• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2015.tde-18052015-160445
Documento
Autor
Nome completo
Constantino Luz de Medeiros
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Pontieri, Regina Lucia (Presidente)
Kawano, Marta
Philippov, Renata
Suzuki, Marcio
Volobuef, Karin
Título em português
A crítica literária de Friedrich Schlegel
Palavras-chave em português
1772-1829
Crítica literária
Filosofia moderna
Friedrich von
Schlegel
Resumo em português
A presente tese investiga e discute o conceito de crítica literária de Friedrich Schlegel, com o intuito de esclarecer como o crítico, filósofo e filólogo alemão contribuiu para a alteração nos estudos de literatura de sua época ao postular a necessidade de aproximação entre a análise estética e histórica do fenômeno literário, antecipando muitos problemas da crítica contemporânea. Ao utilizar os paradigmas da filosofia da história e da estética para o entendimento dos diversos períodos ou épocas da literatura, e ao reconhecer e aplicar a perspectiva histórica como categoria crítica, Schlegel colaborou para o aparecimento de uma nova era da crítica literária. O contato com a herança do Iluminismo, e com os escritos de Johann Gottlieb Fichte, Friedrich Schiller, Immanuel Kant, Johann Gottfried Herder, Johann Joachim Winckelmann e Johann Wolfgang Goethe, entre outros, influenciou o crítico a desenvolver um novo modus de crítica literária, que levaria em consideração a atividade reflexionante e criativa do espírito crítico. A atividade de Schlegel enquanto crítico e historiador da literatura se caracteriza pela busca constante de aperfeiçoamento infinito, ou utilizando uma de suas expressões favoritas como uma ânsia de infinito [Sehnsuch nach dem Unendlichen], isto é, o ímpeto pela complementação [Diaskeuase] da obra literária através da reflexão crítica e filosófica. As contribuições de Friedrich Schlegel para a alteração do modo como a literatura deve ser compreendida, assim como seu esforço em estabelecer princípios universais para a crítica literária colocam seu nome entre os precursores da crítica literária moderna.
Título em inglês
Friedrich Schlegels Literary Criticism
Palavras-chave em inglês
1772-1829
Friedrich von
Literary criticism
Modern philosophy
Schlegel
Resumo em inglês
The present thesis investigates and discusses Friedrich Schlegels concept of literary criticism in order to demonstrate how the German critic, philosopher and philologist contributed to a change in the studies of literature of his age and anticipated many problems of contemporary criticism by postulating the necessity of an approximation between the aesthetic and the historical visions of the literary phenomena. Schlegels contribution to the emergence of a new era of literary criticism lies in his usage of both paradigms of the philosophy of history as well as aesthetics for the understanding of different periods of literature and in his recognition and application of history as a critical category. Schlegels contact with the heritage of the Enlightenment, as well as with the writings of Johann Gottlieb Fichte, Friedrich Schiller, Immanuel Kant, Johann Gottfried Herder, Johann Joachim Winckelmann and Johann Wolfgang Goethe, among others, influenced the critic to develop a new modus of literary criticism that takes into consideration both the reflexive and the creative activity of the critical spirit. Inserted in this new scientific paradigm, Schlegels activity as a critic and historian of literature is characterized by his constant search for the infinite perfectibility, or to use one of his favorite expressions a longing for the infinite [Sehnsuch nach dem Unendlichen], and is thus the impetus for the complementation [Diaskeuase] of the literary opus with the philosophical reflection. Friedrich Schlegels contributions to the alterations into the way in which literature is to be understood, as well as his effort to establish universal principles for literary criticism places his name in the ranks of the forerunners of modern literary criticism.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-05-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.