• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.8.2008.tde-01122009-110642
Documento
Autor
Nome completo
André Yuiti Ozawa
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Gomes, Álvaro Cardoso (Presidente)
Atik, Maria Luiza Guarnieri
Ribeiro, Raquel de Sousa
Título em português
Cesário Verde e o desconcerto do Eu
Palavras-chave em português
Cesário Verde
Crise de consciência
Desconcerto
Escrita de si
poesia
Resumo em português
O objetivo principal desta dissertação foi analisar, sob uma ótica intimista, o corpus poético do poeta português Joaquim José Cesário Verde(1855-1886). A idéia da escrita de si, da constituição do sujeito através da palavra escrita, remonta desde gregos e egípcios, ganhando força no final de Idade Média através das memórias, dos diários e dos livre de raison, e explodindo definitivamente enquanto gênero com as autobiografias. Analisando como o eu se constitui dentro do poema, e, conseqüentemente, as crises de consciência e do mundo, é possível observar como este mesmo eu caminha para um desconcerto, para a última e definitiva crise, que é o abandono da arte como forma de se conciliar consigo e com o mundo.
Título em inglês
Cesário Verde and the confusion of the self
Palavras-chave em inglês
Cesário Verde
Confusion
Crisis of conscience
Poetry
Writing of the self
Resumo em inglês
The principal objective of this dissertation analyzed, under an intimism optics , the poetic corpus of the Portuguese poet Joaquim José Cesário Verde (1855-1886). The idea of the writing of the self, of the constitution of the subject through the written word, remounts from Greeks and Egyptians, gaining strength in the end of Middle Ages through the memories, the diaries and of release of raison, and exploding definitely while type with the autobiographies. Analyzing as I it is constituted inside the poem, and, consequently, the crises of conscience and of the world, it is possible to notice how this one himself. I walks for a confusion, for the last and definite crisis, which is the desertion of the art like the form of being reconciled by you and by the world.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
ANDRE_YUITI_OZAWA.pdf (644.37 Kbytes)
Data de Publicação
2011-09-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.