• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Valteir Benedito Vaz
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Bernardini, Aurora Fornoni (Presidente)
Bianchi, Maria de Fátima
Iannace, Ricardo
Monteiro, Valéria Jacó
Sousa, Celeste Henriques Marquês Ribeiro de
Título em português
Hibridismo e semiosfera em Mar Paraguayo e 'Mascate', de Wilson Bueno
Palavras-chave em português
Hibridismo
Mar Paraguayo
Mascate
Semiosfera
Wilson Bueno
Resumo em português
Acredita-se que a mescla entre elementos de procedências distintas, inerente a qualquer processo de hibridização, encontra-se enraizada na matéria ficcional de Wilson Bueno, aí se revelando sob matizes diversificados. Dentre todas as formas de hibridismos operadas pela literarura do autor, é, sem dúvidas, o híbrido linguístico intencional aquele que alicerça a todas. A análise desse discurso literário priorizou duas obras de contextos enunciativos distintos na produção literária de Wilson Bueno, com a intenção de tentar aclarar as perspectivas hibridística e semiosférica em ambas, a saber: as novelas Mar Paraguayo, de 1992, e Mascate, ainda inédita. Na linguagem dessas duas narrativas, uma abordagem imanente, à maneira do Formalismo Russo, hibridizada com aspectos da teoria pós-colonial, em especial, aparece como método de análise, quando solicitada pelo texto literário, para embasar a análise.
Título em inglês
Hybridity and semiosphere in the narrations Mar Paraguayo and Mascate, by Wilson Bueno
Palavras-chave em inglês
Hybridity
Mar Paraguayo
Mascate
Semiosphere
Wilson Bueno
Resumo em inglês
It is believed that the mixture among elements of different origins, inherent to any hybridization process, is embedded in the fictional work of Wilson Bueno. Among all forms of hybridity present in the authors literature, there is, no doubt, the intentional linguistic hybrid is the one which underpins all of them. The analysis of the mechanisms of this literary discourse focuses two works from different contexts in Buenos production, with the intention of trying to interpret the hybridistic and semiospheric perspectives in both, namely: the narratives Mar Paraguayo (1992), and Mascate, still unpublished. In the language of these two stories, the immanet approach, in the Russian Formalism manner, hybridized with aspects of the Postcolonial Theory, in particular, is my method of analysis.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-09-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.