• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2006.tde-24082007-145522
Documento
Autor
Nome completo
Elida Jacomini Nunes
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2006
Orientador
Banca examinadora
Bridi, Marlise Vaz (Presidente)
Bastos, Neusa Maria Oliveira Barbosa
Lopondo, Lilian
Oliveira, Ana Maria Domingues de
Urbano, Hudinilson
Título em português
A oralidade em 'O Dia dos Prodígios', de Lídia Jorge
Palavras-chave em português
Fala
Identidade
Interação
O Dia dos Prodígios
Representação da oralidade
Resumo em português
Nesta tese, apresenta-se um estudo sobre a oralidade presente em O Dia dos Prodígios, obra da autora portuguesa Lídia Jorge, em que é possível identificar alusões à Revolução dos Cravos, quando se atenta à estranheza dos fenômenos ocorridos com os habitantes da aldeia nomeada Vilamaninhos cuja principal característica é o emprego da língua oral como única forma de expressão lingüística entre seus moradores. O microcosmo de Vilamaninhos é composto por indivíduos iletrados em sua quase totalidade. As barreiras impostas pela dificuldade de comunicação causam o isolamento da aldeia em relação aos centros urbanos desenvolvidos, restando ao povo da aldeia compartilhar as condições arcaicas de vida. O propósito deste estudo é identificar, a partir do aporte teórico da Análise da Conversação, as estratégias empregadas pela autora na representação da oralidade em sua narrativa literária. Entende-se que O Dia dos Prodígios apresenta características da fala não só na explicitação dos diálogos entre as personagens, mas em toda sua escrita. A oralidade é representada, além de por palavras, também por recursos gráficos, de estruturação do texto, gerando a sensação, no leitor, de ouvir e de ver as personagens em interação, ao longo da narrativa. A identificação dos elementos de oralidade constantes da narrativa permite, como em circunstâncias reais de conversação, sob perspectiva ideológica, conhecer os indivíduos nesse processo inseridos, por meio do que dizem, explicitam e, inclusive, do que dissimulam. O indivíduo é a chave, o ponto de partida para se conhecer o grupo social a que ele pertence. Pela Análise da Conversação, em O Dia dos Prodígios obtêm-se indícios sobre a sociedade e suas relações de conflito. Os papéis sociais são manifestos pela oralidade, ao mesmo tempo em que, por outro lado, a competência do indivíduo, ao se expressar pela fala, é um fator importante no estabelecimento de seu papel face ao seu grupo social. A linguagem empregada por Lídia Jorge, na caracterização das personagens de sua obra, representa a oralidade, sem ser caricata ou pejorativa. A oralidade de O Dia dos Prodígios é um artifício com o que se enseja a reflexão sobre língua, interação, desenvolvimento humano e social.
Título em inglês
Orality in 'O Dia dos Prodígios', by Lídia Jorge
Palavras-chave em inglês
Identity
Interaction
O Dia dos Prodígios
Representation of orality
Speech
Resumo em inglês
In this thesis, a study about the orality existent in O Dia dos Prodígios, written by the Portuguese author Lídia Jorge is presented, in which is possible to identify allusions to Revolução dos Cravos (name given to Portuguese freedom revolution) when considers the strangeness of the phenomenon that occurred with the inhabitants of the village known as Vilamaninhos whose main feature is the use of oral language as unique form of linguistic expression among its members. The Vilamaninhos micro cosmos is composed by illiterate, with almost totally writing lack human beings. The barriers imposed by the communication difficulty cause the isolation of the village in relation with the developed urban centers, remaining to the population of the village, only to share the archaic life condition. The purpose of this study is to identify, beginning with the theoretical contribution of conversation analysis, the strategies employed by the author in the representation of orality in her narrative. It is understood that O Dia dos Prodígios presents speech features not only in the dialogue explanation among the characters, but also in the whole written work. Orality is represented, besides being by words, also by graphical resources of text structuring, generating on the reader, the feeling of listening and seeing the characters interacting through narration. Identifying the orality elements present on the narration allows, as in real conversation circumstances, under ideological perspective, to know the individuals inserted on that process, by means of what they say, explain, and even, by what they dissimulate. The individual is the key, the starting point to know the social group to whom he belongs. By analyzing the conversation in O Dia dos Prodígios there are signs about society and its conflictive relations. The social roles are expressed by orality, at the same time that, on the other hand, the competence of the individual of expressing himself using speech is an important factor to establish his role towards his social group. The language used by Lídia Jorge when characterizing her work's characters represents orality without being caricatured and depreciative. Orality in O Dia dos Prodígios is a device with which one wants to ponder about language, interaction, human and social development.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2007-10-02
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.