• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.8.2016.tde-29062016-114340
Documento
Autor
Nome completo
Alessandra da Silva Carneiro
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Camilo, Vagner (Presidente)
Hansen, Joao Adolfo
Mello, Jefferson Agostini
Reinato, Pedro Martins
Rocha, Marília Librandi
Título em português
O Guesa em New York: republicanismo e americanismo em Sousândrade
Palavras-chave em português
Estados Unidos
Literatura brasileira
Republicanismo
Século XIX
Sousândrade
Resumo em português
Esta tese analisa a poesia de Joaquim de Sousa Andrade (1832-1902), ou Sousândrade, e tem por objetivo discutir o imaginário político republicano como elo de ligação entre os poemas O Guesa, especialmente o Canto Décimo (1877), Novo Éden: Poemeto da adolescência, 1888-1889 (1893), Harpa de Ouro (189?) e a continuação O Guesa, o Zac (1902). A cronologia dessas obras indica que é a partir dos anos vividos por Sousândrade nos Estados Unidos que as figurações da República passam a permear os seus escritos. No Canto Décimo, gestado em Nova York, Sousândrade traça um panorama da sociedade estadunidense na década de 1870 e, embora haja críticas à certas práticas econômicas nesse canto, conforme discutiremos com vagar, destaca-se a emulação do poeta em exaltar aquele modelo sociopolítico. Essa atitude do escritor maranhense afinava-se com a visão de brasileiros imigrados nos Estados Unidos naquele mesmo período, os quais formavam uma rede de pensadores liberais comprometidos com a modernização do Brasil. Esse diálogo transatlântico que começa a ser traçado entre Estados Unidos e Brasil caracteriza uma alternativa ao modelo de civilização europeu até então em voga, tema ainda pouco explorado pela historiografia literária. De volta a pátria, Sousândrade dá prosseguimento ao seu fazer poético e, além do seu engajamento na nova conjuntura política do país, dedica-se à construção do mito fundador da República brasileira nos poemas concebidos desde 1893. A trajetória do poeta republicano foi marcada pelo seu anseio de progresso e modernização do Brasil, tarefa na qual ele empenhou-se política e literariamente.
Título em inglês
The Guesa in New York: republicanism and americanism in Sousândrades works
Palavras-chave em inglês
19th century
Brazilian literature
Republicanism
Sousândrade
United States
Resumo em inglês
The aim of this thesis is to analyze the images of the republican system of government in Sousândrades poetry, where Sousândrade is the pen name of the poet Joaquim de Sousa Andrade (1832-1902). Our discussion will focus on the poems The Guesa, specially the Canto Tenth (1877), New Eden (1893), Golden Harp (189?) and the continuation of the first, The Guesa, the Zac (1902). Considering the time frame these poems were published we can affirm that it was since the years Sousândrade has lived in the United States, that the ideas related to the Republic system started to permeate all his literary work. In the Canto Tenth, which was written in New York City, Sousândrade provides an overview of the American society of 1870s and, although the author criticizes certain economic practices in this poem, as it will be discussed in detail in this thesis, he praises its sociopolitical model to Brazil. Doing that the writer shares the same understanding on the American society that Brazilian immigrants in the United States had during the same time. These Brazilian immigrants used to form a network of liberal thinkers committed to the modernization of Brazil. The beginning of this transatlantic dialogue between the United States and Brazil expressed an alternative to the European model of civilization, which was until then the predominant model. This change of civilization models is still until now little explored by literary historiography. Back to his homeland, Sousândrade continued to write poetry and, in addition to his commitment to the new political situation of the country, he devoted himself to construct the founding myth of the Brazilian Republic in the poems conceived since 1893. The trajectory of the poet was marked by his desire for progress and modernization of Brazil and that he engaged himself both politically and literarily.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-06-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.