• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.82.2007.tde-07082007-110337
Documento
Autor
Nome completo
Paulo Sérgio Bossini
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Carlos, 2007
Orientador
Banca examinadora
Parizotto, Nivaldo Antonio (Presidente)
Liebano, Richard Eloin
Lopes, Luciana Almeida
Título em português
Laser de baixa intensidade (670nm) na viabilidade do retalho cutâneo randômico em ratos
Palavras-chave em português
Cicatrização
Fluência
Retalhos cirúrgicos
Terapia laser de baixa intensidade
Resumo em português
Os retalhos cutâneos são amplamente utilizados na cirurgia plástica, principalmente na reparadora. Após o procedimento operatório, uma das principais complicações é a isquemia, podendo ocasionar a necrose do retalho. Vários recursos têm sido estudados com o intuito de aumentar a viabilidade desses retalhos. Dentre esses recursos, o laser de baixa intensidade é uma alternativa de tratamento, uma vez que pode promover um aumento da microcirculação e da neoformação vascular. Entretanto, existem discrepâncias na literatura em relação aos parâmetros empregados no uso do laser de baixa intensidade, principalmente das fluências utilizadas nos tratamentos. Este estudo teve como objetivo verificar o efeito de diferentes fluências do laser de 670nm, na viabilidade do retalho cutâneo randômico em ratos. Foram utilizados 100 ratos, da linhagem Wistar, distribuídos em 5 grupos de 20 animais cada. O retalho cutâneo randômico de base cranial foi realizado com dimensões de 10 X 4 cm e uma barreira plástica foi interposta entre o mesmo e o leito doador. O grupo 1 (controle) foi submetido à simulação de tratamento com o aparelho desligado. O grupo 2 foi submetido à radiação laser com fluência de 3 J/'CM POT.2'. Os grupos 3, 4 e 5 foram irradiados com fluências de 6 J/'CM POT.2', 12 J/'CM POT.2' e 24 J/'CM POT.2', respectivamente. Todos os grupos experimentais receberam a radiação laser imediatamente após o procedimento operatório e nos 4 dias subseqüentes, utilizando-se a técnica pontual em contato em 24 pontos distribuídos sobre e ao redor do retalho. No sétimo dia pós-operatório, as porcentagens da área de necrose dos retalhos foram avaliadas pelo método do gabarito de papel e também foi coletada uma amostra do retalho de 10 animais de cada grupo, escolhidos aleatoriamente, para a realização da contagem dos vasos sangüíneos. O grupo 1 apresentou média de área de necrose de 49,92%; o grupo 2 - 41,84%; o grupo 3 - 36,51%; o grupo 4 - 29,45% e o grupo 5 - 20,37%. Na contagem dos vasos, o grupo 1 obteve média de 65,2; o grupo 2 - 92,6; o grupo 3 - 105,5; o grupo 4 - 128,7 e o grupo 5 - 171,0. Na análise estatística, realizou-se a ANOVA, seguida do teste de comparações múltiplas de Tukey. Os resultados mostraram que todos os grupos experimentais apresentaram valores estatisticamente significativos comparados ao grupo controle, sendo que o grupo 5 apresentou a menor área de necrose e o maior número de vasos quando comparado aos demais grupos deste estudo (p < 0,01). O teste de correlação linear de Pearson indicou alta correlação negativa entre a porcentagem de necrose e o número de vasos dos retalhos (-0,972 / p = 0,0001). O laser de baixa intensidade (670nm) aplicado com fluência de 24 J/'CM POT.2' foi mais eficaz no aumento da viabilidade do retalho cutâneo randômico em ratos, comparado às outras fluências utilizadas neste estudo.
Título em inglês
Low level laser therapy (670nm) on the viability of random skin flap in rats
Palavras-chave em inglês
Fluence
Low level laser therapy
Surgical flaps
Wound healing
Resumo em inglês
Skin flaps are widely used in plastic surgery, mainly in repair surgeries. After this reconstructive procedure, one of the main consequences is the decrease of blood flow in the area, which can be responsible by tissue necrosis. In this context, a lot of studies have investigated treatments able to increase the viability of the flap and the low level laser therapy (LLLT) has been chosen as an efficient treatment to reduce post-injury inflammatory processes and to stimulate the formation of new blood vessels. However, the use of a wide range of fluences by different authors and the lack of standardized experimental conditions make it difficult to compare published results. The aim of this study was to investigate the dose-response effects of 670nm laser on the viability of random skin flap in rats. One hundred Wistar male rats were used in this study. The animals were divided into 5 groups: group 1 (control group); group 2 (treated with 3 J/'CM POT.2'); group 3 (treated with 6 J/'CM POT.2'); group 4 (treated with 12 J/'CM POT.2') and group 5 (treated with 24 J/'CM POT.2'). The skin flap was made on the back of all animals studied (dimensions: 10 x 4 cm) and before the sutures were done, a plastic sheet was interposed between the flap and the donor site. Laser irradiation was performed immediately after the surgery and on days 1, 2, 3 and 4 post-surgery. The irradiation was made punctually, on 24 points on the skin surface and around it. The percentage of the necrosis area of the flap was calculated by the paper template method at the day 7 postoperative. Moreover, a sample of the skin flaps was collected from 10 rats of each group, which were chosen aleatory, to performe the count of the blood vessels. The animals of all treated groups showed statistically significant differences when compared to the control group (necrosis area: 49, 92%). The necrosis area of the treated groups were 41,82% (group 2), 36,51% (group 3), 29,45% (group 4) and 20,37% (group 5). In the count of blood vessels, group 1 showed the mean of 65,2; group 2 - 92,6; group 3 - 105,5; group 4 - 128,7 and group 5 - 171,0. The ANOVA test, followed by the Tukey test, for multiple comparasions were used. The results showed that all experimental groups showed statistically lower values for the necrosis area compared to the control and a higher number of blood vessels in the skin flap. It can be observed that the best results were found in the animals of group 5 (p < 0,01). In addition, the Pearson coefficient showed a significant negative correlation between necrosis area and the number of vessels (-0,972 / p = 0,0001). This present study has demonstrated that the 670nm laser was efficient to increase the viability of the skin flap, at all fluences used, with a tendency of reaching better results at higher dosages (24 J/'CM POT.2').
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2007-08-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.