• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.81.2015.tde-01102015-111342
Documento
Autor
Nome completo
Flávia Cristina Gomes Catunda de Vasconcelos
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Arroio, Agnaldo (Presidente)
Bianco, Andre Amaral Gonçalves
Cintra, Elaine Pavini
Leal, Sergio Henrique Bezerra de Sousa
Rezende, Daisy de Brito
Título em português
A formação continuada de professores de química: o uso dos recursos visuais para o desenvolvimento da autonomia.
Palavras-chave em português
Autonomia
Ensino de química
Formação de professores
Recursos visuais
Reflexão para a prática
Resumo em português
O presente estudo estrutura-se em torno de questionamentos referentes à investigação de como um curso de formação continuada, que explorava ouso dos recursos visuais, poderia contribuir para o desenvolvimento da prática reflexiva, bem como da autonomia do professor no ensino de Química. Na perspectiva de uma pesquisa qualitativa, na qual buscou-se identificar e analisar as concepções de professores de Química referente ao uso desses recursos em sequências didáticas desenvolvidas no durante o curso de formação. O mesmo foi realizado nas cidades de São Paulo-SP e Recife-PE, devido, em ambos os estados, as ações de políticas públicas educacionais disponibilizarem recursos tecnológicos (tablets, notebooks, projetores multimídia) para uso dos professores e alunos em sala de aula. Contudo, não foram identificados programas de formação continuada específicos para o uso de forma estruturada e consciente. Pois, sabe-se que o uso desses recursos no ensino de Química, possibilitam melhorias na compreensão dos fenômenos químicos, através da transição das informações presentes nos três modos representativos (macroscópico, submicroscópico e simbólico) da Química.Dentro da proposta do curso foram discutidas Teorias da Psicologia Cognitiva que dão suporte para a utilização desses recursos visuais em sala de aula, como a (I) Teoria da Codificação Dual (TCD) de Alan Paivio (PAIVIO, 1986); II) Teoria da Carga Cognitiva (TCC) elaborada por John Sweller (SWELLER, 2003); e, III) Teoria Cognitiva da Aprendizagem Multimídia (TCAM) desenvolvida por Mayer (2001). Os pressupostos metodológicos direcionavam na investigação de como os professores modificavam o seu exercer profissional com o uso dos recursos visuais, bem como no que se refere aos momentos de reflexão para prática e no desenvolvimento de sua autonomia (ZEICHNER, 1993a; 1995; MORTIMER, FRISON, 2014). Com os registros audiovisuais, exercícios metodológicos, entrevistas e aplicação da sequência didática desenvolvida e aplicada na realidade escolar do professor, foi possível identificar e analisar estes aspectos. No contexto de São Paulo-SP, as mudanças centraram-se na questão do uso e inserção de recursos visuais plausíveis de serem explorados na realidade dos professores participantes. E, no processo colaborativo de auxiliar o outro na estruturação das sequências didáticas, dispondo-se assim de momentos de reflexão para a prática individual, mas realizadas em grupo. Em Recife-PE, os relatos de experiência dos professores demonstraram que apenas uma professora utilizava simulações e softwares de forma mais estruturada e consciente das potencialidades e limites associadas a estes recursos. Mas, com disposição dos outros professores em compreenderem a importância de estudo e uso dos recursos visuais em suas aulas. Em ambos os contextos, os professores se preocuparam em estruturar sequências didáticas que possibilitassem o desenvolvimento do aluno e melhor compreensão dos fenômenos integrados a uma abordagem mais construtivista, distanciando-se do ensino tradicional. Desta forma, foi possível identificar e explorar algumas concepções e dificuldades dos professores em estruturem sequencias didáticas com uso dos recursos visuais e diante disto, explorar algumas sugestões para realização de pesquisas futuras.
Título em inglês
The formation in-service chemistry teacher training: the use of visual aids for the development of autonomy.
Palavras-chave em inglês
Autonomy
Chemistry teaching
Reflection to practice
Teacher training
Visuals resources
Resumo em inglês
This study is structured around questions relating to research as a teacher training course, which explored the use of visual resources, could contribute to the development of reflective practice, and the autonomy of the teacher in the teaching of chemistry. From the perspective of a qualitative research, in which we sought to identify and analyze the chemistry teachers' conceptions regarding the use of these resources in teaching sequences developed in during the training course. The same was done in São Paulo-SP and Recife-PE, due in both states, educational public policy actions make available technological resources (tablets, notebooks, multimedia projectors) for use by teachers and students in the classroom. However, were not identified specific programs for continuing education for the use of structured and consciously. For, it is known that the use of these resources in the teaching of chemistry, enable improvements in the understanding of chemical phenomena, through the transition from the information provided in three representative modes (macroscopic, submicroscopic and symbolic) of chemistry. In the proposal of the course were discussed theories of Cognitive Psychology that support for the use of these visual resources in the classroom, such as (I) Dual Coding Theory (DCT) Alan Paivio (PAIVIO, 1986); II) Theory of Cognitive Load (TCC) developed by John Sweller (SWELLER, 2003); and, III) Cognitive Theory of Multimedia Learning (TCAM) developed by Mayer (2001). The methodological assumptions directed to investigate how teachers would modify their professional exercise with the use of visual resources, as well as with regard to moments of reflection to practice and develop their autonomy (ZEICHNER, 1993a; 1995; MORTIMER, FRISON, 2014). And audiovisual records, methodological exercises, interviews and application of the developed instructional sequence and applied in the school reality of the teacher, it was possible to identify and analyze these aspects. In the context of São Paulo-SP, changes focused on the question of the use and integration of plausible visuals to explore the reality of the participating teachers. And collaborative process to assist the other in the structuring of didactic sequences, thus providing up to moments of reflection for individual practice, but conducted in groups. In Recife, the teachers experience reports have shown that only a teacher used simulations and more structured form of software and aware of the potential and limits associated with these resources. But the mood of the other teachers understand the importance of study and use of visual aids in their classes. In both contexts, teachers bother to structure didactic sequences that would allow the student development and better understanding of the phenomena integrated into a more constructivist approach, moving away from traditional teaching. Thus, it was possible to identify and explore some conceptions and difficulties of teachers in structuring teaching sequences with use of visuals and before that, explore some suggestions for future research.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-10-05
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.