• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.81.2015.tde-25112015-144311
Documento
Autor
Nome completo
Juliano Camillo
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Mattos, Cristiano Rodrigues de (Presidente)
Liberali, Fernanda Coelho
Arelaro, Lisete Regina Gomes
Auler, Decio
Moura, Manoel Oriosvaldo de
Título em português
Contribuições iniciais para uma filosofia da educação em ciências
Palavras-chave em português
Desenvolvimento humano
Filosofia da Educação em Ciências
Ontologia
Pedagogia Crítica
Teoria da Atividade
Resumo em português
Nos últimos anos, a presença das disciplinas científicas nos currículos escolares tem sido justificada em termos da participação democrática dos indivíduos numa sociedade cada vez mais permeada por questões nas quais a ciência e tecnologia desempenham um papel fundamental. Argumentamos, no entanto, que na pesquisa em educação em ciências as análises das relações entre os processos individuais de ensino-aprendizagem e os processos de participação na coletividade são fundamentalmente dualistas, consequência das perspectivas cognitivistas-individualistas que naturalizam os processos humanos e esperam daí derivar um modelo de aplicação do conhecimento e de atuação política. A superação deste dualismo somente é possível, neste momento histórico, a partir de uma alternativa concreta aos modelos cognitivistas-individualistas que expresse, no nível ontológico-epistemológico, a unidade entre desenvolvimento humano, produção/consumo do conhecimento e manutenção do status quo/transformação da realidade. Dedicamo-nos, então, neste trabalho, a discutir o processo de desenvolvimento humano numa perspectiva histórica, numa articulação construída a partir das complementariedades e convergências da Teoria da Atividade e da perspectiva freireana, a qual chamaremos de Atividade Potencial, que, por meio de três categorias - Problema-em-si; Problema-para-si; e Ontologia do ser mais - captam a dimensão objetiva das problemáticas humanas e a possibilidade de que tais problemas sejam apropriados, de maneira que a individualidade e a coletividade humanas sejam construídas de maneira consciente. Assim, dentro desta perspectiva teórica, a questão acerca da relevância do ensino de ciências e do papel de um conjunto específico de conhecimentos (o conhecimento científico) no desenvolvimento humano pode ser concretamente posta.
Título em inglês
Initial contributions toward a philosophy of science education
Palavras-chave em inglês
Critical Pedagogy
Cultural-Historical Activity Theory
Human Development
Ontology
Philosophy of Science Education
Resumo em inglês
In recent years the existence of scientific disciplines in the school curricula has been justified in terms of democratic participation of individuals in a society increasingly permeated by issues in which science and technology play a pivotal role. We argue, however, that in the Research in Science Education field the relationships between individual teaching-learning processes and the participation in the collectivity are analyzed under dualistic perspectives, due to cognitive-individualistic perspectives of human development that naturalize human processes and expect to derive from that a model of knowledge application and political action. Overcoming this dualism is only possible, at this historical moment, from a concrete alternative to those cognitive-individualistic perspectives, which express, in the ontological-epistemological level, the unity between human development, production/consumption of knowledge and maintenance of the status quo/ transformation of the reality. We aim to discuss human development under a historical perspective. We build on the convergences and complementarities between Activity Theory and Freirean perspective to give rise to a set of categories (Problem-in-itself; Problem-for-itself; and Ontology of being fully human), which we call Potential Activity. Those categories are able to express the objective dimension of human problems and the possibility to appropriate such problems in order to build human individuality and the human collectivity consciously. Thus, within this theoretical perspective, the issue about the relevance of science education and the role of a specific set of knowledge (scientific one) on human development can be concretely posed.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Juliano_Camillo.pdf (2.17 Mbytes)
Data de Publicação
2015-11-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.