• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2012.tde-14012013-153028
Documento
Autor
Nome completo
Bruno Hissatugu
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Mori, Koichi (Presidente)
Andrade, Mario Celso Ramiro de
Hikiji, Rose Satiko Gitirana
Título em português
Retratos maternos: fotografias e cartas de imigrantes japoneses em São Paulo
Palavras-chave em português
Antropologia visual
Fotografia
História famílias
Retratos de imigrantes japoneses
São Paulo
Resumo em português
A pesquisa que realizei se concentrou em minha avó materna Akie Sakasegawa Matsuyama e suas famílias: seus pais e irmãos (Sakasegawa) e seu marido e filhos (Matsuyama). Não conheci meu avô Hideo Matsuyama. Talvez este estudo seja a maneira que encontrei de conhecer um pouco de sua história. Concentrei-me principalmente no espólio de Akie Sakasegawa Matsuyama, que compreende cartas, fotos avulsas e álbuns fotográficos, e na coleção fotográfica de sua mãe, Ine Narita Sakasegawa. Conduzi entrevistas não estruturadas, com fotografias, com diversos membros de sua família, nuclear e estendida, no Brasil e no Japão. Através desse material, pude vislumbrar os meios pelos quais as relações familiares foram mantidas após a imigração para o Brasil. O principal intuito do trabalho foi questionar o papel da fotografia nas trocas interpessoais entre as famílias no Japão e no Brasil. E, dessa forma, entender as ligações entre os retratos fotográficos e a noção de identidade que os imigrantes tinham de si mesmos. Por se tratar de um estudo sobre a família, a minha família, tentei utilizar metodologias concernentes à antropologia reflexiva, ou seja, procurei deixar claro que sou eu quem faz as reflexões e escreve sobre elas. Assim, muitos pontos podem dar margens à discórdia, muitas afirmações são escolhas que tive de fazer em função do texto. Uma vez que este estudo se refere à vida íntima de membros de minha família que, em sua maioria, não tive o privilégio de conhecer, boa parte do texto está aberta a outras interpretações. Tentei não impor minha visão demasiadamente, procurei estar aberto o suficiente para ouvir sem preconceitos o que os informantes me comunicaram. Busquei, enfim, seguir os rastros deixados por meus antepassados e ser fiel ao que pude vislumbrar. Este é um trabalho cuja intenção é preservar a memória das histórias e dos afetos compartilhados pelos imigrantes japoneses e suas famílias. Através de materiais permeados por amor e amizade, fotos e cartas, tentei compreender as relações íntimas entre os imigrantes de minha família materna.
Título em inglês
Maternal portraits: photographs and letters of Japanese immigrants in São Paulo
Palavras-chave em inglês
History family
Photography
Portrait of Japanese immigrants
São Paulo
Visual anthropology
Resumo em inglês
This research focused on my maternal grandmother, Akie Sakasegawa Matsuyama, and her families: her parents and siblings (Sakasegawa) and her husband and children (Matsuyama). I did not know my grandfather, Hideo Matsuyama. Maybe this study is a way I found to know a little about his life history. My main focus was on the state of Akie Sakasegawa Matsuyama, encompassing letters, photographs and photographic albums, and on the photographic collection of her mother, Ine Narita Sakasegawa. I conducted several non-structured interviews, using photographs, with members of her family, nuclear and extended, in Brazil and in Japan. All this material helped me to understand the means by which the familial relationships were maintained after the migration to Brazil. The main purpose of this work was to question the roles of photography in the interpersonal exchanges between the families in Japan and in Brazil, and try to figure out the liaisons between photographic portraits and the sense of identity the immigrants had of themselves. Once this is a study about the family my family I felt the need to make use of methodologies within reflexive anthropology. I wanted to make it clear that I´m the one thinking about these issues and writing about them. In this aspect, in many instances, there is room for disagreements; many of the statements I support are choices I had to make in order to write a somewhat coherent text. Because this is a study about the intimate life of members of my family I did not have the chance to meet or interview, a lot of my assumptions are open to interpretation. Nonetheless, I tried not to force my points of view in an exaggerated fashion, I wanted to be open enough to listen without preconceptions what the interviewees told me. Thus, I tried to follow the threads left by my ancestors and be faithfull to everything I could find. The objective of this work is to preserve the memory of the histories and endearments shared by the Japanese immigrants and their families. Using materials that are fulfilled with love and friendship photos and letters I tried to comprehend the intimate relationships between the immigrants and their families.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-01-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.