• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.83.2012.tde-17042012-112917
Documento
Autor
Nome completo
Mara Cristina Ribeiro
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Machado, Ana Lucia (Presidente)
Brêda, Mércia Zeviani
Campos, Edemilson Antunes de
Colvero, Luciana de Almeida
Pitta, Ana Maria Fernandes
Título em português
A saúde mental em Alagoas: trajetória da construção de um novo cuidado
Palavras-chave em português
desinstitucionalização
pós-modernidade
reforma psiquiátrica.
Saúde mental
Resumo em português
A presente pesquisa teve como objetivo traçar a trajetória de construção do novo modelo de cuidado em saúde mental no Estado de Alagoas. Para tal fim, elegeu-se a estratégia qualitativa de pesquisa, dentro das perspectivas teóricas da pós-modernidade, da desinstitucionalização e da Reforma Psiquiátrica Brasileira. Os sujeitos foram gestores, docentes universitários, trabalhadores dos Centros de Atenção Psicossocial, usuários e seus familiares. Para a produção dos dados foi utilizado o método da história oral temática. Os achados foram submetidos à técnica de Análise Temática e foram organizados em três eixos temáticos e respectivas categorias. O primeiro eixo trata da passagem do cuidado realizado nos hospitais psiquiátricos para o cuidado realizado nos Centros de Atenção Psicossocial, indicando quais ações e rupturas foram percebidas nesse processo. Também traça o perfil dos principais atores desse novo cuidado. O segundo eixo trata da avaliação das ações concebidas dentro do espaço de exercício do novo cuidado, a partir da percepção dos sujeitos participantes da pesquisa. Este espaço de cuidado se refere tanto às instituições da atenção em saúde mental, os CAPS no caso de Alagoas e outros serviços ligados a ele, quanto às entidades que supostamente permeiam o novo cuidado, principalmente as Universidades e as políticas que dão sustentação a essas ações. O terceiro eixo trata das soluções encontradas pelos próprios entrevistados diante das fragilidades e condições paralisantes apresentadas, ao avaliarem a complexa estrutura do novo cuidado em saúde mental. Ao final, diante de limites e desafios encontrados nessa trajetória, aponta caminhos possíveis para a qualificação desse cuidado no sentido de efetivá-lo como cuidado exercido na comunidade, com base territorial e práticas psicossociais.
Título em inglês
Mental Health In Alagoas: path of the construction of a new care
Palavras-chave em inglês
Deinstitutionalization
Mental Health
Post-modernity
Psychiatric Reform.
Resumo em inglês
This research aims to trace the path of construction of the new model of care in mental health in the state of Alagoas Brazil. In order to do so, it was elected the qualitative research strategy, within the theoretical perspective of the post-modernity, of the deinstitutionalization and of the Brazilian Psychiatric Reform. The subjects of the research were the managers, professors, workers from the Psychosocial Care Centers (CAPS), users of the services and their families. For the data producing, it was used the thematic oral history method. The findings were submitted to the Thematic Analysis technique and were organized in three thematic axes and its respective categories. The first axe concerns the transition of the care taken by psychiatric hospitals to the care taken by the Psychosocial Care Centers, indicating which actions and ruptures were noticed in this process. It also traces the profile of the main actors of this new care. The second axe explores the assessment of the actions conceived within the space of exercise of the new care, from the perception of the subjects who participated of the research. This space of care refers to the institutions of care in mental health, the Psychosocial Care Centers in Alagoas and also other services connected to them, as well as to the entities that supposedly permeate the new care, specially the Universities and the policies that give support to these actions. The third axe focuses on the solutions found by the own subjects of the research in front of the fragility and paralyzing conditions presented as they assessed the complex structure of the new care in mental health. In the end, in front of limits and challenges found in this trajectory, it arises possible paths to the qualification of this care in order to effective it as a care taken in the community, territorial based and with psychosocial practices.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
TESEMARA.pdf (4.57 Mbytes)
Data de Publicação
2012-04-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.