• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.83.2006.tde-17012007-164607
Documento
Autor
Nome completo
Adriana Inocenti Miasso
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2006
Orientador
Banca examinadora
Cassiani, Silvia Helena de Bortoli (Presidente)
Almeida, Ana Maria de
Contel, Jose Onildo Betioli
Gallotti, Renata Mahfuz Daud
Moreno, Vânia
Título em português
"'Entre a cruz e a espada": o significado da terapêutica medicamentosa para a pessoa com transtorno afetivo bipolar, em sua perspectiva e na de seu familiar
Palavras-chave em português
Hábitos de consumo de medicamentos
Relações interpessoais
Transtorno bipolar
Resumo em português
O Transtorno Afetivo Bipolar (TAB) é uma condição crônica, caracterizada pela existência de episódios agudos e recorrentes de alteração patológica do humor, que ocasiona grande impacto na vida do paciente, reduzindo seu funcionamento e sua qualidade de vida. O uso de medicamentos consiste em uma realidade necessária ao cotidiano da pessoa com TAB. Este estudo teve como objetivo compreender o significado da terapêutica medicamentosa para a pessoa com TAB, em sua perspectiva e na de seu familiar. Dada a natureza do problema, esta investigação utilizou uma abordagem qualitativa, tendo como referencial metodológico a Teoria Fundamentada nos Dados, à luz do Interacionismo Simbólico. Participaram do estudo 14 pessoas com TAB que estavam em acompanhamento em uma Unidade Ambulatorial de Transtornos do Humor de um hospital universitário e 14 familiares indicados pelas mesmas. A entrevista e observação foram utilizadas como principais estratégias de obtenção de dados. As entrevistas gravadas, após serem transcritas, foram codificadas em três etapas: codificação aberta, codificação axial e codificação seletiva. A análise comparativa dos dados resultou no fenômeno central: ?ESTANDO ENTRE A CRUZ E A ESPADA? em relação à terapêutica medicamentosa. Tal processo foi constituído pela integração entre categorias no modelo de paradigma de Strauss e Corbin, envolvendo a causa desencadeadora do fenômeno, o contexto em que o mesmo está inserido, as condições intervenientes, a estratégia de ação sobre o fenômeno e suas conseqüências. O fenômeno ESTANDO ENTRE A CRUZ E A ESPADA permitiu compreender que, para pessoas com TAB, existe uma situação de ambivalência em relação à terapêutica medicamentosa: no início, não reconhecendo o transtorno e, paralelamente, tomando muitos medicamentos. Como não se percebem doentes, geralmente não identificam motivos para utilizar medicamentos que lhes impõem como realidade conviver com o preconceito e com as perdas e limitações impostas tanto pelos seus efeitos colaterais quanto pelos sintomas do transtorno, sendo freqüente o abandono da terapia medicamentosa. Ao identificar a real necessidade do medicamento, evidenciada pela vivência de crises na ausência do mesmo, as pessoas com TAB percebem-se frente a um dilema entre as duas alternativas de vida em que se constituem a saúde e a doença. Nesse sentido, ao mesmo tempo em que depositam no medicamento o símbolo de sanidade, esse passa a ser a prova concreta e cotidiana de que possuem um transtorno mental e crônico. Este estudo permitiu, assim, compreender os fatores associados e determinantes da realidade vivenciada pelas pessoas com TAB em relação à terapêutica medicamentosa, possibilitando um salto na implementação de estratégias de intervenção nos serviços de saúde direcionadas à qualidade da assistência a esses pacientes
Título em inglês
"Between the devil and the deep blue sea": the meaning of medication therapy for people with bipolar affective disorder, according to their perspectives and those of family members
Palavras-chave em inglês
Bipolar disorder
Drug use habits
Interpersonal relations
Resumo em inglês
Bipolar Affective Disorder (BAD) is a chronic condition, characterized by the existence of acute and recurring episodes of pathological mood change, which causes a great impact on patients? lives, reduces their functioning and quality of life. Taking medication is a necessary reality in the daily lives of BAD patients. This study aimed to understand the meaning of medication therapy for these patients, according to their perspectives and those of family members. Given the nature of the problem, this research used a qualitative approach, based on Grounded Theory, in the light of Symbolic Interactionism. Study participants were 14 BAD patients who were followed at a Clinical Unit for Mood Disorders of a university hospital and 14 relatives they indicated. Interviews and observation were the main strategies for data collection. The recorded interviews were first transcribed and then coded in three phases: open coding, axial coding and selective coding. Comparative data analysis resulted in the central phenomenon: BEING BETWEEN THE DEVIL AND THE DEEP BLUE SEA with respect to medication therapy. This process was constituted by integrating categories in Strauss and Corbin?s paradigm model, involving the cause that triggered the phenomenon, the context in which it is inserted, intervening conditions, the strategy to act on the phenomenon and its consequences. The phenomenon of BEING BETWEEN THE DEVIL AND THE DEEP BLUE SEA allowed us to understand that, for patients with BAD, there is an ambivalent situation related to medication therapy. This is perceived, at first, by not acknowledging the disorder and, in parallel, by taking many drugs. As patients do not perceive themselves as ill, they generally do not identify, at this moment in the history of the disorder, motives to take drugs that impose the reality of living with prejudice and with the losses and limitations imposed by their collateral effects as well as by the symptoms of the disorders, with frequent abandonment of medication therapy. By identifying the real need for the drug, evidenced by the experience of crises when it is absent, patients with BAD find themselves faced with a dilemma between the two alternatives of life, which are health and disease. In this sense, patients place the symbol of sanity in the medication but, at the same time, it becomes the concrete and daily proof that they have a mental and chronic disorder. This study allowed us to understand associated and determinant factors of the reality BAD patients experience in relation to medication therapy, permitting a leap in the implementation of intervention strategies in health service directed at the quality of care for these patients
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
AMiasso.pdf (997.03 Kbytes)
Data de Publicação
2007-03-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.