• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.81.2018.tde-05072018-150254
Documento
Autor
Nome completo
Naãma Cristina Negri Vaciloto
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Marcondes, Maria Eunice Ribeiro (Presidente)
Júnior, João Batista dos Santos
Kiill, Keila Bossolani
Título em português
Formação continuada de professores de química em grupo colaborativo: conhecimentos e práticas sobre eletroquímica, equilíbrio químico e cinética química
Palavras-chave em português
Ensino de Química
Formação continuada do professor
Grupo colaborativo
Necessidades formativas
Resumo em português
Existe um conjunto de necessidades formativas que, quando superadas, garantem ao professor subsídios para desempenhar a atividade docente com qualidade. Conhecer a matéria a ser ensinada é uma delas, pois o domínio dos conteúdos científicos pode estar relacionado ao envolvimento dos professores em atividades inovadoras, evitando a transmissão mecânica dos conteúdos. Mas, será que os professores apresentam uma compreensão dos conteúdos prescritos no currículo de Química do Estado de São Paulo que lhes dê segurança para ensinar? Tais conhecimentos e concepções influenciam suas decisões sobre estratégias de ensino e prática docente? A ampliação e o aprofundamento conceitual podem auxiliar os professores na compreensão do currículo e em suas práticas de sala de aula? Tais questões nortearam esta pesquisa, que contou com a participação de doze professores de Química da região metropolitana de São Paulo. Os professores se reuniram quinzenalmente, no Instituto de Química da Universidade de São Paulo durante o ano de 2014, em atividades de formação continuada em grupo colaborativo. A vertente da colaboração foi escolhida por permitir reflexões sobre a prática, troca de experiências e atividades voltadas às reais necessidades dos professores participantes. Foram 16 encontros, dos quais 6 foram selecionados para a análise. A coleta de dados ocorreu por meio de gravações em áudio e vídeo dos encontros, questionários e entrevistas semiestruturadas. A partir de um levantamento prévio para identificar possíveis dificuldade conceituais dos professores e, considerando o interesse destes, as discussões do grupo voltaram-se aos conteúdos de eletroquímica, equilíbrio químico e cinética química, apontados como sendo de maior dificuldade. Assim, fazendo uso da técnica da análise de conteúdo, foram elaboradas categorias de nível de compreensão conceitual e estas foram relacionadas às práticas de ensino desenvolvidas pelos professores. Foram analisadas, ainda, as interações manifestadas pelos professores, com o intuito de identificar possível superação das necessidades formativas. Por fim, foram identificadas as percepções dos professores sobre seu desenvolvimento ao participar dos encontros do grupo. Os resultados indicaram que grande parte dos professores apresentou dificuldades conceituais relacionadas aos conteúdos discutidos: em eletroquímica e equilíbrio químico, 73% das respostas estavam relacionadas a níveis de compreensão conceitual insatisfatórios e, em cinética química, o nível de compreensão conceitual adequado foi manifestado apenas uma vez, correspondendo a 2%. Como consequência, a maioria dos professores relatou não tratar os conteúdos que apresentam dificuldades ou, quando os tratam, não o fazem na profundidade requerida nos documentos oficiais. Por outro lado, durante as discussões do grupo colaborativo, foi possível perceber indícios de construção colaborativa do conhecimento, com superação das necessidades formativas relacionadas ao conhecimento conceitual e às práticas de ensino.
Título em inglês
Teacher education in a collaborative group: knowledge and practice about electrochemistry, chemical equilibrium and kinetic chemistry
Palavras-chave em inglês
Collaborative group
Formative needs
Teacher education
Teaching Chemistry
Resumo em inglês
There is a set of formative needs that, when overcome, guarantee to teacher subsidies to perform teaching with quality. Knowing the subject matter to be teach is one of them, since the domain of scientific contents related to the involvement of teachers in innovative activities, avoiding the mechanical transmission of the contents. However, do teachers have an understanding of scientific contents recommended in the Chemistry curriculum of the State of São Paulo that provides them confidence to teach? Does it influence in their decisions considering teaching strategies? Does conceptual broaden and deepening can help teachers understand curriculum and classroom practices? Such questions guided a research with twelve Chemistry teachers from the metropolitan area of São Paulo. Those teachers gather in a collaborative group, fortnightly, at the Chemistry Institute at University of São Paulo, in 2014. The collaboration aspect was chosen because it allows reflections on teaching practice, exchange experiences and develop activities focused on the real needs of participating teachers. For this research, it is analyzed six of the sixteen meetings. Data collection are meetings recorders, questionnaires, and semi structured interviews. A previous analysis of possible teachers' difficulties in understanding, and teachers selected the chemical concepts of electrochemistry, chemical equilibrium, and kinetic chemistry. Data was analyzed by content analyses and conceptual comprehension levels were elaborated related to teaching practices elaborated by participants. It was also analyzed teachers interactions aiming identify possible overcoming of formative needs. Finally, teachers' perceptions about their development were identified by participants in the meetings. Results indicated most of teachers presented difficulties in understanding electrochemistry and chemical equilibrium, 73% of answers were related to unsatisfactory level of conceptual comprehension, and kinetic chemistry, adequacy level of conceptual comprehension was showed only once, corresponding 2%. Therefore, the majority of teachers declared not teaching those chemical concepts during classes, or when they teach, they do in a superficial way. On the other hand, analyzing data collected during group discussions, it was identified some evidence of a collective knowledge construction, overcoming some formative needs related to conceptual knowledge and teaching practices.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-07-06
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.