• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Nicole Guim de Oliveira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Bridi, Marlise Vaz (Presidente)
Oliveira, Ana Maria Domingues de
Rapucci, Cleide Antonia
Zucolo, Nicia Petreceli
Título em português
Senhoras da palavra: a reivindicação da voz e do corpo nas obras de Maria Teresa Horta e Ana Luísa Amaral
Palavras-chave em português
Ana Luísa Amaral
Feminismo
Maria Teresa Horta
Paródia
Poesia Portuguesa
Resumo em português
Maria Teresa Horta e Ana Luísa Amaral são duas autoras que constroem suas poéticas a partir de temas pouco privilegiados pelo cânone literário português. Neste trabalho, procuramos analisar alguns textos das obras Minha Senhora de Mim (1971) e Os Anjos (1983), de Maria Teresa Horta; Novas Cartas Portuguesas (1972), de Maria Isabel Barreno, Maria Velho da Costa e Maria Teresa Horta; e Minha Senhora de Quê (1990), Vozes (2013) e Escuro (2015), de Ana Luísa Amaral, observando como a literatura de autoria feminina tende a atuar a partir de seu potencial de desconstrução de discursos não necessariamente literários já canonizados. Nesse sentido, trabalhamos com o conceito de paródia elaborado por Linda Hutcheon em Uma Teoria da Paródia (1985), a fim de perceber de que modo a reconfiguração de textos canônicos, feita pelas autoras, subverte não apenas a tradição literária, como também as estruturas sociais cristalizadas em uma sociedade patriarcal.
Título em inglês
Word ladies: the appropriation of voice and body in the works of Maria Teresa Horta and Ana Luisa Amaral
Palavras-chave em inglês
Ana Luísa Amaral
Feminism
Maria Teresa Horta
Parody
Portuguese poetry
Resumo em inglês
Maria Teresa Horta and Ana Luísa Amaral are two authors that build their poetics around themes that are viewed as less important by the Portuguese canon. This study seeks to analyze texts chosen from Minha Senhora de Mim (1971) and Os Anjos (1983), by Maria Teresa Horta; Novas Cartas Portuguesas (1972), by Maria Isabel Barreno, Maria Velho da Costa and Maria Teresa Horta; and Minha Senhora de Quê (1990), Vozes (2013) and Escuro (2015), by Ana Luísa Amaral; noticing how the literature written by women tends to act using its potential to deconstruct canonized speeches literary or not. On that subject, the concept of parody proposed by Lynda Hutcheon in Uma Teoria da Paródia (1985) was chosen to examine how the reconfiguration of canonical texts subverts not only the literary tradition, but also stablished social structures in a patriarchal society.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-02-01
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.