• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2014.tde-07012015-124240
Documento
Autor
Nome completo
Flavia Cristina Aparecida Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Gomide, Bruno Barretto (Presidente)
Francisco Junior, Mario Ramos
Sales, Denise Regina de
Título em português
A construção da identidade em Machado de Assis e Tchekhov
Palavras-chave em português
Anton Tchekhov
Identidade
Literatura brasileira
Literatura russa
Machado de Assis
Resumo em português
Esta dissertação procura entender, através da comparação entre as narrativas O Alienista (1882) e a Enfermaria nº 6 (1892); e O Espelho (1882) e Queridinha (1898), as primeiras de Machado de Assis (1839-1908) e as segundas de Tchekhov (1860-1904), como se formavam as identidades subjetiva e social na segunda metade do século XIX, na Rússia e no Brasil. Na primeira comparação, aproximamos dois textos que tratam de um assunto muito discutido naquele período, a loucura. Tentamos entender qual era o lugar do louco na nova configuração dessas duas sociedades e a conformação da loucura em identidade social. Na segunda comparação, sugerimos uma interpretação da teoria apresentada no conto O Espelho, e analisamos Queridinha, a personagem do conto homônimo de Tchekhov, empregando essa teoria
Título em inglês
The construction of identity in Machado de Assis and Chekhov
Palavras-chave em inglês
Anton Chekhov
Brazilian literature
Identity
Machado de Assis
Russian literature
Resumo em inglês
This dissertation aims to understand, through the comparison between The Alienist (1882) and Ward no. 6 (1892); and The Mirror (1882) and The Darling (1898), the first ones written by Machado de Assis (1839-1908) and the others written by Chekhov (1860-1904), how subjective and social identities were formed in the second half of the 19th century in Russia and Brazil. In the first comparison we approach the theme of madness, a much discussed topic at the time. We try to understand the place of madmen in the new configuration of both societies and the conformation of madness as social identity. In the second comparison, we suggest an interpretation for the theory presented in The mirror and analyze the protagonist of Chekhovs short story The Darling though this theory
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-01-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.