foi avaliada por meio do coeficiente de correlação intraclasse (ICC). A validade de constructo foi avaliada pela análise multitraço-multimétodo (MTMM) com constructos correlatos: autoestima (Escala de Auto-Estima de Rosenberg), depressão (Inventário de Depressão de Beck); e afeto/imagem corporal e relações interpessoais (Burn Specific Health Scale-Revised). A análise de grupos conhecidos foi testada comparando-se os escores dos instrumentos, de acordo com a percepção do sujeito de visibilidade da queimadura, superfície corporal queimada e sexo. O nível de significância adotado foi 0,05. Participaram do estudo 240 pacientes queimados. Os índices de ajuste ao modelo foram satisfatórios para o escore total do PSQ, porém não para a subescala comportamento hostil. Essa subescala foi modificada, eliminando-se três itens e obtendo-se um melhor ajuste: a versão refinada do PSQ (BR-PSQ-R) (?2=229,53; g.l.=132, p<0,001; RMSEA=0,06; CFI=0,94; TLI=0,94). O alfa de Cronbach variou de 0,65 a 0,88. O valor do ICC foi de 0,87 para escore total do BR-PSQ-R. O BR-PSQ-R apresentou forte e positiva correlação com depressão (0,63; p<0,001) e forte e negativa correlação com autoestima (-0,57; p<0,001), afeto/imagem corporal (-0,63; p<0,001) e relações interpessoais (-0,55; p<0,001). O escore total do BR-PSQ-R foi significante e maior nos pacientes com cicatrizes visíveis (tamanho do efeito=0,51; p=0,029). Na AFC do SCQ, foram identificados índices de ajuste ao modelo insatisfatório para o modelo original unidimensional com oito itens, assim o modelo foi reduzido para seis itens (BR-SCQ-R), sendo identificado melhor ajuste ao modelo (?2=458,7; g.l.=7; p<0,001; RMSEA=0,05; CFI=0,99; TLI=0,99). O alfa de Cronbach foi de 0,80, e o ICC no teste-reteste foi de 0,86 para o escore total do SCQ. A versão final mostrou forte e negativa correlação com depressão (-0,56; p<0,001); forte e positiva correlação com afeto/imagem corporal (0,60; p<0,001), relações interpessoais (0,57; p<0,001) e autoestima (0,52; p<0,001). Na análise de grupos conhecidos, foi identificada diferença estatisticamente significante entre os pacientes que consideraram suas cicatrizes visíveis (tamanho do efeito=-0,49; p=0,012). Os resultados mostraram que as versões refinadas do PSQ e do SCQ apresentam confiabilidade e validade comparável à versão original. Entretanto, a estrutura em relação à subescala comportamento hostil do BR-PSQ-R e a sensibilidade de ambos os instrumentos devem ser revisadas em estudos futuros.
Título em inglês
Cross-cultural adaptation and validation of the Perceived Stigmatization Questionnaire (PSQ) and Social Comfort Questionnaire (SCQ) for Brazilians who suffered burn
Palavras-chave em inglês
Burn
Reliability
Social comfort
Stigmatization
Validation studies
Resumo em inglês
This methodological study had the following objectives: to adapt the Perceived Stigmatization Questionnaire (PSQ) and the Social Comfort Questionnaire (SCQ); and to assess the validity and reliability in a sample of Brazilians who suffered burns. The PSQ and the SCQ assesses respectively, the perception of stigmatization and the social comfort among burn victims. The study was approved by the Research Ethics Committees of the institutions studied. We included patients over 18 years old undergoing rehabilitation process of burn, with or without hospitalization in two Burn Units in Brazil. The cross-cultural adaptation process of the instruments was performed according to international guidelines. The construct validity related to the dimensionality of the instruments was evaluated by the exploratory factor analysis (EFA) and confirmatory factor analysis (CFA). The reliability analysis was performed using the Cronbach's alpha. The reproducibility of the instruments was assessed by the intraclass correlation coefficient (ICC). The construct validity was assessed by the multitrait-multimethod matrix (MTMM) through the constructs: self-esteem (Rosenberg Self Esteem Scale), depression (Beck Depression Inventory) and affection/body image and interpersonal relationships (Burn Specific Health Scale-Revised). The analysis of known-groups was tested by comparing the scores of the instruments according to the burn visibility, body surface in the area burned and gender. The significance level was 0.05. A total of 240 burn patients participated in the study. The goodness-of-fit indices were satisfactory for the total score of the PSQ, however, not for the subscale hostile behavior. This subscale was modified by removing 3 items to obtain a better adjust: the PSQ refined version (BR-PSQ-R) (?2=229.53; d.f.=132; p<0.001; RMSEA=0.06; CFI=0.94; TLI=0.94). Cronbach's alpha ranged from 0.65 to 0.88. The ICC value was 0.87 for the total score. The BR-PSQ-R showed strong and positive correlation with depression (0.63; p < 0.001), and strong and negative correlation with self-esteem (-0.57; p<0.001), and affection/body image (-0.63; p<0.001), and interpersonal relationships (-0.55; p<0.001). The total score of the BR-PSQ-R was significant and higher for patients with visible scars (effect size=0.51; p=0.029). In the CFA of the SCQ was identified unsatisfactory goodness-of-fit for the original model with one-factor structure with 8 items, thus, the model was reduced to 6 items (BR-SCQ-R) and better goodness-of-fit indices were identified (?2=458.7; d.f.=7; p<0.001; RMSEA=0.05; CFI=0.99; TLI=0.99). Cronbach's alpha was 0.80 and the ICC value in the test-retest was 0.86 for the BR-PSQ-R. The final version showed strong and negative correlation with depression (-0.56; p<0.001); and strong and positive correlations with affection/body image (0.60; p<0.001), interpersonal relationships (0.57; p<0.001) and self-esteem (0.52; p<0.001). In the analysis of known- groups we identified statistically significant difference between patients who considered their scars visible (effect size=-0.49; p=0.012). The results showed that the refined versions of the PSQ and SCQ showed reliability and validity comparable to the original versions. On the other hand, the structure related to the hostile behavior subscale of the BR-PSQ-R and the sensitivity of both instruments must be evaluated in future studies.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-10-06
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.