• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.81.2018.tde-25072018-135159
Documento
Autor
Nome completo
Beatriz Vivian Schneider Felicio
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Matos, Mauricio dos Santos (Presidente)
Kato, Danilo Seithi
Marcondes, Maria Eunice Ribeiro
Mattos, Cristiano Rodrigues de
Moura, Manoel Oriosvaldo de
Título em português
Formação de conceitos da termoquímica em meio a relações CTSA e questões sociocientíficas: contribuições da Teoria da Atividade Histórico-Cultural
Palavras-chave em português
educação em ciências
ensino de química
formação de conceitos
teoria da atividade
teoria histórico-cultural
Resumo em português
Este trabalho incide sobre um problema antigo e ainda atual observado na educação escolar: a ruptura entre os conteúdos disciplinares ensinados na escola e a vida do aluno fora dela. O aluno é apartado de uma forma de conhecimento que o torne consciente de sua realidade como sujeito ativo de sua história e da história humana. Esta separação é refletida na Educação em Ciências, sendo muitas as propostas que buscam proporcionar ao aluno um entendimento crítico do conhecimento científico, tais como a perspectiva CTSA (ciência, tecnologia, sociedade e ambiente), que aponta em direção à inclusão de questões sociais da realidade do aluno nas aulas de ciências. A motivação inicial deste trabalho baseou-se na busca de uma fundamentação teórica que pudesse nos ajudar a compreender o processo humano de apropriação do conhecimento, e, a partir desta compreensão, organizar uma aula de química que pudesse superar a referida ruptura. Nessa direção, assumimos como fundamentação teórica a Teoria da Atividade Histórico-Cultural, estabelecendo, como objetivo da tese, analisar o processo de formação de conceitos da termoquímica em meio a questões do contexto histórico-social do aluno mediadas por relações CTSA e por questões sociocientíficas. A pesquisa centrou seu foco no processo de aplicação de uma atividade de ensino, elaborada e aplicada em um curso pré-vestibular do movimento de Educação Popular da cidade de Ribeirão Preto, localizada no estado de São Paulo. A atividade de ensino foi desenvolvida numa perspectiva socioambiental crítica em relação à produção e ao uso de combustíveis pelo homem, sendo registradas todas as falas dos alunos durante as atividades, por meio do uso de câmeras dispostas estrategicamente para a coleta do áudio durante as atividades, como também desenvolvidas produções textuais, analisadas a partir de alguns referenciais teórico-metodológicos da Teoria da Atividade Histórico-Cultural. Como resultado da análise dos dados, observou-se que o processo de formação dos conceitos da termoquímica em meio ao contexto histórico-social do aluno é determinado pela estrutura e pelo movimento da atividade, o qual depende da preparação e mediação do professor, já que tanto a concretização e sistematização, como as generalizações, as apropriações e significações configuram-se como processos mediados. Observou-se, também, o papel relevante da mediação do professor em considerar os conceitos espontâneos do aluno como forma de proporcionar concretude aos conceitos científicos. Tanto nas interações de sala de aula quanto nos textos analisados, identificou-se que a apropriação de conceitos ocorreu por meio da união entre uma necessidade humana real e o conceito químico. Os conceitos científicos da termodinâmica, cujas formas de ação (operações) fundamentais não são executadas pelo aluno, mostraram ter desenvolvimento reduzido, enquanto os aspectos CTSA e as QSC, coordenados pela estrutura e movimento da atividade de ensino-aprendizagem, mostraram servir como instrumentos úteis para a interação do conhecimento químico com o contexto histórico-social do aluno.
Título em inglês
Formation of thermochemistry concepts in the middle of STSE relations and socioscientific issues: contributions of the Theory of Historical-Cultural Activity
Palavras-chave em inglês
activity theory
chemistry teaching
concept formation
historical-cultural theory
science education
Resumo em inglês
This work focuses on an old and still current problem observed in school education: the rupture between the disciplinary contents taught in school and the life of the student outside it. The student is deprived of a knowledge form that makes him aware of his reality as an active author of his history and of human history. This problem is reflected in Science Education being many the proposals that seek to provide the student a critical understanding of scientific knowledge. Among them we share intentions with those that aims to include social issues of the student's reality in science classes, such as the CTSA perspective (relations between science, technology, society and environment). The initial motivation for this work is set in the search for a theoretical foundation that can help us to understand how the human process of knowledge appropriation happens, and, from this understanding, to organize a chemistry class that surpasses the said rupture. In this direction, we assume this theoretical foundation in the Historical-Cultural Activity Theory establishing, as the thesis objective, to analyze the process of thermochemistry concepts formation in the middle of questions of the student historical and social context mediated by STSE relations and socio-scientific issues. The research focused on the process of applying a teaching activity, elaborated and applied in a pre-vestibular course of Popular Education movement of Ribeirão Preto city, located in the São Paulo state. The teaching activity was developed from a critical socio-environmental perspective in relation to the production and use of fuels by man, and all the speeches of the students were recorded during the activities, through the use of strategically arranged cameras to collect the audio during the activities, as well as developed textual productions, analyzed from some theoretical-methodological references of the Theory of Historical-Cultural Activity. The analysis results shows that the process of thermochemistry concepts formation in the student's historical-social context is determined by the activity structure and movement, which depends on the activity preparation and mediation by the teacher. The concretization and systematization, the generalizations, the appropriations and significations are mediated processes. It is important to consider, in the teacher's mediation, the spontaneous concepts of the student to provide concreteness to the scientific concepts. In both classroom and text interactions, the appropriation of concepts occurs through the union of a real human need with a chemical concept. The concept whose fundamental forms of action (operations) are not executed by the student has a reduced development. The CTSA aspects and socioscientific issues, coordinated by the structure and movement of the teaching-learning activity, serve as instruments to provide the interaction between the chemical knowledge and the student socio-historical context.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-08-02
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.