• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Jorgeane da Mota Trindade de Oliveira
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Carlos, 2018
Orientador
Banca examinadora
Novo Junior, José Marques (Presidente)
Alem, Michele Elisabete Rúbio
Gomes, Grace Angélica de Oliveira
Montagnoli, Arlindo Neto
Título em português
Fadiga relacionada ao câncer: fatores cinéticos e neuromusculares
Palavras-chave em português
Eletromiografia de superfície
Fadiga - câncer
Teste isométrico
Resumo em português
A fadiga relacionada ao câncer (FRC) é um sintoma frequente entre pacientes em tratamento oncológico e pode ocorrer em todas as fases do tratamento, afeta a qualidade de vida do paciente, por vezes o impossibilitando de realizar tarefas. Ainda não se sabe o que causa essa fadiga, se fatores psíquicos, emocionais, físicos ou a junção de tudo ou o próprio tratamento. Cerca de 70% dos pacientes com câncer irão passar por essa experiência em alguma fase do tratamento ou término dele. Objetivos: Analisar as características do desenvolvimento e manutenção da força muscular e dos níveis de neuroativação registrados durante os testes de esforço isométrico em indivíduos que tiveram câncer de mama em comparação com indivíduos saudáveis. Metodologia: Trata-se de um estudo transversal, com análise quantitativa no ano de 2018 em São Carlos-SP. Participaram da pesquisa 18 mulheres, sendo 9 do Grupo Controle (GC) e 9 consideradas Livres do Câncer de Mama (LCM). As voluntárias tinham idades entre 40 e 65 anos. Os critérios de inclusão foram: mulheres que tiveram câncer de mama como tumor primário, que haviam concluído a terapia até 6 meses antes da pesquisa, que não tivessem quaisquer tipos de lesões em membros superior e/ou inferior. A pesquisa foi realizada em uma única etapa, onde a média de tempo para cada voluntária era de 1 hora e 30 minutos. Análise de dados: dados coletados pelo software WINDAQ® e o MiotecSuite 1.0, com resultados analisados e tratados através de rotina Matlab e teste T student utilizando o programa R. Resultados: Para os testes de força, o teste isométrico das 3 tentativas para membros superiores e inferiores entre o GC e o LCM, não houve diferenças significativas. A 4ª tentativa para o Teste-t (p<0,05) apresentou uma média de p=0,03338, para as sobreviventes do câncer de mama. Não foi encontrada nenhum resultado significativo para o desvio padrão normalizado com o resultado de p=0,07278. Conclusão: Para membro inferior os testes com tensiômetro baseado em célula de carga houve diferença significativa entre os grupos. No caso das mulheres LCM a força de membro inferior foi menor quando comparadas ao GC.
Título em inglês
Fatigue related to cancer: kinetic and neuromuscular factors
Palavras-chave em inglês
Cancer - fatigue
Isometric test
Surface electromyography
Resumo em inglês
Cancer-related fatigue (CRF) is a common symptom among cancer patients and can occur at all stages of treatment. It affects the quality of life of the patient, often making it impossible to perform previously executed tasks without difficulties. It is not yet known what causes this fatigue, whether psychic, emotional, physical factors or the junction of all or the treatment itself. About 70% of cancer patients will undergo this experience at some stage of treatment or at the end of it. Objectives: To analyze the characteristics of the development and maintenance of muscle strength and levels of neuroactivation recorded during the isometric exercise tests in individuals who had breast cancer compared to healthy individuals. Methods: The present research is a study of an transversal model, of the transversal type, with quantitative analysis. A total of 18 women participated in the study, of which 9 were from the Control Group (CG) and 9 were considered Free from Breast Cancer (FBC). The volunteers were between 40 and 65 years old. Inclusion criteria were: women who had breast cancer as the primary tumor, who had completed therapy up to 6 months prior to the survey, who did not have any lesions on upper and/or lower limbs. The research was performed in a single step for data collection, where the average time for each volunteer was 1 hour and 30 minutes. Data analysis: data collected by WINDAQ software and MiotecSuite 1.0, with results analyzed and treated through Matlab routine and T student test using program R. Results: For the strength tests, the isometric test of the 3 attempts for upper and lower limbs, there were no significant differences between CG and FBC. In the strength test, the average of the 4th attempt for the t-Test (p<0.05) presented a significant result for lower musculature p = 0.03338. For normalized standard deviation, the result, p = 0.07278, may indicate that this value was not significant for some limiting factors of the research, such as a small number of volunteers. Conclusion: It was verified that in the measurement of the data for lower limb the tests with tensiometer based on load cell there was significant difference between the groups. In the case of FBC women, lower limb strength was lower when compared to CG.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-05-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.