• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2012.tde-26102012-095802
Documento
Autor
Nome completo
Kelly Mendes Lima
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Lugarinho, Mário César (Presidente)
Macêdo, Tania Celestino de
Silva, Renata Flavia da
Título em português
África, axis mundi: uma leitura d'O quase fim do mundo de Pepetela 
Palavras-chave em português
Literatura africana
Memória cultural
Utopia
Resumo em português
O escritor angolano Pepetela possui em sua produção literária a obra O quase fim do mundo (2008), na qual cria condições para o reinício da humanidade a partir de poucos sobreviventes a uma hecatombe, o que a faz ser inserida no rol de discursos escatológicos. Seu diferencial, a nosso ver, estará nas discussões suscitadas quanto à realidade africana, em especial de Angola. Nesse sentido, há no romance a formação de uma sociedade a partir de valores principalmente africanos, já que África surge como o espaço central da nova era - são desse continente, em sua quase totalidade, os indivíduos selecionados e ali reconstroem suas vidas e o passado que ficará como História. Paralelamente, é possível relacionar a narrativa e seus elementos à formulação de uma nova utopia, desta vez priorizando características próprias em detrimento daquelas importadas (a não ser que relidas sob a ótica local). No entanto, o autor sabe da complexidade da empresa e não se furta a apontar e problematizar entraves. Com o livro OQFM, Pepetela volta a pôr em pauta os rumos e os projetos de seu país, situando-o na produção estético-política da literatura angolana de língua portuguesa.
Título em inglês
Africa, axis mundi: a reading of O quase fim do mundo by Pepetela
Palavras-chave em inglês
African literature
Cultural memory
Utopia
Resumo em inglês
The Angolan writer Pepetela has in his compose the work O quase fim do mundo (2008), wherein creates conditions for the resumption of humanity from few survivors of a catastrophe, which puts it in the list of eschatological discourses. Its differential, in our view, will be in the discussions raised about the african reality, especially Angola. Thus, there is in novel the formation of a society from mainly African values, since Africa emerges as the central space of the new era the selected individuals are, almost entirely, from this continent, where rebuild their lives and the past that will be leave as History. In parallel, it is possible to relate the story and its elements to the formulation of a new utopia, this time prioritizing characteristics over those imported (unless re-read from the viewpoint location). However, the author knows the complexity of the feat and does not shirk from pointing and discuss barriers. With the book OQFM, Pepetela backs to put in question the direction and projects of his country, placing it in the production aesthetic-political of Angolan literature in Portuguese.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-10-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.