• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2016.tde-11012016-143645
Documento
Autor
Nome completo
Paula Fabrio
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Carelli, Fabiana Buitor (Presidente)
Bueno, Aparecida de Fatima
Marques, Davina
Título em português
Identidades imaginárias: um estudo comparado do livro A máquina de fazer espanhóis, de Valter Hugo Mãe, e do filme Terra estrangeira, de Walter Salles e Daniela Thomas
Palavras-chave em português
Cinema e literatura
Comparatismo lusófono
Daniela Thomas
Identidade nacional
Valter Hugo Mãe
Walter Salles
Resumo em português
O romance de Valter Hugo Mãe, A máquina de fazer espanhóis, traz à tona a discussão sobre a fragmentação de identidade do povo português, revelando o mal-estar nacional perante a situação socioeconômica do país no período pós-Salazar e diante do contexto da globalização neoliberal, bem como a relação de Portugal com os blocos hegemônicos de poder e ex-colônias. O filme Terra estrangeira, dos cineastas Walter Salles e Daniela Thomas, dialoga com o cenário de globalização da obra de Mãe e sugere uma reflexão sobre a fragilidade de identidade dos brasileiros durante o Governo Collor, abordando o fenômeno da emigração para a Europa. Trabalhando com a comparação entre as obras, sobretudo de seus momentos históricos e as diferenças de enfoque narrativo, este projeto visa discutir as relações entre identidade nacional e representação da História pela literatura e cinema.
Título em inglês
Imaginary identities: a compared study of the book "A máquina de fazer espanhóis", by Valter Hugo Mãe, and the movie "Terra estrangeira", by Walter Salles and Daniela Thomas
Palavras-chave em inglês
Cinema and literature
Daniela Thomas
Lusophone comparatism
National identity
Valter Hugo Mãe
Walter Salles
Resumo em inglês
The novel by valter hugo mãe, a máquina de fazer espanhóis, brings the discussion about the identity fragmentation of Portuguese people, revealing the discomfort in front of the social economic situation since the post-Salazar period and in the face of the context of neoliberal globalization, as well as its relation with hegemonic blocs of power and the former colonies. The motion picture Terra estrangeira, by Walter Salles and Daniela Thomas, dialogues with the globalization scenario of Mãe's work and suggests a reflection about the identity fragility of the Brazilian people during the Collor government and, consequently, the phenomenon of the immigration to Europe. Comparing both works, especially the historic periods and the differences of narrative focus, this study examines the relations between peoples identity and representation of History by literature and cinema.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-01-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.