• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2008.tde-05102009-155012
Documento
Autor
Nome completo
Orlando Bissacot Neto
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Almeida, Jorge Mattos Brito de (Presidente)
Moura, Murilo Marcondes de
Muñoz, Yolanda Gloria Gamboa
Título em português
O transcristão: um diálogo poético entre Murilo Mendes e Nietzsche
Palavras-chave em português
Cristianismo
Heráclito
Murilo Mendes
Nietzsche
Poesia brasileira
Resumo em português
Essa dissertação procura, nos termos de um possível diálogo entre Murilo Mendes e Nietzsche, detalhes da poética ao mesmo tempo cristã e surrealista de Murilo Mendes. Proposta que pode ser auxiliada pela percepção do valor da cultura na poesia muriliana, que tangencia a filosofia, bem como outras artes, como a música e a pintura. A presença de Nietzsche nos Retratos-relâmpago de Murilo Mendes, que cedo iniciou suas leituras do filósofo, indica uma aparente contradição, dado o catolicismo do poeta e a posição crítica de Nietzsche quanto ao cristianismo. Porém, a sugestão do tipo transcristão no retratorelâmpago, designação do católico que empreende a transvaloração dos seus valores cristãos, além de outras importantes resoluções determinadas por Murilo Mendes no texto, configuram uma ligação bastante reveladora entre o poeta e o filósofo. Tomada como diálogo, portanto uma interação mediada por palavras, essa relação, que tem o pensamento de Heráclito como interesse comum e ponto de partida, será analisada na medida em que se desdobra ao redor de conceitos consagrados na história do pensamento, como: pólemos, zoé e pathos.
Título em inglês
The "transchristian": a poetic dialogue between Murilo Mendes and Nietzsche
Palavras-chave em inglês
Brazilian poetry
Christianity
Heraclito
Murilo Mendes
Resumo em inglês
The purpose of this thesis, recognizing a possible dialogue between Murilo Mendes and Nietzsche, is to reveal details of his poetry one at the same time surrealist and christian. Therefore, it would be useful to notice the importance of culture to the murilian poetry, which is often related to philosophy and other kinds of art, as music and painting. The inclusion in Retratos-relâmpago of Nietzschess philosophy, an author read early on by Murilo Mendes, could appear as a contradiction, since Catholicism played a great deal in his poetry, whereas Nietzsches philosophy sustains a critic stand on Christianism. However, the ideal type chosen by the poet in his lightning-pictures, the transchristian (denomination of a catholic who undertake the transvaluation of all his christian values), along with other crucial poetic solutions, disclose a revealing connection between the poet and the philosopher. Considered as a dialog, i.e., an interaction mediated by words, this connection, which has the Heraclitus thought as point of contact and starting point, will be analyzed as far as it develops itself in relation to some important concepts from the history of philosophy: pólemos, zoé and pathos.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2009-10-05
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.