• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Miriam Fernanda Ragghianti Vicente
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Carlos, 2000
Orientador
Banca examinadora
Alves, José Marcos (Presidente)
Barbieri, Cláudio Henrique
Gabrielli, Marisa Aparecida Cabrini
Título em português
Efeitos da estimulação ultra-sônica de baixa intensidade em osteotomias mandibulares: estudo experimental em coelhos.
Palavras-chave em português
Mandíbula
Osteotomia
Ultra-som
Resumo em português
Vários estudos animais in-vivo e estudos clínicos prospectivos, com grupo controle e duplamente cego mostraram que o ultra-som de baixa intensidade é capaz de acelerar a consolidação de fraturas recentes. A taxa de sucesso é alta no tratamento de fraturas com retardo de consolidação ou não-união (pseudoartrose). O efeito desta tecnologia não-invasiva no tratamento de fraturas da face é desconhecido. O objetivo desta dissertação foi investigar o efeito do ultra-som de baixa intensidade no reparo ósseo da osteotomia de mandíbula. A osteotomia foi realizada no lado esquerdo da mandíbula de coelho e foi fixada com miniplacas de titânio. Foram estabelecidos três grupos experimentais com oito coelhos machos brancos em cada grupo para serem submetidos aquele procedimento cirúrgico. Em cada grupo a osteotomia de quatro animais foi tratada por ultra-som durante 20 minutos/dia. Os outros quatro animais não foram tratados por ultra-som. Os grupos foram diferenciados pelo dia de sacrifício dos animais. Os animais foram sacrificados no 16°, 31° e 46° dias após a cirurgia, respectivamente, para a análise histológica do reparo ósseo nas osteotomias.
Título em inglês
not available
Palavras-chave em inglês
not available
Resumo em inglês
Numerous in vivo animal and prospective double blind placebo clinical studies have shown that low intensity pulsed ultrasound is capable of accelerating the healing of fresh fractures. The rate of success is high in the treatment of delayed healing and nonunion. The effect of this noninvasive technology in the treatment of face fractures is unknown. The aim of this dissertation was to investigate the effect of the low intensity pulsed ultrasound in the bone repair of mandible osteotomie. The osteotomie was carried out in the left side of a rabbit mandible which was fixed by titanium miniplate osteosynthese. Eight white male rabbits were randomly assigned to each of three experimental groups to undergo that cirurgical procedure. In each group the osteotomie of four animais was treated by ultrasound 20 minutes/day. The other four animals didn't undergo the ultrasound treatment. The groups were distinguished by the day that the animals were sacrificed. Animals were killed after 16, 31 and 46 days of the surgery, respectively, for histologic analysis of the bone repair in the osteotomies.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-10-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.