• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2001.tde-30042002-150531
Documento
Autor
Nome completo
Leopoldo Osório Carvalho de Oliveira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2001
Orientador
Banca examinadora
Waldman, Berta (Presidente)
Amancio, Moacir Aparecido
Rozenchan, Nancy
Título em português
A trajetória sefardita em O Sr. Máni, de A. B. Yehoshua - considerações sobre a identidade judaico-israelense.
Palavras-chave em português
etnia
história
identidade
sefarditas
sociedade
Resumo em português
O presente trabalho tem como objetivo principal examinar como se dá a recriação ficcional da trajetória sefardita na modernidade, através do âmbito do Mar Mediterrâneo e de Israel, no romance O Sr. Máni, de A. B. Yehoshua. Para tanto, foi dividido em cinco capítulos: I: apresenta alguns dados biográficos de A. B. Yehoshua, examina as relações do romance O Sr. Máni com o restante de sua obra e biografia, analisa suas inovações formais e temáticas, descreve sua fortuna crítica. II: examina os principais elementos da narrativa do romance estudado, subordinados a uma concepção de historiografia crítica, aquela que em grande medida foge da tradição historiográfica da descrição e análise de grandes fatos para centrar a atenção em como os mesmos influem na vida do indivíduo. III e IV: analisam a primeira e a quarta conversas do romance, com algumas referências à terceira, buscando estabelecer qual o papel desempenhado pela ideologia sionista na formação da identidade judaico-israelense; tendo como momentos privilegiados seu declínio e sua origem. Trata da natureza específica da crise identitária sabra e das relações inter-étnicas no seio dessa sociedade, que possivelmente estariam, a par do declínio da ideologia política, na raiz desta mesma crise. V: estuda a segunda conversa do romance, pontuada de referências à quinta, buscando estabelecer qual a visão que se pode extrair do romance sobre as influência do Holocausto e do judaísmo na construção de uma identidade étnica em Israel. Os pressupostos teóricos que dão suporte a esta análise são, basicamente, a visão nazista sobre os judeus e a reação destes a tal visão e as relações entre os judeus e outras etnias no período do Velho Ishuv. CONCLUSÃO: trata alegoricamente os temas do suicídio, da orfandade, da bastardia e outros recorrentes no romance, no sentido de que podem refletir posicionamentos do autor sobre o devenir histórico e a estrutura da atual sociedade israelense e de sua crise de identidade.
Palavras-chave em inglês
ethnicity
history
identity
Sephardic Jews
society
Resumo em inglês
This work has the major purpose of investigating how the fictional recriation of the sephardic trajectory in modernity along the region of the Mediterranean Sea and Israel, in the novel Mr Mani, by A. B. Yehoshua, takes place. To do so, it has been divided into five chapters: Chapter I presents some A. B. Yehoshua’s biographic data, examines the relations of the novel Mr. Mani to the author’s previous literary work and his biography, analyzes its formal and thematic innovations, describes its critical reviews. Chapter II examines the structural narrative major components of the romance surveyed, under a critical historiography conception, one which, to a great extent, deviates from the historiographic tradition of describing and analyzing history great moments in order to focus attention on the ways they influence individual’s life. Chapters III and IV analyze the first and the fourth chapters of the novel, together with some references to the third one, attempting to establish the role played by Zionist ideology in creating a Jewish-Israeli identity; with its decline and origin as the most representative moments. It deals with the specific nature of Israeli identitarian crisis and the inter-ethnic relations in the midst of this society, which could possibly be, together with the decline of the political ideology, in the roots of this crisis . Chapter V studies the second chapter of the novel, together with some references to the fifth one, trying to determine which point of view one could possibly infer from the novel about Holocaust and Judaism influences in the creation of an ethnic identity in Israel. The theory that supports these analyses are, basically, the nazi view about Jews and the reactions of the formers to such view and the relations between Jews and other ethnic groups in Old Ishuv period. CONCLUSION treats allegorically some themes, such as suicide, bastardy, orphanhood and others, as they may reflect the author’s stands about the historical trajectory and the social structure of Israeli society and its identity crisis.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
tde.pdf (447.06 Kbytes)
Data de Publicação
2002-05-06
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.