• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2015.tde-11122015-111913
Documento
Autor
Nome completo
Sílvia Mamede de Carvalho
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Aquino, Zilda Gaspar Oliveira de (Presidente)
Cabral, Ana Lúcia Tinoco
Campos, Maria Inês Batista
Título em português
O ensino do artigo de opinião: das teorias às atividades didáticas dos apostilados da rede pública paulista
Palavras-chave em português
Apostilados
Argumentação
Artigo de opinião
Produção escrita
Resumo em português
Esta dissertação trata de questões voltadas ao ensino do gênero artigo de opinião no 9º ano do Ensino Fundamental e tem por propostas conhecer e explicitar de que modo os alunos são orientados quanto à aprendizagem desse gênero e quais resultados se observam quanto aos textos produzidos por esses estudantes. Para tal fim, procedemos à análise do Currículo Oficial de Língua Portuguesa, adotado nas escolas da rede estadual de ensino do Estado de São Paulo, além de descrevermos e analisarmos as atividades propostas para a aprendizagem do artigo de opinião contidas no Caderno do Aluno. Nos textos produzidos pelos alunos, examinamos a estrutura do artigo de opinião e o uso estratégico da língua portuguesa em termos de persuasão. A base teórica que fundamentou nossa investigação está pautada na definição de texto e gênero do discurso de Bakhtin (2011[1959-61]), que concebe a linguagem como um conjunto de práticas sociointeracionais, realizadas por sujeitos históricos e reconhece os gêneros como elementos fundamentais para a comunicação humana. Quanto às estratégias de ensino de produção textual recorremos a Koch (2012; 2013; 2014). No que tange à Argumentação, conceitos e procedimentos que necessitam ser mobilizados na produção de textos argumentativos, recorremos aos pressupostos da Nova Retórica, elaborados por Perelman e Olbrechts-Tyteca (2005[1958]) e, também aos estudos de Amossy (2011), Aquino (1997) e Koch (2011) referentes ao trabalho com estratégias argumentativas e critérios para a análise de textos argumentativos. Como resultado, observamos um distanciamento entre o que está prescrito no Currículo de Língua Portuguesa e as atividades propostas aos alunos para a aprendizagem do artigo de opinião. Verificamos, ainda, que as Situações de Aprendizagem analisadas não contribuem para uma aprendizagem significativa desse gênero discursivo, uma vez que os encaminhamentos propostos para o ensino da produção textual não possibilitam que os alunos vivenciem a escrita argumentativa como prática social significativa. Quanto à análise das produções textuais dos alunos, constatamos que, embora sejam capazes de assumir um posicionamento claro a respeito da polêmica apresentada, os estudantes apresentam dificuldades tanto na estruturação do artigo de opinião, quanto no emprego dos fatores linguísticos e discursivos que contribuem para a construção da coerência textual.
Título em inglês
The teaching of opinion articles: from the theories to the didactic activities of booklets in São Paulos public schools
Palavras-chave em inglês
Argumentation
Booklets
Opinion article
Written production
Resumo em inglês
This dissertation deals with matters related to the teaching of opinion articles in the 9th grade of Elementary Schools. It aims at recognizing and rendering explicit the way in which students are oriented with regard to the learning of this genre and the results that can be obtained from students articles. In order to achieve such a goal, the Official Portuguese Curriculum, which is followed by the schools run by the State Government of São Paulo, was analyzed, and the activities proposed in the Caderno do Aluno (Students Booklet) that intend to enable students to write opinion articles were described and analyzed. The structure and strategic uses of Portuguese in texts written by students were also examined. The theoretical basis for the research was Bakhtins (2011[1959-61]) definition of text and discourse genre, which conceives of language as a set of socio-interactional practices carried out by historical subjects and sees genres as elements that are fundamental to human communication. Kochs (2012; 2013; 2014) works were also used in order to account for the teaching of oral production. With regard to argumentation, concepts and procedures that are necessary for the production of argumentative texts, the research resorted to the theoretical assumptions of the New Rhetoric, developed by Perelman and Olbrechts-Tyteca (2005[1958]), as well as to studies by Amossy (2011), Aquino (1997) and Koch (2011), which deal with argumentative strategies and criteria for the analysis of argumentative texts. The results obtained suggest that there is a gap between what is prescribed by the Portuguese Curriculum and the activities aiming at the learning of opinion articles that are proposed to students. It was observed that the Learning Situations which were analyzed do not contribute to the meaningful learning of the genre, since the practices do not allow students to experience argumentative writing as a meaningful social practice. As far as the analysis of texts written by students is concerned, it is noticeable that although pupils are able to take stands in relation to the controversial issues they are put in contact with, they have difficulty both in structuring their texts and in employing linguistic and discursive factors that contribute to the construction of textual coherence.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-12-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.