• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.81.2015.tde-17122015-110656
Documento
Autor
Nome completo
Graciella Watanabe
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Kawamura, Maria Regina Dubeux (Presidente)
Almeida, Maria José Pereira Monteiro de
Lima Júnior, Paulo Roberto Menezes
Perosa, Graziela Serroni
Silva, Henrique Cesar da
Título em português
A divulgação científica produzida por cientistas: contribuições para o capital cultural
Palavras-chave em português
Campo científico
Capital cultural
Cientistas
Divulgação científica
Educação científica
Resumo em português
Ao se deparar com a temática divulgação científica, observa-se um multifacetado olhar sobre seus sentidos. No desenvolvimento do presente trabalho, identificou-se que tal aspecto pode estar relacionado com a diversidade de atividades que cercam as ações de divulgar. Optou-se, então, por um olhar particular, focado na divulgação científica desenvolvida por cientistas, em seus espaços próprios de produção, buscando compreender os anseios desses atores sociais ao tratarem de temáticas contemporâneas da física para o público geral. Tal processo de reflexão se deu na dimensão sociológica dos estudos de Pierre Bourdieu, com a preocupação do desvelamento das percepções simbólicas e objetivas que permeiam os discursos e as ações práticas desses profissionais no campo científico. Para além dessa dimensão, acrescentaram-se, também, as dimensões educacionais que são negociadas nessas interações e que se relacionam a novas abordagens da ciência no espaço escolar. Desenvolveu-se uma prática reflexiva de pesquisa, cuja ação metodológica pautou-se na condução de ação direta no campo estudado, de modo, a fazer dialogar ou confrontar os dados empíricos com a teoria. Nesse sentido, foi analisado um Masterclasses, da Organização Europeia de Pesquisa Nuclear (CERN) e alunos participantes do evento produzido em colaboração com essa mesma instituição no Brasil. Para a análise dos dados, adotou-se a perspectiva das aproximações entre cientista e escola, para além do um olhar distanciado, a partir de um dado campo social. Identificaram-se os deslocamentos simbólicos entre os diálogos dos atores do campo científico e do campo escolar como indicações da criação do novo, imposição das concepções do espaço social de origem e dimensões de expansão simbólica. Esse lugar de troca, ataque e defesa entre campos, denominado fronteira, parece indicar um instrumental capaz de contemplar a pluralidade da divulgação científica. Reserva-se, portanto, o direito de entender as ações dos cientistas como atividades que ultrapassam o mundo social científico para, no encontro com o campo escolar, reconhecer o espaço de possíveis. E foi a partir dessas concepções que se chega ao entendimento nascente de uma divulgação científica, em que a aquisição de capital cultural associado à ciência ultrapassa a dimensão das regras estabelecidas pelos campos de origem, seja para unicamente a aquisição do conhecimento científico específico, seja para aquisição apenas de aspectos culturais. São, em partes, aquisições provindas da interação com o mundo do outro e que se caracterizam pela perspectiva de aprender e apoderar-se de um saber reconhecido como parte da humanidade e da dignidade científica dos investigados, e que, ao mesmo tempo, adquire valor social como capital cultural.
Título em inglês
The scientific popularization produced by scientists: contributions to the cultural
Palavras-chave em inglês
Cultural capital
Science education
Scientific field
Scientific popularization
Scientists
Resumo em inglês
It is common to note inconsistent point of views when one comes across the scientific dissemination thematic. During the development of this work, it was observed that this aspect may be related to the multifaceted activity surrounding the science divulgation. It was from a particular point of view of the scientific dissemination produced by scientists in their work environment that we sought to understand the concerns of those social actors when addressing contemporary issues of physics to the general public. This reflection process took place in the sociological dimension of Pierre Bourdieu studies that led to the revelation of subjective and objective structures that are present in the speeches and practical actions of these professionals in the scientific field. Besides the sociological studies of science, educational dimensions are negotiated in these interactions and they are related to new scientific approaches at school. Scientists from the European Organization for Nuclear Research (CERN) and students that participated in the event produced by the same institution in Brazil were analyzed using a research methodology based on the direct action in the studied field in order to promote a close connection between data and theory. As a result of the data analysis, it was created a perspective of approximation between scientists and school that are not limited by the distance between their social fields, but made possible to understand that the symbolic distance between the scientific field and the school actors may be a space where new ideas can be created, imposition of the conceptions of the original social space and the dimensions of the symbolic expansion. This place of exchange, attack and defense, which is called boundary, seems to indicate that the demand for a categorical definition of a plural concept, such as science communication, seems to have no rewarding results. Therefore, we take the right to understand the actions of scientists as activities that go beyond the scientific social world recognizing the potentiality of such approximation with the school field. It is from these conceptions that one comes to the understanding of a new scientific dissemination where the acquisition of cultural capital associated with science exceeds the rules in the original fields, i.e., acquisition of specific knowledge only or acquisition of cultural aspects only. They are, in part, acquisitions that come from the interaction with the world of the other and characterized by the prospect of learning a knowledge that is part of humanity and of the scientific dignity of the investigated ones.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-12-21
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.