• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2009.tde-05112009-164232
Documento
Autor
Nome completo
Rosa Walda Abreu Marquart
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Nitrini, Sandra Margarida (Presidente)
Faria, Zenia de
Passos, Cleusa Rios Pinheiro
Rodrigues, Antonio Medina
Simons, Marisa Atili Ennes
Título em português
O fiel e a pedra e as epopéias clássicas: diálogos e tessituras
Palavras-chave em português
Bakthin
Dialogismo
Literatura
O fiel e a pedra
Osman Lins
Polifonia
Resumo em português
Em O fiel e a pedra, Osman Lins compõe seu romance sob a égide do romance regionalista brasileiro produzido por volta de 1930: latifúndio, exploração de classes, jagunços e coronéis e outros males. Todavia, mesmo ficcionalizando esses fatos sociais, o autor pernambucano se distancia de uma possível rotulagem normativa inconteste ao aliar seu romance às epopéias clássicas, bem como à poética sacro-hebraica e também às cantigas populares nacionais, encetando um grande diálogo entre seu romance e Ilíada, Odisséia, Geórgicas, Eneida, Os lusíadas, Sermão do Mandato, salmo bíblico e canções populares. Cruzam-se, desse modo, diferentes vozes poéticas advindas de variados espaços e trazidas de eras díspares entre si por considerável gama de citações em epígrafe, as quais, por si só, já despertam instigantes inquirições e expõem, mesmo que subliminarmente, o ideário do autor pernambucano. O dialogismo e a polifonia pressupostos por Bakhtin acham-se contemplados nesse portentoso intercâmbio de textos que tem o mérito de, dentre outros aspectos, nos auxiliar a melhor entender o romance osmaniano de 1961. Através das citações, percebemos a incorporação de conceitos epopéicos greco-romanos de caráter e destino sendo tomados de empréstimo à trajetória do protagonista nordestino, introduzindo na personagem o perfil heróico que a notabiliza.
Título em inglês
The faithful and the rock and classical epics: dialogues and forms
Palavras-chave em inglês
Bakthin
Dialogism
Literature
O fiel e a pedra
Osman Lins
Polyphony
Resumo em inglês
In O fiel e a pedra, Osman Lins composes his novel under the aegis of the Brazilian regional romanticism produced around the 1930s: latifundium, class exploration, vigilantes, colonel farmers, and other wrongdoings. However, even if we fictionalize these social events, the Pernambucan writer keeps a distance from a possible unchallenging normative labeling by aligning his romance to classical epics as well as to the sacred-Hebrew poetry and national popular chants. With this, the author started a great dialogue between his romance and Iliad, Odyssey, Eneida, Lusiadas, Georgics, Sermão do Mandato, the Bible Psalms, and popular chants. Thus, different poetical voices from varied spaces are interwoven and brought from distinct ages by a considerable range of citations in epigraph. These citations themselves arise stimulating scrutiny and expose, even subliminally, the ideas of the Brazilian author. Bakthins dialogism and polyphony are contemplated in this vast textual interrelation which is able to help us understand the 1961s Osmanian romance. Through citations, we can notice the incorporation of Greek-Roman epic concepts of character and destiny being borrowed by the Brazilian Northeastern protagonist, introducing the historical profile in the character that distinguishes him.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2009-11-05
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.