• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.83.2004.tde-23082007-173607
Documento
Autor
Nome completo
Alexandra de Souza Melo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2004
Orientador
Banca examinadora
Carvalho, Emilia Campos de (Presidente)
Bachion, Maria Marcia
Dalri, Maria Celia Barcellos
Jesus, Cristine Alves Costa de
Pela, Nilza Teresa Rotter
Título em português
Validação dos diagnósticos de enfermagem 'disfunção sexual e padrões de sexualidade ineficazes
Palavras-chave em português
diagnóstico de enfermagem
doenças hematológicas
oncologia
sexualidade
Resumo em português
Este estudo teve o propósito de validar os diagnósticos de enfermagem da NANDA (2001) "Disfunção Sexual" e "Padrões de Sexualidade Ineficazes" e de proporcionar uma avaliação objetiva da Sexualidade Humana. A abordagem metodológica de validação adotada foi a de Hoskins (1989): análise de conceito, validação por especialistas e validação clínica, denominada de verificação da incidência das evidências clínicas. A partir da reconstrução dos dois diagnósticos estudados e construção das definições operacionais de suas características definidoras, estes foram validados por 32 enfermeiros considerados peritos nestes diagnósticos, a partir da pontuação recomendada por Fehring (1994). Os resultados demonstraram que no diagnóstico "Disfunção Sexual" a definição está adequada ao título, mas merece que se especifique as fases da resposta sexual humana. Quanto às 10 características definidoras propostas, 07 receberam os maiores escores: limitações percebidas impostas pela doença e/ou terapêutica; limitações reais impostas pela doença e/ou terapêutica; alteração no alcance da satisfação sexual; busca de confirmação da qualidade de ser desejável; incapacidade de alcançar a satisfação desejada; percepção de alteração na excitação sexual e percepção de escasso desejo sexual. Ressalta-se que essas duas últimas características foram encontradas na literatura e acrescidas neste diagnóstico. Referente ao diagnóstico "Padrões de Sexualidade Ineficazes", a adequação da definição ao título necessitou de ser comprovada pela literatura, pois as sugestões dos enfermeiros peritos que discordaram foram heterogêneas. Quanto às características definidoras, os maiores escores foram atribuídos a dificuldades ou limitações relatadas nos comportamentos ou atividades sexuais, mudanças relatadas nos comportamentos ou atividades sexuais, alterações no desempenho do papel sexual percebido e alteração no relacionamento com pessoas significativas, sendo estas duas últimas foram deslocadas do diagnóstico "Disfunção Sexual". Todas as características definidoras do diagnóstico "Disfunção Sexual" que receberam escores acima de 0,80 na Validação por Especialistas tiveram incidências acima de 55% no contexto clínico dos pacientes portadores de doenças onco-hematológicas. Porém, referente ao diagnóstico "Padrões de Sexualidade Ineficazes", as maiores incidências ocorreram nas características definidoras: dificuldades ou limitações relatadas nos comportamentos ou atividades sexuais e mudanças relatadas nos comportamentos ou atividades sexuais, que constam na NANDA (2001). Conclui-se que os pacientes portadores de neoplasias hematológicas apresentaram comprometimento de uma ou mais fases da resposta sexual humana e mostraram-se preocupados com a influência da doença e do tratamento no seu comportamento sexual, principalmente, no que se refere ao medo de se adquirir uma infecção, resultando na diminuição ou interrupção da sua atividade sexual, após descobrir a doença
Título em inglês
Validation of nursing diagnoses: Sexual Dysfunction and Ineffective Sexuality Patterns
Palavras-chave em inglês
blood diseases
nursing diagnosis
oncology
sexuality
Resumo em inglês
This study aimed to validate the NANDA (2001) nursing diagnoses "Sexual Dysfunction" and "Ineffective Sexuality Patterns" and offer an objective evaluation of Human Sexuality. Our methodological approach of validation was based on Hoskins (1989): concept analysis, expert validation and clinical validation, called verification of clinical evidence incidence. Starting from the reconstruction of the two diagnoses under analysis and the construction of the operational definitions of their defining characteristics, validation was realized by 32 nurses, who are considered experts on these diagnoses, according to the punctuation recommended by Fehring (1994). Results demonstrate that, with respect to the "Sexual Dysfunction" diagnosis, the definition is adequate for the title, but human sexual response phases need to be specified. 07 out of 10 defining characteristics obtained the highest score: perceived limitations imposed by disease and/or therapy; actual limitations imposed by disease and/or therapy; alteration in achieving sexual satisfaction; seeking confirmation about being desirable; incapacity to achieve desired satisfaction; perception of altered sexual excitement and perception of scarce sexual desire. We highlight that the last two characteristics were found in literature and added to this diagnosis. The adequacy of the "Ineffective Sexuality Patterns" definition to the title had to be proved by means of literature, since the experts nurses displayed heterogeneous suggestions in this respect. The defining characteristics with the highest scores were: reported difficulties or limitations in sexual behaviors or activities; reported changes in sexual behaviors or activities; alterations in achieving perceived sex role and alteration in relationship with significant other. The last two were transferred from the "Sexual Dysfunction" diagnosis. All defining characteristics for the "Sexual Dysfunction" diagnosis with scores superior to 0.80 in Experts Validation disclosed incidence rates superior to 55% in the clinical context of blood cancer patients. However, with respect to the "Ineffective Sexuality Patterns" diagnosis, the highest incidence rates occurred for the following defining characteristics: reported difficulties or limitations in sexual behaviors or activities and reported changes in sexual behaviors or activities, which are listed in NANDA. We conclude that the human sexual response of blood cancer patients was affected in one or more phases. Patients revealed to be worried about the influence of the disease and treatment on their sexual behavior, mainly with respect to the fear of getting an infection, resulting in decreased or interrupted sexual activity after the discovery of the disease
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2007-08-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.