• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2012.tde-11042013-125253
Documento
Autor
Nome completo
Adriano Lima Drumond
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Oliveira, Paulo Fernando da Motta de (Presidente)
Amaral, Sérgio Alcides Pereira do
Carvalho, Ricardo Souza de
Franco, Marcia Maria de Arruda
Santos, Gilda da Conceição
Título em português
Um poeta português também do Brasil: Joaquim Nabuco leitor de Camões
Palavras-chave em português
Brasil
Camões
Crítica literária
Identidade nacional
Joaquim Nabuco
Resumo em português
Nesta monografia, elegeram-se objeto de estudo os textos que Joaquim Nabuco escreveu sobre Camões, analisados numa perspectiva que privilegiou a articulação entre o assunto literário e a questão da nacionalidade. Parcela muito pouco conhecida da obra nabucoana, o ensaio Camões e Os Lusíadas, publicado em 1872, o discurso pronunciado por ocasião do tricentenário de morte do poeta quinhentista e as conferências The place of Camoens in literature, Camoens, the lyric poet e The Lusiads as epic of love, pronunciadas no biênio 1908-09, constituem registro de como o autor pernambucano pensou a cultura e a identidade brasileiras frente à história colonial e à presença da literatura portuguesa no contexto oitocentista no País, em período de consolidações nacionalistas. O fato é que a poesia camoniana motivou Nabuco a afirmar os laços culturais entre ex-colônia e ex-metrópole, propondo um Camões luso-brasileiro, em 1872 e 1880 (o primeiro desses anos, também um centenário, o de publicação dOs Lusíadas), e, em 1908-09, um Camões podemos dizer pan-americanista, ou a serviço da propaganda monroísta, causa abraçada pelo então embaixador do Brasil nos Estados Unidos. Esta monografia também discute as concepções literárias de Joaquim Nabuco, especialmente no que tange ao exercício da crítica, bem como levanta hipóteses a partir das quais se procurou explicar o porquê de o abolicionista ter escolhido Camões como tema de certa recorrência e importância dentro de sua dedicação à literatura.
Título em inglês
A Portuguese poet also from Brazil: Joaquim Nabuco reader of Camões
Palavras-chave em inglês
Brazil
Camoens
Criticism
Joaquim Nabuco
National identity
Resumo em inglês
This monograph analyses the texts that Joaquim Nabuco wrote about Camoens, in a perspective in which the literary subject and the nationality question are set in dialog. The book Camões e Os Lusíadas, published in 1872, the speech, which has celebrated the third centenary of Portuguese poets death, and the speeches The place of Camoens in literature, Camoens, the lyric poet and The Lusiads as epic of love, which were spoken in 1908-09, are a register of how the author has thought about Brazilian culture and identity in the face of the colonial history and presence of Portuguese literature in 19th century Brazilian context and in a period of emergence of nationalist movements. In fact Camoenss poetry motivated Nabuco to assert the cultural ties between Portugal and Brazil, by presenting a Luso-Brazilian image of Camoens in 1872 and 1880 (the first of these years was the third centenary of publication of Os Lusíadas) and a pan-americanist image of him in 1908-09, which is, a Camoens in service of monroism, foreign policy that the Brazilian ambassador did stand up for. This monograph discusses Joaquim Nabucos literary thought, too, especially when it comes to criticism, and proposes hypothesis to explain why did the abolicionist choose Camoens as an important subject of his dedication for literature.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-04-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.