• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.83.1997.tde-22102007-104643
Documento
Autor
Nome completo
Maria Alice Ornellas Pereira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 1997
Orientador
Banca examinadora
Furegato, Antonia Regina Ferreira (Presidente)
Oliveira, Eleonora Menicucci de
Scatena, Maria Cecilia Morais
Vaisberg, Tania Maria Jose Aiello
Vietta, Edna Paciencia
Título em português
Representações sociais de pacientes psiquiátricos sobre a loucura, a internação e o sofrer psíquico: a triste passagem e a triste paisagem
Palavras-chave em português
Institucionalização
Psiquiatria
Sofrer Psíquico
Resumo em português
O objetivo deste trabalho foi identificar as Representações Sociais de pacientes psiquiátricos, sobre suas situações de vida após convívio com a loucura, a internação e o sofrer psíquico. A partir de uma abordagem qualitativa de pesquisa, utilizei a técnica de História de Vida para entrevistar individualmente quatro pacientes (mulheres) internadas no hospital psiquiátrico. Construí os procedimentos teórico-metodológicos desta pesquisa, através da observação, da realização de entrevistas abertas não diretivas, enriquecidas com o uso de Técnica Projetiva (o desenho-estória livre e com tema) e de consulta feita nos prontuários. Utilizei a Análise Temática para analisar os dados, constatando que as pacientes constroem conhecimentos acerca da loucura. Deste modo, pude identificar as Representações Sociais que se constituem em sistemas de pensamentos organizados em verdadeiras teorias psicopatológicas, que se articulam ao redor de concepções sobre a loucura e suas conseqüências. As pacientes, através de vivências concretas, elaboraram teorias que denotam seus difíceis percursos de vida os quais conduziram-nas à condição de doentes mentais. A expressão a triste passagem, a triste paisagem, utilizada por uma paciente, sujeito da pesquisa, traduz o drama daqueles que passaram pela sofrida experiência da loucura, que foram submetidos ao tratamento psiquiátrico e que, conseqüentemente, tiveram longas internações.
Título em inglês
Social Representations of psychiatric patients on their insanity, internment and psyche suffering: the sad journey of the sad scenery
Palavras-chave em inglês
Long-Term Hospitalization
Psychiatry
Psychological Suffering
Resumo em inglês
This study aimed to identify the Social Representations of psychiatric patients on their circumstances of life after being familiar with insanity, internment and psyche suffering. From a qualitative approach of research, i applied the technique of Life History to interview four female patients interned in a Psychiatric Hospital separately. I made the methodologicaltheoretical procedures of this research through observation, non-directive open interviews enriched with the application of prospective techique (free historydrawing and thematic drawing) and consultation in the reports. I applied the thematic analysys to analyze the data confirming that the patients build up certain knowledge about their insanity. In this way, I could identify the Social Representations which are made in methods of thinking organized in true psycho-pathological theories which are combined with conceptions about insanity and its consequences. Through real grasp of life experience the patients developed theories denoting their difficult ways of life which led them to the status of mentally sick people. The saying the sad journey, the sad scenery used by a patient in this study puts in lay terms the tragedy of those who went through the hard experience of insanity, who underwent psychiatric treatment and therefore had lengthy internments.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2007-11-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.