• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2018.tde-08102018-154826
Documento
Autor
Nome completo
Monica Soares Botelho Padilha
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Nascimento, Silvana de Souza (Presidente)
Albieri, Sara
Garcia, Uirá Felippe
Magnani, Jose Guilherme Cantor
Neme, Eliana Franco
Título em português
O ativismo animal em São Paulo: Uma interpretação sócio-antropológica de sua prática e subjetividade
Palavras-chave em português
Abolicionismo
Ativismo animal
Ideologia
Movimentos sociais
Resumo em português
Esta tese faz uma análise das lutas, práticas e subjetividades do ativismo animal no estado de São Paulo. Tem como hipótese a existência de várias identidades dentro do movimento, que emergem a partir de práticas e ideologias distintas, formando um grupo heterogêneo, mas visto como homogêneo pelos que estão de fora, e por estes chamados de protetores dos animais. Estes subgrupos são os teóricos, os bem-estaristas, os abolicionistas e as socorristas. A segunda hipótese estabelece que a somatória de todas essas práticas vai consolidando mudanças nas relações de exploração animal aqui denominadas de abolições parciais. A terceira e última hipótese assevera que estas conquistas parciais são equivocadamente identificadas como ações bem-estaristas segundo os seguidores do filósofo Gary Francione, mas deveriam ser denominadas de neo-abolicionistas. Por ter caráter interdisciplinar, a tese recorre às teorias sociológicas dos novos movimentos sociais e as teorias antropológicas sobre as novas relações entre animais humanos e não humanos ou interespécies, vista sob um viés metodológico de perto e de dentro próprio do seu caráter de pesquisa participante.
Título em inglês
Animal activism in São Paulo: a socio-anthropological interpretation of its practice and subjectivity
Palavras-chave em inglês
Abolitionism
Animal activism
Ideology
Social movements
Resumo em inglês
This thesis analyzes the struggles, practices and subjectivities of animal activism in the state of São Paulo. It has as hypothesis the existence of several identities within the movement, which emerge from distinct practices and ideologies, forming a heterogeneous group, but seen as homogeneous by those who are outside, and by these so-called animal rescues. These subgroups are theorists, welfarists, abolitionists, and animal rescuers. The second hypothesis states that the sum of all these practices will consolidate changes in the relationships of animal exploitation here called partial abolitions. The third and final hypothesis asserts that these partial conquests are mistakenly identified as welfarists actions according to the followers of the philosopher Gary Francione, but should be termed neo-abolitionists. Because of its interdisciplinary nature, the thesis uses the sociological theories of the new social movements and the anthropological theories about the new relations between human and nonhuman animals or interspecies, seen under a methodological bias "of near and within" proper to its character of research participant.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-10-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.